gelado de blueberry & maple

Numa tarde de domingo muito fria num inverno passado, entramos numa dessas notórias lojas de sorvete de iogurte onde você se serve com os sabores e toppings que gelado-blueb-maplequiser, pesa e paga. Sentadas ao lado da nossa mesa, estavam uma mãe com a filhinha, que devorava o iogurte com imensa sofreguidão. A menina era tão fofinha, que foi difícil não reparar nela. Ela fazia caras e bocas que denunciavam uma intensa alegria por estar ali, devorando aquela maravilha cremosa. Num certo ponto, entre uma colherada e outra do gelado, ela olhou pra mãe e afirmou com grande ênfase—lugares como este NUNCA vão fechar, porque isso é TÃO bom! A gurizinha falou a mais pura verdade. Sorvete, de qualquer jeito, é muito bom! No frio ou no calor, tanto faz, o que importa é a gostosura. E o povo aqui no hemisfério norte parece concordar, porque esses lugares nunca fecham, apenas abrem. Cada dia tem um novo, em algum canto da cidade.

E eu tenho tido muitas ganas de sorvete. Neste caso prefiro fazer o meu em casa. Depois que experimentei usar a fruta cozida para preparar um gelado, decidi que iria repetir a dose. Desta vez usei um pacote de blueberries selvagens e orgânicas que estavam congeladas.

300 gr de blueberries congeladas [*usei selvagens e orgânicas]
1/3 xícara de maple syrup puro
1 xícara de creme de leite fresco [*uso sempre o orgânico]

Cozinhe as blueberries com o maple syrup até a fruta ficar bem cozida e formar uma calda grossa. Deixe esfriar bem. Numa vasilha misture o doce de blueberries com o creme de leite e mexa bem com um batedor de arame. Eu preferi fazer assim para manter as frutinhas inteiras na massa do sorvete. Mas pode-se bater tudo no liquidificador para uma textura mais uniforme. Adicione uma colher de sopa de vodka ou outro licor [*usei o créme de cassis francês]. Coloque a mistura na sorveteira e deixe a máquina fazer o trabalho. Ou use o método do congelador-remove e bate-congelador-remove e bate, até obter uma massa cremosa.

15 comentários sobre “gelado de blueberry & maple”

  1. Pra mim sorvete não tem hora nem lugar, pode ser café da manhã, almoço, jantar, no Alaska ou no deserto, ahhaha, adoro! Nunca fiz em casa, mas gostei dessa receita, fiquei com dúvida em relação ao maple, mas no comentário acima que posso substituir, então vou me arriscar!

  2. Nega, finalmente eu tive coragem de gastar QUARENTA REAIS pra ver que raio de gosto que tinha esse tal de Maple. Não vou te dizer que não é bom, mas também não é nada demais. Comprei aquele vidro de alcinha – Canadas Best Ahorn Topping, 250ml – é totoso, mas o gosto é igualzinho ao da calda de açúcar que faço!!! Eles lá dizem que 70% é xarope de cana-de-açucar e 30% xarope de maple. Eu fiquei com uma profunda sensação de ter jogado $$$ fora!
    Beijos, amiga, no aguardo de suas notícias sobre o Ano Novo, HAPPY 2011!!! :*

  3. Aqui está quente, vou fazer sorvete de amoras e te falo! Congelei montes!
    Tive de usar o link do blogspot porque não consigo linkar NADA que não seja do blogspot.. uma pena!
    Pelo menos no seu site do blogspot a primeira frase direciona pra cá!
    bjs!!

  4. Querida Fer, a receita parece deliciosa, mas tenho uma duvida , o maple syrup eu não encontro por aqui, sera que dá para substituir por mel ou mesmo açucar, porque pelo que entendi é para adoçar o sorvete, né? O que você acha será que fica bom sem o maple syrup ?
    Grande beijo
    R: Silvia, pode sim substituir por mel ou por açucar. um beijo!

Deixe a sua pitada: