couscous israeli com ervilhas

couscous-peas_1S.jpg

Tive um dia atribulado, daqueles em que à medida que as noticias vão chegando, você só sente vontade de sentar [ou deitar] e chorar. No meio da manhã bradei bem alto, assustando minha chefona que trabalhava concentrada—VAMOS TER QUE ASSALTAR UM BANCO! Porque é tanto quiprocó burocrático e gastação ridícula de dinheiro no processo de vender uma casa e comprar outra que nem sei. Gostaria de estar tendo tempo para fazer um diário e registrar todos os passos, todos os afazeres, os corre pra lá e corre pra cá que envolvem uma mudança. Sem falar na montanha russa emocional, que está realmente desgastante. A tristeza de deixar a casa antiga, com a excitação das novidades da casa nova. Tem dias que me pego falando alto e sozinha, no mais completo transe de mulher endoidecida.

Neste dia particular, em que todas as notícias de quanto iríamos gastar nas reformas e consertos foram chegando de solavanco, fui almoçar em casa e [bah] constatei chocada que não tinha absolutamente nada pronto para comer na minha cozinha. Nem mesmo um pão com queijo. Na verdade até tinha pão, mas não tinha queijo. Fiquei uns minutos zanzando pela cozinha, até decidir colocar uma panelinha com água e sal no fogo. Qualquer massa funcionaria bem. E as ervilhas congeladas foram a segunda opção. Decidi pelo couscous israeli que cozinha rápido. Então foi só cozinhar a massinha na água com sal fervendo e no final juntar um tanto de ervilhas congeladas. Escorrer tudo, temperar com sal, pimenta do reino moída e um fio de azeite extra-virgem, misturar e servir bem quente. Deu um almocinho bem reconfortante que me ajudou a enfrentar o resto do dia. Ready for second round!

7 comentários sobre “couscous israeli com ervilhas”

  1. Nunca mudei de casa/barraca he he Imagino o stress que deve ser. Tenho acompanhado a saga pelo twitter. Já estava tão familiarizada com a sua casa, era já algo que tomava como certo 🙂 Espero que tudo comece a correr melhor com esse processo de mudança.
    Adorei esta receita simples e imagino-a com favas frescas levemente cozidas.

  2. Boa sorte com tudo Fer. Mudanca por mais q a gente se prepare eh sempre algo overwhelming, e como em todos os momentos atribulados da vida sempre aparece uma coisa aqui e outra ali q a gente nao estava esperando (ou q nao queria encontrar no meio do caminho).
    Mas vc vai sobreviver e logo estara tudo em paz e calmaria novamente, e todo essa passagem vai ter valido super a pena quando vc se encontrar em sua casa nova!
    Matheus aqui em casa adora esse tipo de couscous!
    Beijos
    Ana

  3. Fer,
    aquisição de imóvel e mudanças é SEMPRE uma novela (mexicana)!! Eu tenho rios de coisas desastrosas, engraçadas, irritantes e bacanas para contar sobre minhas mudanças… mas é uma sensação tão boa começar de novo!!
    Aproveite!
    E vá contando tudo sobre essa sua fase, pois adoramos ler!
    Boa sorte!
    Beijos,
    Gabi.

  4. Oi Fer,
    Não sabia de sua mudança. Vai pra onde?Sempre tive vontade de conhecer essa sua casa em Davis que, me parece, tão aconchegante.
    Estou torcendo por vc.
    Bj,
    Lylia

  5. Fer querida,
    Revivi até a enorme ansiedade que precedeu a minha vinda para uma casa nova e os mixed feelings a respeito da velha… Identifiquei-me tanto com o que vc conta a propósito da sua mudança! Já a burocracia e os rios de dinheiro não me deixam qualquer saudade.
    Coragem e um abraço apertado*

  6. Um dia de cada vez, um dia de cada vez, respire fundo, tudo vai acabar bem….
    mudancas sao sempre uma fonte de stress como poucas, e vender e comprar imovel nos dias atuais, um verdadeiro pesadelo
    mas, se fosse possivel te mostrar os posts que voce vai ter daqui a uns meses no Chucrute com Salsicha, tenho certeza que voce iria abrir o maior sorriso!
    hang in there!

Deixe a sua pitada: