gelado de banana
flambada ao rum

sorvete-bananacaram_1S.jpg
Fazia um tempo que uma idéia estava me cutucando. Eu queria tentar fazer um sorvete com bananas flambadas ao rum . Eu adoro banana e já tinha feito sorvete com essa fruta duas vezes, mas nunca com ela cozida. Faça uma frigideira com quatro bananas cortadas ao meio. Coma metade das bananas flambadas e coloque a outra metade na geladeira para esfriar e gelar. Depois que gelar é só colocar as bananas no liquidificador, acrescentar 1 xícara de creme de leite fresco, 1/2 xícara de leite integral e uma pequena dose extra de rum. Bater bem e colocar na sorveteira. Bananas nunca falham, ficam sempre deliciosas!

11 comentários sobre “gelado de banana
flambada ao rum”

  1. Adorei a idéia. Corri na cozinha,peguei as bananas mais maduras, segui sua receita e ainda joguei um pouco de castanha picadinha. Oba! Sorvete depois do almoço!!
    bjo
    R: êeeba! 🙂 beijoo, Fer

  2. Doces com banana sao tudo de bom! E eu acho que dao de 10 x 0 em qq outro com maça, por exemplo.
    E olha que eu gosto muito dos dois!!
    Mas, ultimamente, ando meio “de mal” com elas, sabe?…
    Pq por causa do potassio, eu estou comendo banana nanica ha anos e por obrigaçao pura.
    E a danada tem que estar crua, qdo so me andaria, agora, cozida em doces.
    Pois batida em sucos, com leite e mais outras tranqueiras que até que disfarçam bem, nem assim me vai mais…
    Jogo duro!
    Bjs!

  3. Oi Fer,
    Sabe que esta receita me lembrou a do sorvete de banana frita que a antiga sorveteria Morais, de Ipanema, vendia! Não havia rum na massa, mas acho que eles acrescentavam um pouco de canela… Talvez adaptando esta sua… hummm.
    Bjs

  4. Como voce ja’ deve saber, eu sou do time da Roberta, tenho paixao recolhida por suas loucas!
    essa e’ demais, sei la’ aonde voce encontra tanta coisa maravilhosa… but keep the good work! 🙂
    R: Sally, a maioria das louças que figuram por aqui são itens achados em thrift stores. 🙂

  5. fe amei a receitinha ,super pratica ,tb adoro bananas ,mais aqui temos apenas uma qualidade acredita? ainda assim por que sao importadas das filipinas ,nao tem comparacao com as bananas do brasil.
    ps: adoro suas loucas ,muito lindas .
    bjim
    Roberta, somos duas! e aqui tambem impera a banana nanica, embora ache-se a plantain [da terra]. mas eh so. as que eu compro vem do Peru e sao organicas e fair trade, porque comprar banana em pais desenvolvido geralmente significa que ela veio de paises com exploracao de mao de obra barata. o fair trade me faz sentir melhor, pois nao vivo sem banana!! 🙂 um beijo, Fer

  6. A banana que a ana falou deve ter um sentido fálico he he Se assim for, pelo que dizem, algumas bananas falham 🙂
    Eu não gosto muito dessa fruta ao natural, mas nos bolos, sorvetes, panquecas e etc eu adoro 🙂
    R: ha ha ha! eu como uma banana todo-santo-dia. fico me sentindo estranha se nao como minha bananinha matinal. espero que ninguem dê interpretacoes falicas para isso que estou contando–ha ha ha!

  7. Oi Fer.
    Adorei o sorvete, adorei os passos da receita: comer a metade e o resto usar.
    Mas gostei mesmo foi da frase “bananas nunca falham”.
    Ela lança múltiplos e múltiplos sentidos….tô aqui com cara de banana dando risada.
    Beijos.
    R: Ana, essa eu nao pesquei e to aqui com uma cara de banana com uma interrogacao na testa. 🙂 beijos, Fer

Deixe a sua pitada: