sorvete de leite queimado

geladoleitequeimado_1S.jpg

Vou inaugurar a estação dos sorvetes mais cedo este ano, tudo por causa do Alex Atala. Pra dizer a verdade eu nunca paro de fazer sorvetes. Mesmo no inverno, eu faço uma receita aqui e outra ali, quase sempre repeteco. Mas desta vez é uma receita especial. Tudo começou quando li este texto do Luiz Américo comentando o restaurante D.O.M. do Alex Atala. Elogios pra cá, elogios pra lá, chego no final do quarto parágrafo e leio as palavras mágicas—sorvete de leite queimado.
Nunca comi nos restaurantes do Atala, não tenho o livro dele, nem sei muito sobre ele, tirando o fato de que ele é considerado um dos chefs mais inovadores da gastronomia brasileira, usando ingredientes nativos de maneira criativa e inusitada. Imagino que tudo o que ele inventa e prepara deve ser superbacana, porque alguém que faz um sorvete de leite queimado só pode ser um gênio.

Pra mim, leite queimado é uma viagem de memória de volta à minha infância. Bebi tanto desse nectar tão simples de preparar, que funcionava até como um placebo para aplacar todos os achaques de criança super ativa e endiabrada. Remédio pra que, se podíamos beber um xicrão de leite queimado fumegante?

Pois com esse gosto de infância feliz reavivando meu paladar, me meti a preparar um sorvete de leite queimado. Não deve ser complicado, pensei. E não foi. E ainda por cima, esse gelado fenomenal saiu da sorveteira denso e cremoso, prontinho para ser atacado por colheradas ansiosas.

1 xícara de leite integral
5 colheres de sopa de açúcar mascavo escuro
[se preferir mais doce, use 6 colheres]
1 xícara de creme de leite fresco
1 colher de chá de alguma bebida alcóolica, licor de café, vodka, eu usei pinga de banana [opcional]

Numa panela, coloque o açúcar e leve ao fogo médio. Sempre vigiando deixe o açúcar derreter até fazer um caramelo. Use uma colher de pau e vá mexendo a panela com cuidado pro caramelo não queimar. Quando o açúcar estiver todo derretido, jogue o leite. O caramelo vai empedrar. Vá mexendo com uma colher de pau ou batedor de arame até o caramelo derreter totalmente e o leite ficar cremoso. Desligue o fogo, coloque o leite queimado numa vasilha, junte o creme de leite, mexa bem e leve à geladeira. Quando o liquido estiver bem gelado, junte o alcóol e coloque tudo na sorveteira. Vinte minutos depois, remova o sorvete da sorveteira, coloque num recipiente de vidro com tampa e guarde no congelador até a hora de servir.

24 comentários sobre “sorvete de leite queimado”

  1. Minha filha estará voltando de São Paulo em breve. Como diz minha querida Geisa, “tua filha é beeeeem tranqüila”…
    Para que essa cachaça consiga chegar até mim, será que você me diria o nome dela? Bjs Cris Stein
    R: no rotulo diz aguardente de banana – brasileira refinada, so isso. nao deve ser dificil de achar no free shop.

  2. Fer,
    Recebi hoje a revista trimestral da Nestlé aqui em SP (edição 45), e veio uma receita de sorvete de erva-doce fresca com maçã que me fez lembrar imediatamente de você. Olha que coisa diferente..! Basicamente, faz-se um purê c/ a erva-doce e água no liquidificador, e leva-se ao fogo com as maçãs e suco de limão.Porém, eles acrescentam leite condensado e creme de leite, deve ficar MUITO doce. Acho que, com creme de leite fresco, iogurte e mel ou melado de cana, deve ficar mais gostoso!
    Se quiser, escaneio a receita e te mando por e-mail (me indique o seu).
    Abraços,

  3. Fer, será que dá para fazer esse sorvete sem ser na máquina de fazer sorvete? Vc poderia me dizer como faria? Obrigada! Beijos.
    R: dá mais trabalho, mas é possivel sim. coloque no congelador, deixe dar uma congeladinha, remova e bata bem com uma colher de pau ou batedor de arame, retorne ao congelador. faça esse procedimento mais umas três vezes, até o sorvete ficar cremoso. bjo

  4. Fer, mais uma deliciosa dica de sorvete para testar! Estou totalmente in love com a minha sorveteira, há quase um ano ganhada e muito, muito bem usada!
    Sabe que foram seus sorvetes que me fizeram comprar a sorveteira? Não dava para ler e ver tanta coisa linda e não fazer aqui! Não me arrependo nadinha!
    A sugestão já está anotada!
    Beijos!

  5. Nega, a cara desse sorvete tá a coisa mais convidativa desse mundo! Tá com cara de sorvete de café, me fez até sair pra comprar sorvete! Deve ser bom poder fazer sorvete em casa neh nega? Não entram todas aquelas químicas na preparação… sai muito caro uma sorveteira por aí? Por aqui, acho que são poucos os que já têm… BeijÃO, nega!

  6. Olá Meninas! Tb é o truque lá de casa para dourar o arroz-doce, prato que amo de paixão. Está na minha lista de Confort-Food. Beijoka à todas.

  7. nunca tinha ouvido falar de leite queimado. mas li o post original e corri pra cozinha fazer. veio em otima hora porque estou com tosse e minha mae insiste em um chazinho para tirar a friagem… vamos ver se o leite faz efeito! mais pra frente testarei a receita do sorvete 🙂

  8. Agora esta’ claro: voce vem conspirando ha’ tempos para que eu compre a bendita maquina de fazer sorvete. E esse foi um golpe cruel: sorvete de leite queimado! Me trouxe (literalmente) lagrimas aos olhos, lembrar da minha mae fazendo leite queimado antes de eu ir dormir, nas noites de gripe, tosse, dor de garganta…
    quanto tempo!
    amei esse post…

  9. Fer, era a receita que me faltava pra quando chegar em casa hoje à noite!!! Tô com água na boca, já querendo ir logo embora!

  10. Fer
    Passo por aqui quase que diariamente, pois este foi o primeiro de muitos blogs de brasileiros expatriados que comecei a acessar desde que vim morar nos EUA temporariamente, e além de me divertir mui…to, aprendi mui..to tb. Sem saber vc me salvou inúmeras vezes, pois no início ficava quase louca procurando detdas coisas no supermercado sem saber o nome do “bendito”em inglês” e sempre me valia de suas dicas, além do que experimentei muita coisa que nunca tinha visto ou comido e simplesmente aprovei tudo. Em abril estarei de volta ao Brail e estou levando na mudança muitos ingredientes diferentes na mudança. Sou fã de carteirinha de suas postagens – textos, fotos,receitas… – nem sem dizer em qual deles vc é melhor.Acho que se um dia resolver publicar alguma coisa será sucesso garantido.
    Fer, se não for muito abuso, gostaria de consultá-la sobre um outro assunto(dica de viagem dentro da Califórnia), e como não é esse o objetivo deste espaço, gostaria de saber se entraria em contato comigo através do meu e-mail para me dar algumas dicas.
    Agradeço de qq forma
    Bjs

  11. Fer, o mais legal é ver uma idéia do Atala por aqui e pela primeira vez! Muito bom e a fazer!!
    Quanto a cachaça de banana, a Musa faz e tem no sex shop.
    Abs
    R: Edu, fiquei louca por essa cachaça, meu irmão trouxe de presente pros sogros do meu filho, dai pedi uma pra mim. 🙂

  12. Nossa, minha mãe também fazia esse leite, ai que saudade!
    A variante do leite queimado era chá com açúcar queimado: derrete o açúcar em uma panelinha, coloca a erva pra dar gosto no chá (ramos frescos de hortelã, poejo ou erva-cidreira), depois joga água e mexe até o açúcar dissolver: fica um chá dourado, docinho e totalmente delicioso, a gente tomava esse quando estava com gripe, pois minha mãe dizia que era bom para os pulmões :o)
    R: Yara, que ideia bacana essa do chá! vou fazer, obrigada!

  13. De tanto leite que eu bebi em criança (ao ponto de dar com a minha mãe em doida e ela ameaçar atirar-me pela janela fora se eu não parece de berrar por leite de 2 em 2 horas) enjoei completamente. Hoje só como os derivados: manteiga, queijo, iogurte e sorvetes, claro 🙂
    Ainda por cima o sabor de caramelo é um dos meus favoritos!

  14. Oi tudo bem, desculpe eu perguntar que país vc mora, fiquei curiosa, pois sei que não esta aqui, é que eu nunca ouvi falar de pinga de banana, estou curiosa, esta pinga é brasileira, ha o bolo de Absinto, substitui pelo Arak ficou uma delícia, mais o de ruibarbo infelizmente tenho que compra no Santa Luzia e pagar caro, pois estou curiosa e louca para fazer,beijos, até(Diulza)
    R: oi Diulza, eu moro na Califórnia, EUA. essa pinga de banana parece que só vende no duty free shop, pra quem sai do Brasil. foi meu irmão que me trouxe de presente, tem um cheiro delicioso de banana. que bom que o bolo deu certo. se voce acha que vale o investimento do ruibarbo, manda bala! 🙂 um beijo

  15. o leite queimado da minha mãe é tão gostoso que chega a ser medicial… daqueles que curam as dores do corpo e da alma! =)
    o sorvete tem uma pintaaaaa! parece delicioso!
    R: leite queimado de mãe É remédio, Joana! 🙂

  16. Oh q delicia Fer, deve dar uma reminiscencia de doce de leite, nao?!
    Vou salvar essa p/ o calor, sei q aqui vao adorar!
    Beijos!
    Ana
    R: sim, tem um quê de doce de leite sim! muito bom, Ana! beijo,

  17. Não conhecia por esse nome, mas esse é o truque do arroz-doce da minha mãe, o melhor que eu já provei (quer dizer, nunca fui no rice to ritches) e sem o uso de leite condensado ou creme de leite: açúcar queimado, leite, arroz, paciência para cozinhar e só.
    R: genial, Marcia! vou ter que testar essa ideia qualquer dia.

Deixe a sua pitada: