spätzle
[de abóbora com gorgonzola]

spatzle-abobora_2S.jpg

Inspirada e animada pelas sempre bacanérrimas idéias da Neide, elegi a receita que ela publicou do spätzle de abóbora com gorgonzola para tentar replicar na minha cozinha. Eu não tinha a escuteda correta para fazer os spätzles, nem tive tempo de pedir pro meu marido improvisar uma. Mas lembrei [plin!] que tenho o food mill—o passador de legumes, que eu uso para fazer molhos e purês—e que poderia muito bem servir para fazer o spätzle, se eu usasse a base de furos mais largos. Já tinha a abóbora assada, um pedaço modesto de queijo blue Stilton e um macinho de manjerona fresca. Pelas fotos da massa para o spätzle que a Neide mostrou, me pareceu que ela fica bem cremosa e a minha ficou mais compacta, por isso tive um pouco de dificuldade para fazê-la passar pelo food mill. Ela grudou um pouco. Sem falar que quando tenho que fazer algo na cozinha que exija destreza, precisão e rapidez, a pomba gira do desastre encarna, me deixando totalmente atrapalhada e propensa a fazer porcariada. Mas consegui fazer o spätzle, que ficou bem gostoso, temperado com o stilton, a manteiga e folhas de manjerona.

A receita, como está lá no Come-se:

spätzle de abóbora com gorgonzola
1/2 xícara de abóbora madura cozida e amassada
1 ovo
Água
1/2 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino triturada bem grosso
160 g de farinha de trigo (cerca de 1 e 1/4 de xícara + 1 colher (sopa))
1 pedaço de gorgonzola (só tinha 50 g)
2 colheres (sopa) de folhinhas de manjerona
1 colher (sopa) de manteiga

Numa xícara com 240 ml coloque a abóbora bem amassada, já fria. Coloque por cima o ovo e complete o volume com água. Bata no liquidificador até a mistura ficar cremosa. Passe para uma tigela, misture o sal e a pimenta-do-reino e mexa bem. Acrescente a farinha e bata bem até resultar numa massa firme e elástica. Passe pelo instrumento de fazer spätzle. Ou apoie uma tábua com a massa na borda da panela e vá cortando tirinhas com uma faca ou espátula, deixando cair direto sobre a água. Quando as cobrinhas boiarem como nhoque, tire com uma escumadeira e vá ajeitando numa travessa que deve ser mantida aquecida. Junte um pouco de azeite ou manteiga para que as massinhas não grudem. Numa frigideira, aqueça a manteiga e deixe começar a dourar. Desligue o fogo, junte as folhinhas de manjerona, a massa e o gorgonzola ralado. Chacoalhe a frigideira para incorporar os sabores e nhac.

10 comentários sobre “spätzle
[de abóbora com gorgonzola]”

  1. Fer, eh engracado como as vezes a gente le/ouve sobre um assunto e ai a ideia em questao parece que comeca a aparecer aos montes do nada!
    Dei de cara com essa receita olha:
    http://www.epicurious.com/recipes/food/views/Colander-Spaetzle-351713
    Na hora me lembrei de Voce e da Neide! Mais um utensilio p/ adaptar quando fizermos spatzle!!
    Beijos!
    Ana
    R: Ana, obrigada pela dica–olha so que facil, hein? eu pensei em usar o escorredor de macarrao, antes de lembrar que eu tinha o food mill! 🙂 beijao, Fer

  2. Olá Fer,
    Tenho acompanhado seu blog há pouco tempo e acho o máximo como vc escreve.
    A primeira vez que me deparei com a receita do spätzel foi com o meu marido que não é alemão, mas é húngaro, claro que eles tem um outro nome completamente diferente, porém a receita é a mesma. Quando eu não tinha o instrumento para faze-los usava um ralador de cenouras (daqueles manuais) do lado inverso, colocava a massa aos poucos e passava um pão duro e a massinha vai caindo na água e fica muito bonitinho.
    Beijos

  3. Fer,
    Adoro seu Blog, ele além de conter receitas deliciosas, eu sou apaixonada por suas fotos, são super bem elaboradas, vc tem um talento enorme, parabéns, vc fez algum curso de fotografia? eu morro de vontade de fazer um e vendo suas fotos assim tão lindas me inspira mais ainda.
    Beijos
    Isabel

  4. Eu nao sou fa de blue cheese mas AMO abobora e achei o maximo do maximo a ideia da Neide de adaptar uma frigideira para fazer um “spatzle maker”! Mais legal ainda entao foi voce usar o food mill, amei Fer!! Estou querendo um desses ja faz um tempo, agora tenho mais uma desculpa p/ compra-lo, da p/ fazer spatzle tbem!! (e ai alem de ter q explicar pq eu quero mais um cacareco de cozinhas ainda me toca ensinar o marido o q eh spatzle!)
    Beijos!
    Ana

  5. Fer, o seu ficou apetitoso também. Imagino que sua massa tenha ficado mais firme porque usou abóbora assada, que é mais sequinha e deve até ficar melhor. A minha era cozida, portanto, mais aguada. Mas é só corrigir, acrescentando um pouco menos de farinha ou mais água da próxima vez. De qualquer forma, é uma massinha fácil, né?
    Beijos, N

  6. Essa Neide e’ a do pao de queijo da Neide? Acho que vou la’ no blog dela “conhece-la”, porque o pao de queijo dela virou “arroz de festa” na minha cozinha – todo mundo ADORA
    tenho a spaetzle maker e so’ usei ate’ hoje para fazer o tradicional. Vou experimentar essa receita em breve!

  7. Fer, que engraçado, ainda hoje vi a receita no Come-se e marquei-a para fazer amanhã para o almoço!
    O daNeide tentou-se e o seu tb me deixou a salivar.
    Nunca comi, mas acho que vou gostar!
    Beijos. 🙂

Deixe a sua pitada: