mousse de queijo de cabra

mousse_quecabra_2S.jpg

A receita que vi no The Kitchn tinha um nome e um procedimento mais complicado—goat cheese panna cotta with canned cranberry jelly cut-outs. Eu simplifiquei pra mousse, trocando a gelatina em pó pelo agar-agar, o iogurte pelo kefir de leite de cabra e mudando um pouco o modo de fazer por razões práticas. Eu teria feito a receita com a gelatina se tivesse tempo sobrando, mas como não tinha, otimizei. Usei as mesmas medidas, tudo exato. Como resolvi fazer em formar maiores, deu cinco estrelonas. Se fizer na forma de mini muffin como a receita manda, é para dar 24 moussezinhas. Como eu não tinha ciboulettes o suficiente, usei salsinha picadinha e ciboulettes só para decorar. A geléia de cranberry é daquelas de lata, que e só fatiar e cortar a decoração com cortadores de biscoitos. Mas pode substituir por qualquer outro doce em pasta—goiabada, marmelada, figada. Quando eu anunciei que a geléia era de cranberry, o Uriel e o Gabriel se espantaram. Eles acharam que era goiabada e estavam adorando a novidade. Então, sigam essa dica. [*pisc!]

115 gr de queijo de cabra em temperatura ambiente
1 colher de chá de gelatina em pó sem sabor [*usei 1 colher de sopa de agar-agar]
1 xícara de creme de leite fresco
1/2 xícara de iogurte natural integral [*usei kefir de leite de cabra]
1/4 xícara de ciboulettes picadinha [extra para decorar]
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
1 lata de geléia de cranberry [ou outro doce de fruta em pasta, fácil de cortar]

Amasse bem o queijo com um garfo, junte o iogurte [usei kefir] e a ciboulette [usei salsinha]. Numa panelinha, coloque o creme de leite fresco e salpique com o agar-agar. Leve ao fogo médio e deixe ferver. Desligue o fogo. Junte a mistura de queijo no creme de leite. Bata bem com um batedor de arame, junte o sal e a pimenta. Coloque em forminhas untadas com óleo vegetal e leve à geladeira até firmar. Como usei o agar-agar a espera foi curta. Para fazer com a gelatina em pó, siga as instruções originais.

Remova as mousses das forminhas. Na hora de servir decore com fatias de geléia de cranberry cortada em rodelas ou estrelas. Salpique com ciboulettes picadinhas

14 thoughts on “mousse de queijo de cabra”

  1. Fiz a besteira de comprar Ágar Ágar a granel pela internet, chegou um produto amarelado com cheiro muito forte, tentei ferve-lo e um cheiro horrível tomou conta da casa, mesmo depois de frio é impossivel,
    como se tivesse areia dentro.
    Alguém sabe como utilizar esse produto ou me dizer o que pode ser feito com ele. Obrigada pela atenção.

  2. Eu também passei por essa experiência ruim do agar com cheiro de peixe podre e através de pesquisa descobri que o agar que nos venderam é para uso industrial e não para consumo humano. Pior que eu comprei em um site onde a descrição do produto especificava que substituía a gelatina animal na preparação de sobremesas. Imagina a surpresa quando recebi aquilo… já conheço o agar e antes de abrir o pacote que recebi percebi a diferença na cor e texturas… mandei e-mail para a loja, vamos ver se tomam providências. Resumindo: se o agar que for comprar não for branquinho esquece… é o agar de uso industrial não apto para consumo humano.

  3. R: eu imaginei que existisse DOIS tipos de agar-agar no mercado brasileiro—o suplemento e a gelatina. acho que voces andam comprando o suplemento, por isso a receita nao esta dando certo. Olhem AQUI. procurem comprar o agar para cozinhar em lojas asiaticas e nao nas de produtos naturais. abraços!

  4. OLÁ REALMENTE TAMBÉM MIM POUGUEI COM O AGARA AGAR,GOSTO MUITO RUIM,COR MUITO FEIA AORECE AREIA E UM CHEIRO FORTE DE MARISIA PEIXE PODRE,NOSSA,DAI PEGUEI UMA COLHER DE AGAR E DEIXEI FERVER EM 1 LITRO DE AGUA DAI ISTTUREI COM SUCO MAS ÃO ERA AQUILO TUDO.

  5. Ola Fer,
    Assim como a Maria Cristina comentou a cima,
    tbm estou triste pois é impossível comer esse agar que comprei….foi em loja de produtos naturais onde costumo comprar ingredientes da ração humana, estava tao empolgada com o beneficio do Agar e as receitas que vejo parecem tao saborosas……essa fica com um aspecto de areia mesmo….argila sabe e cor de argila tbm cinza….cheguei a pensar será que nao tem outros fins esta talves cosméticos sei la, pois essa definitivamente não ha ingrediente que muda o gosto horrivel dela….aff!!!!! Beijo
    R: Gui, nao sei o que dizer, porque compro o meu agar agar em lojas de produtos asiaticos e é um pozinho branco, faz a gelatina direitinho. o que sera que andam vendendo por ai? peloamordedeus! sinto muito que nao deu certo. quem sabe voce nao acha num outro lugar, que venda produtos japoneses e nao produtos naturais. boa sorte e beijo

  6. Ola Fer
    Já te falei que adoro as tuas receitas, de vez em quando faço alguma.
    Só não estou me dando bem com o agar agar, comprei um que parecia areia , e no final o que eu fizesse ficava com textura de areia e não tomava consistencia ideal.
    Agora comprei outro, e achei o gosto forte, sobresai nas gelatinas de frutas, não gostei.
    Vou tentar com o queijo quem sabe, não fica melhor.
    Adoro as tuas fotos
    R: Maria Cristina, muito me surpreende essa sua experiencia frustrante com o agar-agar. o que eu uso nao tem cheiro de nada e fica quase igual a gelatina comum. mas se nao esta dando certo, passa a usar gelatina e pronto. sera que é a marca, a qualidade? o agar-agar que eu compro é japonesa. um beijo e obrigada!

  7. Adoro queijo de cabra…. ah, se eu pudesse encarar o agar-agar…
    mas, trabalhando no lab com agar o dia todo, nao consigo “desligar” o dito das minhas malditas (benditas) bacterias….
    uma hora eu ainda tomo coragem e tento usar na cozinha, voce faz tanta coisa deliciosa com o agar
    R: hahaha! Sally, até entendo seus motivos, mas por isso mesmo você deve saber o quanto essa gelatina é prática! mas faz entao com a gelatina comum. deve ficar tao bom quanto. beijo

  8. Fer, fiquei super curiosa sobre essa mousse!!
    Já vi algumas receitas parecidas…mas a sua me conquistou! 🙂
    Vou testar, e quem sabe ela não rola no almoço de natal!!rs
    Bjao
    Fe. 😉

Deixe a sua pitada: