sopa fria de favas verdes

sopafria-favas_1S.jpg
Tudo tem seu tempo na parada sazonal dos ingredientes—a natureza é quem manda. As favas verdes, tão frescas e tenras durante o inicio e pico da estação, vão mudando quando a temporada se encerra. Comprei algumas já no finzinho e quando cozinhei percebi que elas estavam muito mais farinhentas do que as que preparei semanas antes. Li que isso é normal, pois elas vão ficando maduras. Por isso os meus planos de salada se transformaram numa sopa. Das frias. E que ficou uma das melhores que já fiz.
Corte 1 alho-poró grande [ou dois pequenos] ao meio, embrulhe em papel alumínio grosso, salpique com sal e um fio de azeite e asse até ele ficar bem tenro. Eu fiz isso na churrasqueira. Enquanto isso debulhe as vagens, cozinhe as favas em água e escorra. Despele as favas e reserve. No liquidificador coloque as favas cozidas [mais ou menos 1 xícara e 1/2] e despeladas, o alho-poró e água fria o suficiente para bater um creme. Comece com pouco e vá adicionando maios até obter a consistência desejada. Não deixe muito grosso, nem muito ralo. Acerte o sal e adicione adicione pimenta do reino moída na hora e um fio extra de azeite. Coloque numa sopeira ou jarra e leve à geladeira até a hora de servir.

2 thoughts on “sopa fria de favas verdes”

  1. Oi Fer:
    Faz algum tempo que queria te perguntar. Quando vc diz que faz alguma coisa na churrasqueira, vc se refere a churrasqueira como as nossas daqui, que tem de colocar carvão, abanar o fogo, etc, toda trabalhaeira ? Ou é alguma coisa elétrica/gás que vc liga e usa ?
    Bjoca.
    R: Ana, é uma churrasqueira a gas, clica no botao, acende e pronto. tao facil como usar o fogao. beijo!

Deixe a sua pitada: