peixe com crosta de parmesão

peixe-ervilhaorzo_1S.jpg
A presença do peixeiro na entrada do Farmers Market dos sábados acabou instituindo informalmente este dia como o dia de comer peixe. Sempre dou uma olhada no que ele tem por lá. Mas se você não for bem cedo, fica sem muita escolha, pois os peixes são vendidos a toque de caixa. No último sábado tive apenas duas opções de peixe branco, além dos caranguejos. Comprei filés de bacalhau e fui atrás de alguma receita interessante. Queria algo rápido, simples e diferente. Encontrei essa de parmesan-crumbed fish with crushed pea risoni, que me animou por proporcionar também o acompanhamento, revertendo numa refeição completa.
1 xícara de farinha de pão [feita na hora se puder—faço a minha com bolachas integrais que pulso no mini-processador]
1 xícara de queijo parmesão ralado bem fininho
2 colheres de sopa de raspinhas de casca de limão
120 gr de manteiga derretida
4 filés de peixe
farinha de trigo para polvilhar
2 ovos batidos
1 xícara de risoni [*também conhecido como orzo]
1 xícara de ervilhas congeladas, fervidas, escorridas e levemente amassadas com um garfo
2 dentes de alho picadinho
1/4 xícara de suco de limão
1/2 xícara de folhas de hortelã fresco
Fatias de limão para servir
Pré-aqueça o forno em 425°F/ 220°C. Coloque a farinha de pão, o queijo, as raspas de limão e 80 gr da manteiga derretida numa vasilha e misture bem. Polvilhe os filés de peixe com a farinha de trigo, removendo qualquer excesso. Passe os filés pelo ovo batido e depois pela mistura de queijo e pão. Coloque numa forma forrada com papel alumínio e asse por uns 15 minutos ou até o peixe ficar bem cozido.
Cozinhe o risoni [orzo] em bastante água com sal, até ficar al dente. Escorra. Retorne o risoni para a panela, junte o restante da manteiga, as ervilhas cozidas e amassadas, o alho e o suco de limão e refogue em fogo alto por uns 2 minutos. Junte as folhas de hortelã e sirva acompanhado dos filés de peixe.

10 comentários sobre “peixe com crosta de parmesão”

  1. Ola, faz algum tempo que venho acompanhando seu blog e quase todos os dias eu entro pra ver o que tem de novo. Gosto muito das suas receitas porem, nunca tinha feito nenhuma. Ate que hoje quando resolvi vir aqui para procurar uma receita de peixe achei essa aqui. Fiz na janta e eu e meu esposo amamos. Ficou tudo muito bom, a unica diferenca foi que optei a nao usar as ervilhas, mas fiz um brocolli no vapor e ficou muito bom.
    Obrigada pela receita. E Parabens pelo seu blog!
    R: obrigada, Leticia! fiquei muito feliz de saber que voce fez a receita e gostou. um beijo

  2. Oi Fer,
    Mais uma receita que vejo hoje aqui e adorei.
    Gostei da dica das torradas integrais no processador pra fazer a farinha de rosca. Eu sempre faço em casa (até porque aqui na Holanda nunca encontrei pra vender), mas eu faço torrando o pão e depois usando o rolo de macarrão pra triturar. Vou experimentar agora com as torradas e o processador.
    Obrigada!
    Beijo,

  3. Aqui infelizmente so’ tenho acesso a peixe congelado – com poucas excecoes, salmao e truta por exemplo, as vezes um ahi tuna
    gostei da ideia de fazer no forno ao inves de fritar – nao sabia que funcionaria tao bem
    (e adoro orzo…. )

  4. Fer, ia dizer que este era o arroz mais bonito que eu já tinha visto. Super soltinho e de grão longo 🙂 Afinal é orzo he he Mas ficou fantástico nesse lindo prato florido! Uma pena eu nunca ter provado bacalhau fresco, deve ficar super saboroso preparado deste modo 🙂

Deixe a sua pitada: