sem título [enquanto espero]

chives-composite_1S.jpg chives-composite_2S.jpg
chives-composite_3S.jpg
composite_5S.jpg composite_7S.jpg

Acontece sempre comigo nas mudanças de estação. Vou ficando exausta do ritmo, das horas, do movimento, da luz ou falta de luz, das roupas, das comidas. Me encho de expectativas para as novidades que virão, pode ser apenas um ventinho mais gelado ou um raiozinho de sol mais potente. E este ano fiquei assim, bem cansada, do nosso inverno molhado. Enchi os piquás prá lá de metro das verduras, tantas folhas, overdose de clorofila. Estava esperando os dias mais secos, mais amenos, sem vendaval, ventania, chuva de granizo, como mais legumes do que verduras e poder usar um vestido com casaquinho, uma echarpe esvoaçante, sapatilhas sem meia. Nem estou pedindo para já começar a receber tomates, muito menos morangos. Mas que pelo menos pare de chover e abra o sol nos finais de semana, quando eu dou minhas braçadas e pernadas na piscina. E que o tempo fique firme pra gente poder almoçar na mesa do quintal.

Esta primavera está sendo uma das mais incomuns. Irritantemente fria e chuvosa, cansativa. Guardei toda roupa de inverno e tive que resgatar algumas peças na emergência. Cansei de vestir meias, de sair de botas. Me visto obrigatóriamente em camadas, mas muitas vezes preciso me agasalhar mais no meio do dia. Numa dessas tardes caiu um temporal com trovoadas. Muito peculiar, já que por aqui raramente troveja. Não plantei tomates na horta ainda, porque eles detestam frio. E eu também estou começando a detestar, porque tudo o que é demais dá nos nervos, exacerba.
Pelo menos já começamos a devorar toneladas de aspargos, alcachofras, ervilhas—as novidades que chegam no inicio da primavera. Apesar que nenhuma fruta nova apareceu no horizonte, ainda. Mas todo dia, quando passo pedalando pela árvore de damascos que fica no meio da minha vila e que não pertence à ninguém, observo o progresso da natureza e já vi que a árvore tem frutinhos bem grandinhos. É isso mesmo, os damascos chegam primeiro que as outras frutas de caroço e me deixam enlouquecida pois a temporada é curtíssima. Mas por enquanto o jeito é ter paciência. Olho a previsão meteorológica todo santo dia, na verdade várias vezes por dia e apesar da manhã ter sido escura e ter chovido canivetes, o sol apareceu discreto no meio da tarde e promete ficar num esconde esconde ente nós e as nuvens por alguns dias. Como as temperaturas máximas ficarão em torno de 20ºC, já renovei meus ânimos, pois muitas mudanças boas irão chegar.

18 thoughts on “sem título [enquanto espero]”

  1. Sempre te visito mas nunca comento… mas hoje foi impossível não comentar. Esse texto poderia ter sido escrito por mim, sentimentos compartidos 😉 Aqui na Espanha estamos vivendo a mesma sensação, de um inverno que não quer ir embora, que já tá longo demais, de frio histórico, nevadas y chuvas de granizo fora de hora (em pleno domingo de páscoa tudo ficou coberto de gelo!). Coisa estranha a natureza atualmente…
    Que podamos tirar o bolor das sandálias já! Espero ver em breve fotos de dedinhos de fora!
    Saludos ibéricos,
    Bel
    R: que bom que comentou, Bel! pode contar, que vou tirar muitas fotos de pés com sandalias, quando finalmente puder usa-las! beijo

  2. Adorei este post poeticamente climático, Fer. O moço do tempo disse que vai fazer sol a semana toda e eu fiquei muito feliz com a noticia. Depois de um inverno daqueles 20 graus é para celebrar, né não.
    Beijoss

  3. Ahhh, eu te entendo… ontem resolvi usar minhas sapatilhas e por um segundo achei que meu pé ia gangrenar! rs mas tb fico feliz com as toneladas de aspargos e com as cerejeiras e macieiras super floridas! um abç!

  4. Nega, como voismecê tá iscrivinhando bonito, Deus esteja! Por cá é o verão que teima em permanecer, hoje fui caminhar ao meio-dia pra espantar uma deprê que anda querendo fazer pouso sobre mim, mas fazia um calor dos infernos, suei tanto… à noite mal-e-mal um friozinho, nem dá pra botar a colcha na cama, só mesmo o lençol – e olhe lá, que de manhãzinha já o arranco!!! Nega, um link pra você se divertir um bocadinho, baixaria na TV, ao vivo e em cores, muchos besitos & saudades! Lu

  5. Esse post e mais os comentários todos me deram uma inveja danada, porque aqui no Brasil o nosso outono tão parcamente definido no sul e sudeste apresenta mais dias ensolarados do que nublados e eu adoro dias nublados ou de sol pálidos com ventos gelados e como você Fer consulto a previsão várias vezes ao dias esperando dias mais frios (sim sou estranha!), e como queria ser como a Ligia que de repente passou a preferir o verão, eu sou do frio, sonho em me meter por uns bons dois anos num pais muito gelado ou viver uns cinco anos de inverno a inverno pra poder ver se enjoo de vez do frio.Enquanto isso vou consultando a previsão daqui e daí e me refrescando no frio de vocês.
    Beijos brasileiros e calorentos pra esquentar esse teimoso inverno que insiste em ofuscar a prima Vera!

  6. Nem me fale…. essa primavera esta’ ridicula, creio que em tudo que e’ canto aqui pelos US of A
    entrei em antibioticos ontem, sinus infection (not fun)
    e o fim de semana sera’ de chuvas, vamos ver se com ou sem tornados (sigh)
    Lindas suas fotos, adorei seu casaco

  7. olá!!
    depois de uma longa ausencia,estou de volta!!
    parece que todos aqui estão no hemisfério de cima!!
    só eu aqui em baixo! rs!rs!
    depois de tantos anos esperando pelo inverno, cheguei à conclusão de que não gosto mais dele!
    ele timidamente já deu as caras por aqui na ultima semana( a semana toda)e eu não gostei muito!
    já estou com saudades do verão, que foi muito quente é verdade, mas foi maravilhoso!! pouca roupa, rasteirinha, “havaianas”(chinelos),muito sol e céu azul! agora vem o frio, que pra nós é “friozinho”, mas vamos encará-lo com bom humor com tudo que ele tem tb a oferecer!!
    feliz verão pra vcs!! aproveitem!!
    abraço Fer

  8. Depois de tantos dias de ausência forçada, vim interirar-me das novidades. Infelizmente a Primavera incomum também se passeia por aqui. Hoje foi um verdadeiro dia de Inverno com trovões e trombas de água com granizo. Até assustou…
    Cometi o erro de semear courgettes e beringelas, a semana passada tivemos dias de Verão com temperaturas acima dos 25ºC, agora voltou o frio gelado. Acho que com tanta água que caiu esta semana, as sementes vão apodrecer!

  9. Ontem achei que estava o maior sol e resolvi me aventurar a ler no sol. Saí e entrei em menos de 1 minuto, tamanho vento que estava lá fora. E o pior, é que o vento continua geladíssimo. Mas as flores já estao lindas por aqui. Minha cerejeira ta toda florida. beijo e saudades

  10. Também sou assim. Ontem mesmo, enquanto fazia um risotto de frango, estava pensando que não via a hora de comer mais grelhados, peixe, de acender a churrasqueirinha – pequena mesmo – no quintal. De como apesar de adorar pies, ensopados, assados com batatas, risotto, de como quero comer “leve” de novo.
    E hoje, de como esta primavera já está começando a me dar nos nervos, o dia está gélido. Começou bem, mas desde sábado que preciso novamente do cachecol, que já ia lavar para guardar.
    Enfim, que venham as boas novas e os dias longos!
    Um beijo,

  11. Olá, boa tarde !
    “enquanto espero” já me parece um bom titulo. Pq por causa desse tempo, que vc descreveu, esta a espera de tempo bom, boas novas… É inacreditável, como a mais simples das fotos que vc tira, me encanta. Um grande abraço.

  12. Olha me senti na sua pele agora…moro na Irlanda e passo por isto tb, este frio que teima em ficar!! Aqui a primavera já deu as primeiras flores e abre um sol lindo no inicio do dia, mas te faz morrer de raiva depois pq vc achou que ia “esquentar” e nada, lá esta o frio te fazendo continuar com suas botas =(
    Tb me visto em camadas e tem dias que chego a contar 15 peças de roupa no corpo, como pode isto?! Que saudade de colocar um vestidinho leve e um rasteirinha…
    Sabe que eu acho que a tal alegria do brasileiro é aquele sol o ano inteiro, acho mesmo.
    Ahhh, fui na Alemanha estes dias e lembrei do seu blog enquanto comia Chucrute com Salsiha =D
    Bjos e espero que faça calor logo nestes mundos nosso..

  13. Fernanda,
    vivo aqui em Istambul e ontem mesmo pensei sobre isso tudo que vc escreveu aqui: também ando em compasso de espera, mas, ao contrário de vc, nao me atrevi ainda a guardar nenhuma roupa de inverno. nesta primavera o frio insiste em permanecer, apesar dos dias azuis. por aqui os morangos já apareceram, ainda que nao tão bons. damascos ainda não deram as caras, mas as ameixas amarelas, conhecidas aqui como erik de malta, já fazem a minha alegria. o que aguardo ansiosamente mesmo, sao as cerejas!
    um abraço e bom final de primavera invernal para nós!

Deixe a sua pitada: