Imperial Hotel

imperial_hotel_1S.jpg
imperial_hotel_7S.jpg imperial_hotel_5S.jpg
imperial_hotel_6S.jpg
imperial_hotel_4S.jpg
imperial_hotel_10S.jpg imperial_hotel_11S.jpg
imperial_hotel_9S.jpg
imperial_hotel_8S.jpg

Para compensar o show de horrores que foi o nosso almoço no buteco da Susan, tivemos um jantar delicioso e elegante no Imperial Hotel em Amador City. A minúscula cidade de 150 habitantes abriga um restaurante realmente impressionável, pela qualidade da comida e serviço. O prédio construído em 1879 era um hotel para os mineiros, que infestavam a região durante a corrida do ouro. Hoje restaurado, o local ainda oferece hospedagem com seis quartos na parte de cima e o restaurante no andar de baixo. Tudo muito lindo, sem exageros, decoração e luz delicada, eu e o Uriel ríamos como bobos alegres, comparando as duas experiências do dia.

De entrada o Uriel pediu em roasted garlic and warm brie with olives, mixed greens and baguette, que foi o único prato que eu fotografei. Eu pedi uma salada com organic baby romaine with parmesan, crostini and creamy lemon dressing que estava leve e saborosa. Depois o Uriel foi de penne pasta with artichoke hearts and sun roasted tomatoes in a light cream sauce e eu de pork chop chili-rubbed pork chop with mango wine sauce served with basmati rice. Eu bebi um blend muito saboroso de uma vinícola que a garçonete disse ficar just across the street. A sobremesa foi cheesecake de café para o Uriel e bolo de maçã com calvados e sorvete de baunilha pra mim. O sorvete era feito em casa, nada de lata, nada de pacote, nada de vidro, nada semi-pronto e processado. Ufaaaa!

7 thoughts on “Imperial Hotel”

  1. Nada como uma boa experiencia para compensar uma ruim nao Fer?!
    Agora, esse prato q voce fotografou hein…. nossa o alho assado, o brie… ja estou salivando aqui pois amo os dois!!! Imagino so de ler os outros pratos que pediram, tudo sounded really good!!
    Ana

  2. Eu acho incrível essas cidades com tão poucos habitantes 🙂 Devem ser incríveis. O gato és estupendo… e apanhaste um “fantasma” no espelho he he
    Abraço
    R: ha ha ha! um fantasma feliz e de barriga cheia! 😉 beijaoo, Fer

  3. uma das piores coisas, quando em viagem, ou a passeio, é tu comeres mal. quando tu te entusiasmas com alguma coisa – even food – e depois percebes que não é nada daquilo ou até pior, é uma baita frustração!
    ainda bem que o jantar compensou o almoço! thank, God! pelas fotos dá prá notar a diferença dos lugares.
    bjus, Fer! tomara que não sonhes com a Susan… hehehe…

Deixe a sua pitada: