cebolinhas ao vinho

shallots-wine_1S.jpg
Essa foi a primeira receita que tirei do lindissimo livro Moro East e aproveitando que tinha uma cestinha cheia de echalotas fresquinhas. Foi uma via crucis lacrimosa descascar todas elas, mas valeu a pena. Pode-se usar mini cebolinhas também, ao gosto do freguês. O vinho pode ser o Malaga, o Moscatel ou o Oloroso Sherry [vinhos doces]. Eu usei o Sherry. Servi as cebolinhas acompanhando um frango grelhado com abóbora e o mundialmente famoso carpaccio de abobrinha numa versão temperada com balsâmico de figo.
40 gr de manteiga sem sal
2 colheres de sopa de azeite
300 gr de mini cebolinhas [baby] ou echalotas inteiras [*usei echalotas]
75 ml de vinho Malaga, Moscatel ou Oloroso Sherry [*usei Sherry]
Folhas de salsinha fresca para decorar
Numa frigideira funda coloque a manteiga e o azeite e quando a manteiga começar a espumar acrescente as cebolinhas. Tempere com sal e pimenta do reino moída a gosto e refogue por uns 15-20 minutos, até que as cebolinhas fiquem ligeiramente douradas nos lados. Adicione o vinho e cozinhe por mais ou menos um minuto, até o alcool evaporar. Coloque numa travessa, decore com folhas de salsinha e sirva.

5 comentários sobre “cebolinhas ao vinho”

  1. Essas echalotes são mesmo uma ma-ra-vi-lha! Sempre as faço para acompanhar carnes (especialmente se na receita tem vinho). Uma dica: quando colocá-las para dourar no azeite com manteiga, experimente salpicar açúcar (aproxidamente uma colher de chá). Isso dará um sabor especial nas echalotes, além de dourá-las e deixar o molho com um sabor prá lá de especial! Aproveito também para elogiar o blog.
    Iara.

  2. Adorei a receita!
    Passo dar uma dica?
    Quando for descascar as cebolinhas, deixe-as de molho numa bacia com água, isso vale também para o alho, não arde os olhos e não deixa cheiro nas mãos!
    Bjs
    R: gostei da dica Silvia e da proxima colocarei em pratica, obrigada. bjo!

  3. Esse livro me parece super interessante… alem do que, a capa e’ maravilhosa.
    Pensei que essa receita ficaria bem gostosa tambem usando “leeks” – talvez eu tente, embora o marido seja meio avesso a “cebolaceos”

Deixe a sua pitada: