na onda verde

rango_whole_foods_1S.jpg
Eu e a Leila fomos bater pernas nos shoppings finos da bossa de Roseville e paramos no supermercado Whole Foods para um ranguinho rápido. Esse é o supermercado verde que foi criticado pelo Michael Pollan no O Dilema do Onívoro, por corromper a filosofia dos orgânicos, dobrando-se aos moldes das grandes corporações. Eu não faço compras no Whole Food, pois o mais próximo de mim ainda fica muito longe. Sem falar que tenho a sorte de ter o melhor Co-op do planeta a poucos blocos da minha casa, além do Nugget, um supermercado local bacanérrimo de propriedade de uma família de Woodland. Não sinto nenhuma falta de ter um Whole Foods por perto, mas tenho que admitir que a estrutura deles é bem bacana. Para o nosso almoço nos servimos das comidas dos buffets, que você escolhe dentro uma variedade quase infinita de estilos. Fiquei um pouco confusa na hora de escolher, pois escolher não é uma atividade que eu faço com leveza e precisão. Mas no meio da muvuca que estava a área de comida pronta daquele supermercado, tentamos decidir entre sanduíches feitos na hora, fatias de pizza saidas do forno, pães, queijos, saladas de todos os tipos com inúmeros molhos e toppings, comida indiana, mexicana, soul e comfort food, rangos tipicos de thanksgiving, cozinha libanesa, chinesa, japonesa, italiana, tailandesa, muitos tipos de sopas, eteceterá. Escolhi falafel com humus picante e mini pita breads com uma salada de pepino. A Leila comeu um rango indiano. Ainda tivemos que nos concentrar noutro esforço de decisão para escolher uma bebida, entre milhares de opções interessantes.
O Co-op e o Nugget de Davis também oferecem tudo isso, apenas numa escala menor. Eu adoro o olive bar do Co-op e no Nugget piro o cabeção com os pães da padaria deles e os queijos maravilhosos que eles oferecem. Todos esses supermercados têm outro detalhe em comum, além de servir comida pronta numa variedade incrível e com opcões para todos os gostos, culturas e dietas. Eles são supermercados verdes, as embalagens e pratos são feitos com papel reciclado e recicláveis, e há a opção de usar seu próprio container ou vasilhas de cerâmica, eles não oferecem copos de plástico e os talheres são biodegradáveis. Todos surfando macio na onda verde, que é sem dúvida uma onda muito auspiciosa.

10 thoughts on “na onda verde”

  1. Aqui nao tenho muita opcao de naturebas entao eu adooooro Whole Foods!!!! hehe!
    E trader Joes tbem tem bastante coisa bacana!
    Pena que nao tem nugget aqui…. (so aqueles de frango congelados q eu acho detestavel! rs!)
    Beijos Fer!
    Ana

  2. Belo post sobre o meu ramo. Não conheço (espero que ainda!) os outros mas o Whole Foods é referência mundial além de ser espetacular !
    Como está a onda de se cobrar sacolas plásticas por aí? Já estã fazendo isso nestes supermercados ?
    E onda verde mesmo é aquela tremenda foto da sopa de espinafre !!

  3. Quase do lado da nossa academia de ginástica tem um Whole Foods novinho.
    Vamos lá freqüentemente para “olhar” e experimentar as provinhas, pois comprar mesmo é impossível para nós. Infelizmente é tudo muito caro!
    Mas, sem dúvida, que tem coisas ótimas!
    Ontem fomos lá e expeimentei um pão e um queijo que estvam divinos!
    Uma vez jantamos lá e eu escolhi comida italiana, a minha favorita.
    Bjs 🙂

  4. Ah, aqui perto de casa não tem Co-op, nem Nugget, então eu piro mesmo é no Whole Foods. Ana, fui lá ontem, Tem Tokurky por 10 mangos, Turk’y (tb sem carne) a 7, e o Tofurky Feast, como chamam 1 pacotão q tb inclui gravy de cogumelo, arroz e mais algumas coisas por 25 dólares americanos, nada de cruzeiros. Tá bem que tudo vem em porções pequeninas, mas estou feliz da vida 🙂 Let’s go veggie!
    Happy Thanksgiving everybody!

  5. eu sei que estamos na onda do “mais do que politicamente correto”, mas eu detesto talher de plástico!!!!!!!!!! sei também que nesses lugares tipo hiper mercados e shoppings e afins tudo tem que ser muito prático, mas eu detesto talher de plástico! o garfo não junta, a faca não corta e, se bobear, ainda machuca a tua boca, porque em geral eles não são bem acabados! nhé!
    desculpa aí a chateação, mas eu detesto talher de plástico!
    hehe… bjus, Fer!
    R: eu tambem nao gosto, Luzinha, mas em supermercado nao tem outra opcao. pelo menos esses sao biodegradaveis, neh? beijo! 🙂 Fer

  6. Eu ainda nao tive o prazer de conhecer o tal do Whole Foods e parece que lah tem um peru de tofu pronto pra vender que custa 25 cruzeiros e nao 50 dolares 🙂 No super que eu vou, pq fica do lado de casa eh um Harris Teeter, soh tem fruta e verdura organica, e nesse quesito estao a frente do Canada, onde os organicos ainda sao limitados. Apesar disso, eles usam sacola de plastico e dao tambem sacola de papel (assim aos montes) que deve custar uma grana. O seu prato tah com uma cara otima, eu adoro falafel e humus. beijocas Fer e bom thanksgiving pra ti e pra tua familia.

Deixe a sua pitada: