nas compras da semana

Há mais ou menos três anos resolvi centralizar a maioria das minhas compras num só lugar. Costumava ficar pulando de galho em galho, até que percebi que o melhor estava bem ali na minha frente, ou melhor, à poucos blocos da minha casa. Escolhi fazer a maioria das minhas compras Co-opno Co-op de Davis por inúmeras outras razões, além da proximidade. Primeiro, porque este supermercado é uma coperativa. Isto é, posso pagar uma anuidade e ter algum poder de decisão no que acontece por lá. Eu posso votar para eleger a administração, tenho uma pequena parte nas ações e recebo um desconto de 5% em todas as compras. Mas ainda não é só por isso, mas sim porque também no Co-op eu encontro tudo o que quero e preciso. Por exemplo, o leite orgânico de uma fazenda local, a Straus Family, que vem em vidros retornáveis e não em plástico ou caixa de papel. E os pães da melhor padaria de Davis, ou do Napa ou as delicias da Acme Bread de Berkeley. O Co-op se esmera para oferecer produtos locais e orgânicos, sustentáveis, fair trade e únicos. O seu açougue é o único em que eu confio para adquirir carnes de animais criados num sistema humanitário. E só lá posso comprar banana fair trade, sem falar que eles têm a melhor e mais variada seção de produltos a granel [bulk] e uma imensa oferta de produtos de banheiro e beleza alternativos. Alías, prefiro o Co-op porque muitos produtos eu só consigo achar por lá.

co-op2S.jpg

Faço uma visita ao Co-op uma vez por semana. Costumava ir mais vezes, mas felizmente consegui me organizar. Combino minhas compras no Farmers Market e Co-op, com pulinhos aqui em outros poucos lugares. Estou contente com a minha decisão de centralizar minhas compras num supermercado onde me sinto completamente satisfeita e confortável.

O Co-op é pequeno e passou por umas reformas sem fechar, quando tivemos que ter muita paciência com a confusão. O chão continua desfeito, mas ninguém parece se importar muito com esse detalhe. O ambiente lá é tão acolhedor, que quando entro em outros supermercados maiores, me sinto perdida e intimidada. Se bem que qualquer supermercado aqui vai te proporcionar uma experiência magnifica de compras, com prateleiras cheias de produtos variados e maravilhosos, ambiente super lindo e muito bem iluminado, funcionários bem humorados e gentis, eteceteráeteceterá. Mas pra mim, lugar nenhum tem a atmosfera do Co-op. Somente talvez, outro Co-op.

co-op3S.jpg

Vou chover no molhado escrevendo novamente tudo o que já escrevi anos atrás sobre o tal supermercado do tomatão. Mas é sempre assim, se você parar qualquer funcionário pra fazer qualquer pergunta, vai receber uma atenção tripla, talvez até uma aula ou com certeza uma tour. Na hora de pagar, os caixas sempre conversam com você [e entre eles] e, no meu caso fazem comentários elogiosos sobre a minha roupa e sobre a minha cesta e sacolas ecológicas, além de sempre comentarem ou fazerem perguntas sobre as suas compras. Nem sempre tem alguém para colocar os produtos nas suas sacolas, mas tem sempre gente interessante te dando dicas, puxando papo e comentando que aquele pão de canela que você comprou deve ser absolutamente delicioso, mas também super saudável, pois você sabia que a canela está sendo considerada o novo tempero super-poderoso do momento?

9 thoughts on “nas compras da semana”

  1. Adoro o seu blog! Apesar de quase nunca comentar o visito quase todos os dias…
    Olha senti uma inveja branca daquelas, aqui onde moro (interior do Paraná) a maioria dos supermercados agem como se estivessem prestando um favor para você. Isso me deixa revoltada.
    Abraço grande
    R: que bom que comentou, Ana! mas esse estilo de comercio está condenado, viu? quem nao se adaptar perderá freguesia, isto é certo. pra conquistar cliente, não pode ser rude. beijo

  2. Bom Dia,
    Sempre estou atenta ao seu blog, pois me identifico. Sou uma brasileira morando na California. Me interessei pelo sistema cooperativo desse supermercado. Vc sabe se existe alguma coisa em Southern Ccalifornia,precisamente em Orange County onde moro, de qualquer maneira vou dar uma bizolhada na internet.
    Super obrigada pela dicas e deliciosas receitas.
    Thais
    R: oi Thais, com certeza tem Co-ops por ai sim. dá um search no google.

  3. Fer, concordo, pode ser a Co-Op sua ou os family markets onde eu compro (eu nao concentro em um soh lugar). Eh incrivel como somos tratados com gentileza, simpatia, atencao. Tanto que na epoca das festas KC + eu escolhemos algum funcionario (aleatoriamente) pra dar um extra gift, soh porque queremos agradecer:):)
    Bjs amiga, e Otima semana,

  4. Que lugar lindo… e a impressão que tenho é de que ali simplesmente não existe o tal apelo ao consumo desenfreado-exagerado-desesperado, tão habitual em qualquer outro mercado do mundo!
    =D
    Vontade de montar um mercado assim!
    AbraçoBeijukka!!!
    P.S. : e o Misty? tá bonzinho??? cafuné pra ele e pro Roux!!!
    R: Jux, manda bala! alguem tem que começar, né? 🙂 Misty e Roux estao bem e mandam miarsss e ronrrons para você! beijo 🙂

  5. Fer,
    Que belo lugar hein !!!
    Sonho em ter um lugar assim! Quem sabe um dia ne?
    Por enquanto vou continuar curtindo suas historias maravilhosas.
    Beijo,

  6. Que bom Fe, quando voce relata essas experiencias. Me traz conforto na alma por devolver uma esperança no ser humano. Saboreie cada minuto vivido ai, porque voce sabe, no Brasil tudo isto é UTOPIA. Aqui o capitalismo é muito selvagem e entorpece os sentidos.
    Em outro comentário que fiz, esqueci de dizer que tambem aprecio muito suas fotografias.

  7. Morro de inveja…. Mas, que bom que voce tem acesso a essas coisas ai’ na California, porque sei que a California e’ o melhor exemplo a ser seguido, e logo logo (bom, talvez demore, mas um dia chega) esse tipo de preocupacao vai “contaminar” o resto do pais
    A gente aqui faz o que pode – temos agora UM acougue na cidade que vende carne de fazendas da regiao, humanely raised. E’ um comeco, e damos todo o apoio possivel.

Deixe a sua pitada: