torta [rápida] de aspargos

torta-aspargos_1S.jpg

torta-aspargos_2S.jpg

Embarquei na missão de usar todos os produtos que tenho nos meus dois congeladores antes do dia da mudança. Não são muitos, pois não curto muito congelar coisas, nem fazer estoque no freezer. Porque sei que mesmo os congelados têm data de validade e se esquecer de usar eles ficam ruim e acabam indo pro lixo. Tenho sempre fatias de bacon, ervilhas e edamames, alguma fruta, meus molhos de tomate [que já estão acabando], uma base de torta ou pizza, massa folhada Dufour e uma ou outra coisinha. E foi para gastar um par de massa de pizza feita com farinha de milho, que resolvi preparar essa torta. Foi também porque eu tinha três maços de aspargos na geladeira—um que veio na cesta orgânica e os outros dois que não resisti e comprei no Farmers Market. A torta foi super simples de fazer e como fiz duas, rendeu um jantar e dois almoços. Dá pra comer fria ou quente. Use qualquer massa que tiver disponível ou prepare alguma da sua preferência.

Lave os aspargos, remova a parte mais dura da extremidade e cozinha rapidamente com um pouquinho de água numa panela. Não deixe amolecer, é somente para dar uma cozida rápida. Salpique queijo feta quebrado com as mãos sobre a superfície da massa. Cubra com os aspargos, colocando um ao lado do outro alternando a direção das pontas. Tempere os aspargos com sal e pimenta do reino moída, regue com um fio de azeite extra-virgem. Salpique mais queijo feta por cima dos aspargos e leve ao forno até a massa assar. No caso da minha massa foram 20 minutos em forno 400ºF/ 205ºC.

8 comentários sobre “torta [rápida] de aspargos”

  1. Fer, limpeza de congelador é sempre sinónimo de improviso de coisas boas.
    Gosto tanto de espargos que fiquei cheia de vontade de fazer já isto par ao jantar!
    Adorei a foto vintage da Tia Martha ali em cima. 🙂
    Beijinhos

  2. Oi Fer, to super em falta com vc, mas acompanhando tudo aqui pelo blog, super curiosa. Essa droga desse tempo acabou me impedindo de fazer o churrasco que eu queria desde fevereiro. Acredita que só fez um domingo de sol nesse tempo todo? Vou tentar falar com vc antes de eu ir por Brasil. beijao
    R: Maryanne, me liga quando puder. beijo!

  3. Eu me mudei no mês passado e também entrei nessa tarefa de deixar a geladeira, freezer e armário de comida mais leve para a mudança ou pelo menos não ter que carregar pacotes abertos de fubá, farinha ou macarrão. É complicado quando vai sobrando pouca coisa pois elas raramente se combinam. Eu não perdi nada e foram poucos os pacotes abertos que levei mas depois eu tive que fazer compras parrudas para me reabastecer. Embora se mudar seja um serviço ingrato, cheio de detalhezinho e gente que faz serviço ruim (hoje mesmo tive que mandar uma bancada de pedra de volta para a fábrica pq veio maior que a parede), casa nova é uma delícia! Boa sorte querida!
    PS-Vc ainda vai poder ir de bike para o serviço?
    R: obrigada Márcia. vou ter que dirigir de casa pro trabalho.

Deixe a sua pitada: