NOMA

NOMA_1.jpg
NOMA_3.jpg
NOMA_5.jpg
NOMA_4.jpg
NOMA_2.jpg
NOMA, que significa Nordic Food, é um restaurante dinamarquês que surpreendeu o mundinho gastronômico no ano passado quando desbancou o molecular e trend setter espanhol El Bulli do primeiro lugar na lista dos melhores do mundo. Já este ano o NOMA não causou nenhum choque ou espanto, apenas manteve-se firme no primeiro lugar.
Na cozinha do NOMA, o chefe René Redzepi usa apenas ingredientes locais, da região nórdica, o que transforma todos os pratos servidos no restaurante numa experiência única. O melhor restaurante do mundo tem também o livro mais lindo do mundo, publicado pela editora Phaidon. O livro traz um diário do chefe e uma lista com todas as regiões, os fornecedores locais e os ingredientes incríveis, muitos deles selvagem. Ele também disponibiliza muitas receitas, que na minha opinião infelizmente são infazíveis numa cozinha simples e amadora como a minha, ainda mais estando localizada no outro lado do planeta sem acesso aos mesmos ingredientes que o chefe usa. Mas folhear o livro bem devagar e admirar as lindas fotos já é um imenso prazer.
A Phaidon disponíbiliza um vídeo com Redzepi, onde ele descreve e demonstra como é a cozinha do NOMA. O que esse chefe faz nesse restaurante é praticamente um antídoto contra essa cafonice de se ficar gastando um dinheirão pra usar ingredientes importados, todo mundo preparando e comendo as mesmas coisas—tudo super previsível, sem imaginação, além de completamente insustentável.

6 comentários sobre “NOMA”

  1. Fer, quando estive na Dinamarca ano passado – acho, ou retrasado, passei em frente ao Noma mas estava tao cheio que nao deu para voltar. Planejei com uma amiga de irmos. Há budget flights para Copenhagem e é bem acessível. já assisti há uns bons programas com ele em que pessoas que querem trabalhar neste ramo, ou que já trabalham e querem se aprimorar, vão fazer um tipo estágio com ele. Um dos passeios é ir para o mato e buscar os produtos locais da estaçao. depois voltar para o restaurante e criar com o que se recebe. Absolutamente fantástico de se ver. Inspirador e refrescante de se ver. Amei o cafona.

  2. Fer, minha irma morou na Dinamarca ano passado por 6 meses e gostou bastante de la (apesar do frio). Eu lembro q li uma materia sobre o NOMA na revista Bon Appetite na mesma epoca e comentei com ela, perguntando se ela tinha ido. Ela disse q o restaurante eh mesmo famosissimo, muito chique e tbem $$$, no fim acredito q ela acabou nao indo (sabe q esqueci de perguntar?!) – ela estava la estudando, fazendo intercambio pela faculdade e o budget dela nao era muito alto, hehe!
    O livro parece mesmo muito lindo!
    Beijos
    Ana

  3. Oi Fer!
    Eu não sei se vc percebeu, mas eu não moro mais n Itália há algum tempo, eu estou na Suécia desde 2009! Por isso, se tiver qualquer ingrediente ou coisa que vc precisar, se for possível, te mando!!
    R: super obrigada, Roberta! um bjo

Deixe a sua pitada: