[quase famosos]

all-the-pretty-things.jpg
—como é trabalhar com o Sr. José Firelli?
—desculpa, mas é Zefirelli.
—ah, para a senhora, que é íntima!

[narrado nas crônicas de Paulo Francis] hahaha!
A vida é realmente um sitcom. Meu chefe uma vez me contou uma história surreal que aconteceu com ele e que ele chamou de The Water Nazi—relativo ao The Soup Nazi do Seinfeld. O cara chegou na máquina de refil de água do supermercado com 17 galões vazios e ocupou as 4 torneiras. Meu chefe pediu pra usar apenas uma, pra encher apenas um galão e o cara respondeu mal humorado que NÃO. E acabou com a água da máquina.
Também tenho uma história similar—The Salad Bowl Nazi. Estava na thrift store num sábado, como é muito meu costume, garimpando coisinhas de cozinha. Achei uns potinhos, uma bandeja e numa pilha de coisas em cima do balcão, descobri uma saladeira bem bonita por $3. Peguei e segui em frente. Regra de thrift store é achou, gostou, segurou firme! Porque tá solto é de qualquer um. Bom, estava na fila pra pagar quando uma mulher se aproximou e arrancou a saladeira da minha mão com a maior violência. Fiquei atônita, como ficaram também todos os outros que estavam na fila comigo. A mulher, numa voz alterada, bradou—isso É MEU, eu já paguei! Pagou e largou em cima do balcão. Merecia perder os três mangos, pra aprender uma lição. Mulher grossa e ralé. Nem todo mundo que frequenta lojas de segunda mão é assim, pelo menos não na que eu frequento.
Uriel comentando uma edição da revista Martha Stewart Living, com ela na capa disse—usaram uma foto dela de 30 anos atrás, né? Incrível, mas a mulher, além de rica, linda e poderosa, ainda parece imortal. Preservada no formol. Muito ódio dessa específica edição de setembro da revista—com ela super xóvem na capa, mostrando a organização da cozinha dela. Isso não se faz! Mostrar aquilo pra nós, pobres e mortais, gente que envelhece e que não tem uma super cozinha organizada por uma equipe. Sem falar que a malandra se apossa de todo e qualquer objeto antigo e vintage disponível no planeta. Não sobra talheres de baquelite nem vasilhas de argila vitrificada pra mais ninguém.

6 comentários sobre “[quase famosos]”

  1. Morda-se de inveja! Um amigay que mora aí foi convidado pela Martha para almoçar com ela.. acho que ainda tenho o mail dele descrevendo…. hum.. o que cobrarei de você para ler esse mail? hum.. vou pensar no preço.. hum… :-)))))
    Também tenho uma historinha parecida com as suas. Senta que vou contar:
    1- um amigo que trabalhava no JB me contou que uma “estagiária da Puc” foi até o Drummond ( ó o tempo que foi isso!) e perguntou: Drummond, porque o senhor faz tanto poema sobre Minas se o senhor nasceu no Rio Grande do Sul?
    Atônito, o poeta disse:- como assim? sou mineiro, todo mundo sabe, mineiro de Itabira!
    e a jovem: então porque o senhor diz naquele poema ” vai, Carlos, vai ser gaúcho na vida!”
    Fecha o pano.
    História dois:
    2- eu estava nas Lojas Americanas em copa quando vi uma travessa de cerâmica em um cantinho,só havia uma. Custava 7 reais( há tempos) era uma cesta de cerâmica de “palha” com um tampo cheio de morangos! Ah! lembrava exatamente uma cesta de cerâmica da casa da minha avó , só que a da minha avó era enorme, eram várias frutas e era uma antiguidade.
    Eu estava sem dinheiro. Temendo que algum outro aventureiro lançasse mão, escondi bem a cestinha na prateleira, bem no fundo e corri para a casa da minha mãe que era mais perto do que a minha. Mãe é mãe e me deu o dinheiro.
    Chegando nas Lojas.. cadê a cesta? procuro , procuro, ó! em outra prateleira! Peguei e comprei.
    (fade)
    Minha mãe recebe um telefonema. Era minha irmã.
    -Ah! estou chateada! imagine que vi nas lojas americanas uma peça de cerâmica parecida com a da vovó, custava 7 reais, como estava sem grana, escondi em outra prateleira, bem escondida e fui buscar. Voltei e alguma FDP já tinha comprado!
    Ao que minha mãe responde:
    muito prazer, a P sou eu, pois a fdp é a sua irmã!!
    FIM
    R: HA HA HA HA! obrigada, Angela! :-*

  2. Nossa, fiquei pasma. Ela pagou e largou no balcão???? Eu hein…
    Também adoro a sua cozinha, mais especial que qualquer outra superproduzida. 😉

  3. Fer,
    Que choque!
    Gente esquisita tem em todo lugar!
    Agora essa lojinha…. ai ai ai … que sonho! Coisas tao fofas e tao baratas! Por isso na sua cozinha tem apetrechos tao bacanas!
    Adoro a sua cozinha! E de sonho!!!!
    Outro dia passei numa lojinha e vi uma galinhas tao lindinhas ! Lembrei de voce!
    Faz tempo que nao tem post das fofinhas!
    Beijao

Deixe a sua pitada: