tarde molhada com leite quente

Tem chovido muito por aqui nos últimos dias, fato que foi considerado a salvação da lavoura, pois já tinha sido anunciado que estávamos passando por uma das piores secas da história deste estado. Chuva é bom pra agricultura e também pras estações de esqui, que precisam dessa água, que lá cai modificada em forma de neve.
Eu reclamo um pouco quando chove, pois meu meio de locomoção diário é a bicicleta. Fico na expectativa de que não esteja chovendo quando vou pedalar—de manhã cedo, na hora do almoço ida e volta e à tardezinha. Mas nem sempre dou sorte. Se a chuva não estiver muito densa, enfrento os respingos somente com o casacão impermeável e a touca de couro. Mas quando a chuva fica mais pesada, aprendi a segurar o meu guarda-chuvão bem próximo à cabeça e vou pedalando numa esforçada concentração, pois equilibrio não é meu ponto forte. Uma mão segurando o guarda-chuva imenso e a outra o guidão, pedalando devagar e com cuidado, até que vou bem e me safo da chuva sem precisar camelar.
Mas outro dia eu subestimei os respingos, que no meio do caminho se transformaram rapidamente num aguaceiro, e mesmo com o super casacão e o hiper guarda-chuvão, cheguei no trabalho com as duas pernas da calça ensopadas, de pingar. Achei que o dia estava perdido, que teria que tirar a tarde de folga e voltar para casa pra poder me esquentar no chuveiro, depois debaixo das cobertas. Mas ando realmente atolada de coisas pra fazer e não posso me dar ao luxo de perder uma tarde de trabalho só por causa de uma chuva. Justamente naquele dia, sabe-se lá bem porque, resolvi desencavar uma pequena garrafa térmica vermelha do fundo do armário e enche-la de leite quente adoçado com maple syrup, que acabou salvando a minha tarde. Uma das secretárias me emprestou um aquecedor portátil, que me secou em menos de quinze minutos, e enquanto bebia o leite quentinho fiquei me sentindo agasalhada por um cobertor de conforto.

3 thoughts on “tarde molhada com leite quente”

  1. Olá tudo bom?
    Sou da Agência SINC e precisamos dos seus contatos para uma ação.
    Teria como você nos fornecer um e-mail, telefone com ddd e Cidade para um contato mais próximo?
    Um Abraço,
    Ângelo Chaves

  2. bom ter amigos, né, Fer? hoje lembrei de ti logo cedo, porque vi, num dos blogs que leio, que o Bob Dylan deu permissão para que Blowing In The Wind fosse usada num comercial do Co-op! acho que é isso… sujeito extraordinário, né? como eu sei que tu gostas de Dylan e sempre comenta do Co-op…
    bjus prá ti e os gatos!

  3. Que texto bonito! Aqui tivemos muita chuva em Janeiro e nos primeiros dias de Fevereiro. Agora voltou o sol e as temperaturas amenas 🙂 Mas eu acho a chuva um encanto, se bem que não é nada confortável conduzir uma bicicleta com um guarda-chuva!

Deixe a sua pitada: