berinjela assada
[com molho de buttermilk]

berinjela-ottolenghi_1S.jpg

berinjela-ottolenghi_3S.jpg

Essa receita é a foto da capa do lindíssimo livro PLENTY do chef Yotam Ottolenghi. E foi a primeira que fiz, porque era essa que tinha que ser feita. Fomos à Napa num sábado e pegamos o último dia do Farmers Market da cidade, que é sazonal como o de Woodland. Lá eu arrebatei um montão de berinjelas pequenas. A receita recomenda que elas sejam grandes, mas eu desobedeci. Fiz como prato principal e comemos até dizer chega e ainda sobrou pra marmitinha do nosso almoço.

para as berinjelas:
2 beringelas grandes
1/3 xícara de azeite de oliva
1 e 1/2 colheres de chá de folhas tomilho limão [ou tomilho comum]
Sal marinho e pimenta do reino moída na hora
Sementes de uma romã
1 colher de chá de za’atar
para o molho:
9 colheres de sopa de buttermilk
1/2 xícara de iogurte grego
1 e 1/2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 dente de alho amassado [*omiti]
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno em 350°F/ 176ºC. Corte as berinjelas ao meio e com uma faca pequena e afiada faça cortes no meio da polpa da berinjela, primeiro paralelos, depois transversais, tomando cuidado para não perfurar a casca.

Coloque as metades das berinjelas numa assadeira forrada com papel vegetal, pincele cada uma com azeite [ou apenas regue uma por uma com um fio de azeite] e salpique com o sal, pimenta do reino e folhas de tomilho. Leve ao forno por uns 30-40 minutos, até que as berinjelas estejam bem molinhas e cozidas. Remova do forno e deixe esfriar completamente.
Enquanto as berinjelas assam, faça o molho misturando o buttermilk, o iogurte grego, o azeite, o alho [se quiser, eu não quis] e o sal. Na hora de servir, coloque o molho sobre as fatias de berinjela assadas, salpique com o za’atar e as sementes, enfeite com folhinhas de tomilho fresco e regue com mais um fio de azeite, se quiser. Sirva.

berinjela-ottolenghi_4S.jpg berinjela-ottolenghi_5S.jpg

4 comentários sobre “berinjela assada
[com molho de buttermilk]”

  1. Fer querida,
    Fiz para o nosso almoço e adorei. Perfeito o conjunto. E tão lindo. Obrigada por me ter relembrado dessa receita. Marquei-a para fazer faz uma eternidade. Por aqui o livro do senhor Ottolenghi tem outra capa mas eu percebo bem terem escolhido esta para a versão americana. Excelente escolha! 😉
    Um beijo saudoso*
    R: Suzana, fiquei curiosa para ver a capa da edição portuguesa. um beijo, com saudades! :-*

  2. My written Portuguese is too awful to even intent to make a comment in it, but I’ve just recently started reading your blog as a recent transplant to Brazil and it’s lovely (and I’m from California! Funny how that works.) And your dictionary is much appreciated! Abraços
    R: Eva, espero estar podendo te ajudar nessa sua transição. where in California? um beijo!

Deixe a sua pitada: