tireless fezoca

tirelessfezoca7.jpg
tirelessfezoca4.jpg tirelessfezoca6.jpg
tirelessfezoca5.jpg
tirelessfezoca2.jpg tirelessfezoca3.jpg
tirelessfezoca1.jpg

Meu pai tem um arquivo enorme de fotografias em slides, que deve ter sido uma versão muito popular na década de 60 e 70. Mas aqueles slides não resistiram muito bem ao tempo, por isso no ano 2000 meu pai teve o trabalhão de digitalizar toda a coleção de fotos, limpando as imagens e assim salvando as preciosas cenas famíliares do ostracismo das caixinhas esquecidas no fundo do armário. Quando eu recebi os cds com as fotografias restauradas passei dias em estado de total arrebatamento emocional, me divertindo imensamente com tudo o que estava podendo rever. Na maioria das fotos eu estou exibindo a minha famosa personalidade exuberante e super ativa, fazendo todas as caretas possíveis e preenchendo todos os espaços fotografáveis com a minha presença charmosa e divertida.
Nessa sequência com meus irmãos na piscina do clube, tirada no início da década de 70, eu não deixei por menos e apareci em TODAS as fotos, fazendo todas as poses e algumas piruetas e caretas, é claro. Consegui ofuscar até a pose singela da minha fofíssima irmã, com minha fantástica pose de sereia insistente e aparecida. Eu era realmente incansável.
Se alguém por algum acaso não conseguiu me identificar, eu sou a criatura onipresente de maiozão azul.

20 thoughts on “tireless fezoca”

  1. Adorei as fotos! Uma delícia ver fotos de quando a gente era criança!
    Tenho caixas e caixas de slides, todas da década de 60 e 70 também e muitos já estão perdidos e desbotados… Uma pertunta ao seu pai, qual o scanner que ele usou? Qual a marca e o modelo? Na minha multifuncional não consigo fazer essas digitalizações.
    Beijos!

  2. Pois é Fer, nós eramos o centro do mundo, agiamos com naturalidade e inocência que era o nosso forte e não tinhamos problemas que parecesse mal…nem sabiamos o que isso era!

  3. Fernanda, você não mudou nada. Que lindas fotos. Na última pose, reparou a mão cerrada da sua irmãzinha? Parece estar tendo uma tremedeira nervosa, querendo te esganar, como quem diz: tira esta menina de traz de mim senão eu tenho um troço!! Umas fofas. beijos, n

  4. Gatinha, eu agora estou lendo tudo pelo google reader e por la nao da para comentar (porque muitos blogs sao bloqueados pelo firewall da minha empresa e atraves do GR eu consigo ler tudo!), mas eu nao resisti a vir comentar esse post! Amo fotos antigas, principalmente as dos anos 70. Eu sou de 77 amo ver as fotos dos meus pais, tios, avos e amigos dele nessa epoca. As roupas, as cores, amo tudo! Lindo, lindo! beijos

  5. Fer do céu….seriam aqueles filmes em super 8 ?
    Meu pai também ainda tem muitos, alguns passamos para fita, e ainda me divirto mesmo sem som. Ah, eu era como você, exibida, mandona e a mais briguenta da rua. Quanta saudade não é mesmo ?
    O que mais será que vai se modernizar, pois lembrar de quando mandávamos revelar fotografias parece mentira né !!!
    Um beijo.

  6. Adoorrooo ver fotos com algum tempo… adoro mesmo, não sei porquê…
    Talvez pela forma como nos lembram as meninices, a felicidade inocente e genuína… dessas coisas que o tempo vai transformando em responsabilidades 😉
    Adorei as fotos!
    ***

Deixe a sua pitada: