risoto com radichio

risotto-radicchio_1S.jpg

Agora que meu marido finalmente se tornou um apreciador de risotos, posso me soltar e fazer esse prato sempre que tiver vontade, inventar, arriscar. Pra completar a minha alegria, descobri no Co-op um arroz arbóreo produzido aqui pertinho, um pouquinho mais pro norte de Davis. Fiquei muito besta quando descobri um tempo atrás que a Califórnia não é somente uma grande produtora de arroz, mas que também exporta o dito para a Ásia. Todo o arroz que eu consumo—basmati comum, basmati integral, jasmine, grão curto ou grão longo, integral ou comum, para sushi, vermelho, selvagem e o arbório, é produzido por aqui. A animação para testar o arbório californiano juntou-se aos lindos radichios alface que comprei na banca de uma família de fazendeiros onde compro também os melhores ovos, morangos e tomates. E sendo o radichio uma das folhas favoritas do Uriel, logo previ que este risoto iria acabar no nosso hall of fame.

Fiz risoto novamente sem usar caldo e não me arrependi. Quem quiser fazer com caldo faça, mas não me recrimine. Gosto de seguir meus instintos e muitas vezes acho que o caldo acaba dominando e oprimindo o sabor do ingrediente principal. Fiz a receita super básica, com 1 xícara de arroz, 1 xícara de vinho branco e 4 xícaras de água quente.

1 radichio lavado e picado em fatias
1 xícara de arroz arbóreo [sem lavar]
1 xícara de vinho branco seco
4 xícaras de água quente [ou caldo, se quiser]
2 colheres de sopa de manteiga
1 echalota picadinha
3 rodelas grossas de queijo de cabra cremoso
Sal a pimenta do reino a gosto
Vinagre balsâmico envelhecido para servir

Numa panela robusta derreta a manteiga e refogue a echalota picadinha até ela ficar bem macia. Junte o radichio picado, refogue até as folhas murcharem bem. Junte o arroz e refogue, mexendo sempre, por alguns minutos. Coloque o vinho e mexa até o liquido absorver completamente. Dai vá adicionando a água, uma xícara de cada vez e mexendo ocasionalmente, até o arroz absorver as 4 xícaras de água e ficar bem cozido e cremoso. Nos últimos minutos adicione o queijo de cabra [ou queijo parmesão ralado na hora], misture bem para incorporar. Salgue a gosto e tempere com pimenta do reino. Desligue o fogo, deixe descansar uns minutos e sirva com uns pingos de um bom vinagre balsâmico envelhecido por cima do arroz.

3 thoughts on “risoto com radichio”

  1. oi fernanda, tudo bem?
    sou carioca, 55 anos.
    morei na bay area na decada de 70.
    curti muito san francisco naquele periodo magico.
    centenas de concertos memoraveis: grateful dead, jefferson airplane, santana….muitos free concerts no golden gate park.
    enfim ter descoberto o seu blog, encheu meus olhos de luz.
    tb adoro a california, gastronomia e cinema. ( nao necessariamente nessa ordem)
    o google me direcionou ao seu blog quando procurava receitas de kinkan.
    santo google!
    obg. pela sua generosidade de compartilhar tantas coisas boas.
    ja te adicionei nos meu favoritos.
    alexandre.
    R: Oi Alexandre, seja bem-vindo! e muito obrigada! San Francisco é mesmo especial e você viveu lá numa epoca maravilhosa–que lembranças bacanas! um beijo pra voce

  2. Oi Fer!
    O seu risoto esta super lindao, com uma cara de “vem me comer”!
    Coincidencia total o meu marido tb nunca morreu de amores por risotos, ate a semana passada! rsrsrs Nao sei qual o milagre q operou sobre a sua cabecinha, mas adorei isso ja q sou super fa de risotos! E para comemorar essa novidade fiz um risoto de abobrinhas pra comemorar!!! 🙂
    http://temperinhos.blogspot.com/2010/06/risoto-de-abobrinha.html
    Beijos
    R: Deborah, que revolucao, hein? aqui tambem nao sei o que causou a reviravolta, mas to adorando! beijao,

Deixe a sua pitada: