a última leva

more_book_1s.jpg
Eu compro livros compulsivamente, embora meu tempo para leituras seja bem limitado. Mas já tendo os livros nas estantes, me organizo para ir lendo aos poucos, em etapas, conforme vou sendo direcionada por curiosidade, dúvida ou interesse. Essa leva de livros chegou há duas semanas. Ja folheei todos, até marquei algumas coisas interessantes, mas ainda não consegui ler com mais cuidado e por algumas coisas em prática. Os dois do Mark Ruhlman já são bem conhecidos e achei Ratio bem interessante [so far]. O The Flavor Bible foi recomendação da Elise e recomendação da Elise pra mim é ordem! Achei bem legal, pelo que já vi. Os autores dão inúmeras possíbilidades de combinação de ingredientes. Acho que Ratio complementa The Flavor Bible, um dando as proporções básicas para algumas receitas e o outro abrindo um horizonte extremamente amplo para combinações de sabores. E o último, Vefa’s Kitchen, outro volumão da editora Phaidon, todo dedicado à culinária grega. Como os outros livros dessa editora, o Vefa’s é lindo, cheio de fotos e receitas maravilhosas. Vou precisar de tempo para examiná-lo com cuidado, mas só uma passada os olhos pelas centenas de páginas já foi suficiente para marcar várias receitas.

7 comentários sobre “a última leva”

  1. Fer,
    Comprei um livro bem gostosinho de ler. Metade estórias da autora e metade receitas. Acabei as estórias. Menos receitas “salgadas”, mais bolos, tortas…. Assim achei…
    Pousada da Alcobaça – Laura Góes.
    Beijos
    Paola
    R: Paola, ja vi esse livro que eh lindo, com projeto grafico da Mariana Newlands! beijo, Fer

  2. Fer Querida,
    Se não tivessemos mais nada em comum teriamos com certeza esta paixão pelos livros 🙂 depois de você falar nele já fui comprar o “What we eat when we eat alone” mas ainda não comecei porque estou a acabar o “The sweet life in paris” do David Lebovitz que é bem leve e divertido.
    Um Grande Abraço,
    Carlota

  3. POis é Fer,
    Aqui nós temos problemas pra comprar livros.
    Primeiro pq não traduzem metade dos maravilhosos livros que têm aí..
    Quando o fazem custam muito caro!!
    Eu ainda estou namorando o da Heidi swanson…
    Entrou na minha lista dos “tenho que comprar”
    Oxalá eu pudesse dar uma pulinho em uma livraria daí hehehehe!
    Grande abraço
    Kaka

  4. Fer, tenho o Ratio e estou roidinha por não ter mais tempo por enquanto para explorá-lo direito. O de comida grega não conheço, mas fiquei curiosa.
    Já os outros dois folheei e não comprei. Tinha o The Flavour Bible na minha lista e quando estive nos EUA agora em Junho estive com ele uns bons 10 minutos, folha para a frente, folha para trás. Resolvi não comprar, fiquei um bocadinho desiludida. Não sei bem o que é que eu esperava, mas não era isso. Achei que podia ser bem interessante se não tivesse uns outros 1000 livros que me interessam também e que passaram à frente desse. Achei que ia usar pouco. Mas fiquei com a referência, para o futuro.
    Já o Elements of Cooking do Ruhlman achei fraquinho. Básico, cheio de coisas óbvias para quem cozinha habitualmente, mesmo não sendo especialista na matéria. Pareceu-me, sinceramente, uma forma de o Ruhlman fazer render o crash course que fez na CIA. Enfim, posso estar enganada, mas foi isso que eu achei.
    Mas os livros aí são baratos mesmo. E com outra vantagem. O mercado aí é tão grande, mas tão grande que há espaço para nichos que cá nem sequer chegam. Nenhuma livraria cá tem uma secção de ficção gastronómica ou culinária. Aí foi onde eu perdi mais a cabeça 🙂
    Um beijo (com saudades!)
    Mariana
    R: Mariana, tambem achei a primeira vista o Elements meio basico, mas pode ter alguma utilidade. o Bible tambem nao me fisgou de paixonite, mas a Elise me recomendou, entao preciso arrumar tempo para explora-lo melhor. so que agora estou ocupadissima, gastando meus parcos minutos de leitura diária com um outro livro, sobre o qual escreverei uma nota em breve. beijo, Fer

  5. Confesso que fico invejosa 🙂 Quem me der ter dinheiro para comprar assim, porque tempo não me falta 🙂
    R: aqui os livros nao sao caros. conclui outro dia que fica mais caro comer em restaurantes do que comprar livros. 🙂

Deixe a sua pitada: