ainda era inverno
[nos pomares de amêndoas]

pomar de amendoas
pomar de amendoas pomar de amendoas
pomar de amendoas
pomar de amendoas pomar de amendoas

Saímos para dar um rolê pelas fazendas de amêndoas da minha região, porque eu achava que à esta altura as árvores já estariam floridas. Durante o inverno todos os pomares de amêndoas, nozes, castanhas e pistaches ficam com essa cara de desolação acinzentada. Mas quando as árvores começam a florir, é um espetáculo. Infelizmente fizemos esse passeio com uma semana de antecedência e foi só isso que encontramos—corredores e mais corredores quase infinitos de galhos cinzas. Bem diferente dos mesmos pomares no final do verão, próximo da colheita, quando as árvores ficam abarrotadas de frutos.

Levei minha câmera, mas quando vi que não havia nenhuma florzinha no horizonte, desanimei e fiz esses cliques com o celular mesmo. Tenho que admitir que ando usando pouquíssimo a câmera, encantada que estou com as inúmeras possibilidades de interatividade que o celular me proporciona. Virei uma iPhone Photo Junkie e nem vou mentir.

10 comentários sobre “ainda era inverno
[nos pomares de amêndoas]”

  1. Aqui em casa eu sou nozes e Re amendoa ,tem um pe de nozes bem em frente ao estacionamento do meu servico ,agora pe de amendoa eu nunca tinha nem sequer imaginado , bem no inverno tudo fica assim mesmo ne ,mais logo logo estao verdinhas rsrsrs.
    Fer as fotos com iphone estao otimas viu .
    bjim

  2. Fer, adoro quando vc posta essas fotos de árvores que não tem por aqui. Amei as fotos que vc postou a um tempo atrás de nozes e amêndoas (mostrei para um monte de gente). Fiquei curiosa com a base dessas árvores, mais escura e mais larga. Elas são naturalmente assim ou é feito algo para que aumentar a produtividade ou reduzir pragas? Beijos!
    PS: iPhone é um vício mesmo. Um conselho é que vc nunca em hipótese alguma, baixe joguinhos. Para mim é tarde.
    R: Marcia, as fotos daquelas arvores com os frutos estao no link deste texto. não sei por que os troncos sao “depilados” assim. vou perguntar pro meu marido, se ele souber, conto aqui! Com relacao a jogos, sou imune a eles, pois detesto qualquer um, nao tenho nenhum no iPhone, desse vicio estou livre! 🙂 beijo

  3. Amei as fotos. Assim pude conhecer uma fazenda com amendoeiras, já que não as temos por aqui. Como as plantações são caprichosas com os corredores gramados pelo meio. Valerá à pena voltar lá para vê-las floridas, realmente deve algo para suspirar de emoção.
    Ani

  4. Boa tarde, o frio esta indo embora dai e vindo para ca, as temperaturas estao caindo bastante aqui,as fotos estão belísimas, pois nos mostra o quanto a natureza e sábia, pois sem as folhagens elas aguentam a neve,e da até um ar romântico, lembra da flores que vc, postou ja sabe o neme, vi umas fotos que me enviaram do Japão e parecia com ela la era ameixeira. beijos, (diu)
    R: é verdade Diu, esquenta aqui, esfria ai, né? ainda não descobri o nome daquela flor. um beijo

  5. Fer, também me descobri uma “iPhone Photo/Film Junkie” noutro dia, quando consegui filmar com meu celular, para mostrar para minha filha que está fora do Brasil, parte do casamento da melhor amiga dela, na belíssima capela da PUC aqui em Sampa. Fiquei até emocionada, depois, com a qualidade do filme. A propósito, sua fotos estão excelentes sobretudo porque mostram a altivez sem prurido das árvores esperando pacientemente o renascimento na festa da primavera.
    R: Lea, que bom saber que você também é do “clube”. um beijo!

  6. Fer,
    Que diferença com o outro post!
    O outro está luminoso e este bem invernal!
    Semana que vem voce irá lá de novo? Para registrar a florada?
    Beijo
    R: you betcha! 😉 bj

  7. gente, nada a ver com o maravilhoso post (aliás, como todos os outros). Mas alguém pode me ajudar com a tradução para o inglês do termo “banho-maria”?
    obrigada 🙂
    R: hot water bath?

  8. Olá
    Para mim as fotos estão lindas e acho o cenário ‘desolador’ de galhos secos infinitos muito, mas muito bonito mesmo. Em tudo dá prá encontrar um significado. Só faltou mesmo foi um lindo céu azul para criar um antagonismo à dormente vitalidade das árvores.
    (Acho que acordei meio poética…rsrsr)
    Abraços,
    Cláudia

Deixe a sua pitada: