Nada se cria, tudo se copia

A internet é um espelho virtual da nossa sociedade real, cheia de gente de bem, trabalhadora, gente legal, honesta, construtiva, criativa, mas também superpopulada com a bandidagem, os trambiqueiros, gente que não tem o menor escrúpulo, que acha que está numa terra de ninguém vestindo um traje invisível.
Não sei onde foi parar as regras da Netiqueta, que se usava no inicio da internet e hoje parece ter sido enterrada a sete palmos, ninguém quer saber, nem se importa mais com nada. Vê-se de tudo por ai. É um mar de boçalidade e cretinice aterrador.
Fiquei realmente chocada em descobrir receitas e fotos de pessoas idôneas que eu conheco sendo repassadas de mão em mão, ou melhor, de e-mail em e-mail, como se elas não fossem de ninguém, não tivessem saído de uma cozinha, onde uma pessoa se empenhou em inventar ou adaptar a receita, teve o trabalho de deixar tudo bonito e tirou fotos para colocar online. Os gatunos oportunistas apenas passam agarrando o que vêem pela frente, como num saqueamento virtual, pra depois repassar para outros repassarem e depois esses repassarem mais uma vez, e assim sucessivamente até não se saber mais de onde veio aquilo, porque para eles nada parece mesmo ter dono. Eu testemunhei esse passa-passa meio sem querer, quando aportei por acaso numa lista de culinária aberta, onde entravam todos os dias várias receitas e fotos de muitos amigos blogueiros, sem nenhuma menção de crédito.
E agora me avisaram que uma criatura está colocando MINHAS FOTOS e MEUS TEXTOS num grupo de culinária no Flickr, como se fossem dela, sem link, sem crédito, sem nada! O que essa gente está pensando da vida? Me choca profundamente perceber a maneira desrespeitosa com que o trabalho do outro é tratado. Se está na internet, é livre, pode pegar! Eu estou imensamente desanimada, pois realmente me dedico ao que faço, capricho nas minhas fotos, me empenho escrevendo meus textos, que refletem a minha personalidade e a minha vida, para depois ver o fruto desse trabalho acabar tristemente em bocas de Matildes….

34 thoughts on “Nada se cria, tudo se copia”

  1. Que falta de vergonha na cara. Lembro-me de outros posts seus sobre o mesmo assunto e nao consigo me acostumar com essa falta de respeito. Uma vergonha tremenda. Acho que ja comentei que este foi um dos motivos de eu ter tirado o Desmemorium do ar – se eu descobrisse um dos meus contos em outro blog ficaria uma fera. Sou paranoica com isso, porque so eu sei o quanto me dediquei a eles. E o meu trabalho, o que me propus fazer nesta vida. Eu sei o quanto voce trabalha nos seus blogs e projetos pessoais! Ja pensou o que fara a respeito deste individuo que esta copiando os seus textos e imagens? Espero que tudo se resolva e que te larguem em paz.

  2. Oi Fer
    A verdade é essa mesmo. Nada se cria e tudo se copia, se transforma e la nave va… Acontece que o mundo mudou e a gente tem de acompanhar essa evolução. Hoje ninguém é de ninguém e direito autoral já era… O negócio é produzir e exportar via NET. De que foi a idéia? Não interessa. Vamos produzir e o mundo que se rale,para não dizer, que se f^…!!!
    Beijão e continue com seu maravilhoso blog sem se preocupar com plágios e tudo o mais. O que interessa é a nossa satisfação pessoal e os eventuais retornos de quem nos curte…

  3. Uau…! Fiquei altamente preocupada…
    Sou verde e sou nova nestas coisas da net, apesar da minha idade e, porisso mm, faz muuuuito mais tempo que sou franca e honesta,tb.
    Obvio, respeitado os parametros, que a unica coisa que me protegeria disto que vc diz que acontece, seria que as minhas fotos sao sempre quase tanto ruins qto a minha vista…hihihihi.
    E juntando com a “salada” que eu faço qdo escrevo, nao creio que alguém se sentisse, assim, impelido a copiar-me alguma coisa…
    Mas, francamente, sou um tiquinho otimista pq dentro de uma total ignorancia e desconhecimento do assunto: ufa!
    Mas, como dizia meu pai, qdo se lida com uma pessoa que é boçal, nao tem jeito, nao…
    Sò desejo a vc boa sorte. Pq como ja foi dito, a sua “marca” sempre estarà presente em tudo aquilo que vc fizer, mm que esteja na mao ou na boca de uma outra pessoa.
    Bjs!

  4. Linda,
    Entendo sua revolta, pois reconheço todo o empenho, suor e paixão que vc põe nos seus textos, fotos e receitas. Além disso, repugnam-me pessoas sem ética, as que copiam e roubam descaradamente as fotos e os textos, mas também aquelas que se apropriam das ideias dos outros e acham porque lhe deram umas “vestimentas” ligeiramente diferentes são as rainhas da criatividade.
    bj ENORME

  5. Fer,
    Infelizmente é assim. A facilidade com que se retiram fotos e textos é extrema e a ligeireza como as pessoas se apropriam de algo que não é seu é ainda maior. Fico mais que zangada!
    Espero que tenha resolvido com a dita criatura a retirada das fotos.
    Bj grande

  6. Fer..
    isso é mesmo uma coisa muito chata!!!
    Ainda nao coloquei marca dágua nas minhas fotos,pois acho que a foto fica tão feinha com aquela coisa em cima, mais estou pensando sériamente no assunto,outro dia um(a) camarada fez um comentário lá no blog, bem assim:
    Hummm seu blog é fraquinho, ja vi essas fotos em algum lugar…seja mais original!!!
    (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!)
    AS FOTOS EM QUESTÃO ERAM DE MÓVEIS DA MINHA CASAAAAAA!!!!!!!
    Choro, ou dou risada?!?!
    Vai saber onde minhas fotos foram parar…
    Sinceramente pensei em colocar só fotos de revistas (com o devido crédito, claro!!!)
    Mas é chato, pq oq realmete gosto de postar, são coisas que eu faço, ou dicas de móveis, e acessórios que comrpo por ai…
    Espero que eu não desanime tbém…
    Bom realmente o seu blog é maravilhoso, e com certeza sua marca está em suas fotos, e textos…
    Vc é ÚNICA!!!
    Bjinhos da Lú
    🙂

  7. Fernanda,
    Como professor, vejo, diariamente, os alunos plagiarem partes, e muitas vezes, textos inteiros retirados da internet. Só me passa uma palavra na cabeça: mediocridade.
    Entendo a sua chateação muito bem, mas quer saber de uma coisa? Suas fotos, seus textos são tão fantásticos que têm a sua assinatura mesmo que ninguém a reconheça. Não se preocupe pois o mérito é seu, todo seu, e tenho absoluta certeza que eu, e mais centenas, ou melhor, milhares de pessoas reconhecem a sua dedicação ao blog, e obviamente, a sua dedicação a todos que visitam o seu blog diariamente.
    Abraços,
    Marcelo

  8. Fernanda, é realmente absurdo as pessoas terem este tipo de atitude. Eu uso receita de outras pessoas, mas cito seus nomes e se possível, a fonte de onde foram retiradas. Não é possível que o trabalho da pessoa seja usurpado desta forma. E eu já passei por isso não com fotos e receitas, mas com comentários pessoais. Fiz um comentário para explicar o porquê daquela receita estar no blog. Um comentário comum, nada de mais, mas não é que vi a pessoas usando todo meu comentário no blog dela, mudou duas ou três palavras e o nome da receita. Achei aquilo tão ridículo, como a pessoa não é capaz de fazer uma introdução sobre algo que a motivou a preparar a tal da receita? Precisava copiar a minha? É muita cara de pau!!!
    É o tipo de coisa irritante de fato. Não fiz nenhum comentário porque achei que não valia a pena. Lembro da época em que estava na faculdade, os professores pegavam tanto no nosso pé quanto ao uso de comentários, citações de outros autores e fontes. Mas infelizmente isso é questão de caráter, ou da falta dele.
    Bjos

  9. Sabe, Fer, eu acho que ficaria muito irritada se o mesmo acontecesse comigo. Nunca gostei de gente aproveitadora. Na escola não aceitava no meu grupo de trabalho aquelas figuras problemáticas que não queriam fazer nada e depois assinavam e, claro, ganhavam uma boa nota em cima do trabalho dos outros.
    Muitas vezes fui chamada de chata, mas nunca me importei, porque eu acho que isso não é coleguismo e alimenta um tipo de gente parasita, que, talvez, em alguns casos, até tivesse algo a acrescentar, mas que prefere se esconder atrás da preguiça e se achar muito esperto.
    No entanto, vou concordar com o que disse a Neide Rigo. No fundo essas pessoas, na sua superficialidade, são apenas incapazes de perceber que o legal não é mostrar alguma coisa roubada como se fosse sua. O grande barato (e isso se nota em blogs como o seu e o da própria Neide) é a elaboração, o texto próprio que a gente reconhece depois de algum tempo, o cuidado em mostrar algo bonito e criativo, feito com prazer e cuidado, as fotos lindas que você faz.
    Essa gente não sabe o que é isso, infelizmente. E, pior, como você disse, o mundo virtual é igual ao real. A gente sempre tropeça nessa raia miúda e é difícil não se aborrecer.
    Há muito tempo eu penso em criar um blog para partilhar essas experiências culinárias e não só, mas quando vejo coisas assim me pergunto se os meus nervos vão aguentar.
    Espero que isso não te desmotive e, embora não tenha nenhuma idéia de como esse tipo de coisa pode ser resolvido, acho que não fazer nada também não é solução. Se tem para onde escrever, reclamar, denunciar, acho que, se não resolve, pode ser, pelo menos, um freio.
    Um abraço,

  10. Fernanda,
    estou meio atrasada para a discussão, mas fico passada quando ouço uma coisa dessas, me dá uma raiva!!!
    Acho crime, ponto. Esse tipo de coisa ainda não foi tipificado, não tem legislação certa, mas é ROUBO. Se a pessoa pirateia um CD da Sony é crime, quem faz o mesmo com fotos e textos é criminoso.
    Eu atualizo o bloguinho mal e toscamente porque a vida está braba, mas sempre penso se, um dia, vou ver minha fotos bem mais ou menos por aí. Fotografia é um hobby muito gostoso e até pensei em criar um bloguinho só para postar as minhas fotos não-culinárias, mas desisti justamente por causa disso.
    Acho que você deveria divulgar o endereço desse Flickr para a gente ir lá em massa e esculhambar essa pessoa sem caráter, ética e vergonha na cara. E também acredito que você deve denunciar ao Flickr.
    Fica bem e bjs mil

  11. Oi Fer.
    Eu sempre venho ao seu blog, que para mim, é um dos melhores do tema (ao lado do Rainhas).
    Você tem um jeito tão particular de escrever e descrever situações, seus pratos e etc, que só sendo muito cara de pau para copiar descaradamente.
    Gosto muito muito daqui e venho sempre.
    Beijos e tomara que você consiga resolver essa situação.

  12. Uma coisa é certa, a ‘Lei Azeredo’, que trata dos crimes na Internet, acabou de ser aprovada no Senado Federal. Estão dizendo que ela vai endurecer com os meliantes da web (a ponto de, segundo estão dizendo, “enquadrar” até mesmo, quem passar um vírus involuntariamente). Sobre transferências não autorizadas de arquivos e coisas tais, a coisa vai ficar “feia”. É esperar para ver. As discussões jurídicas já estão a todo vapor!

  13. Fer, eu tenho dó desta gente que não tem capacidade mental de criar suas próprias coisas e ainda assim finge que tem. Deve ser muito infeliz uma pessoa que sofre deste mal. Mesmo que ela se faça passar por espertinha, no fundo sabe que é uma coitada e que nós, que trabalhamos seriamente, temos uma capacidade que ela não tem e nunca vai ter (do contrário não copiaria nada de ninguém). Ainda que nos arrisquemos, erremos, ousemos, botamos no blog o que temos de mais verdadeiro. E sabemos que aquilo que vivem a nos roubar continuaremos a produzir, porque temos uma fonte fértil e real. E isto ninguém nos tira. Pobres diabos inférteis e fakes!
    Beijos,
    Neide

  14. Fer, segura aqui na minha mão gata…
    Olha só, lá no Rainhas tivemos inúmeros, incontáveis problemas com o ROUBO de fotos. Sim, porque a pessoa que pega uma foto COM MARCA D’ÁGUA e edita (corta) para retirar o crédito…bem, essa pessoa não é outra coisa, é?
    Mas o que eu quero mesmo te dizer é que a coisa tomou uma proporção inimaginável. Algumas fotos de várias receita com passo-a-passo publicadas no Rainhas foram parar em um portal do jornal de uma cidade de Minas Gerais. Uma leitoa viu, me avisou e eu fui lá no e-mail reclamar. Eles tiraram aquela e botaram OUTRA foto nossa sem crédito no lugar!!!! Dá pra acreditar? O mesmo já aconteceu em outros pseudo-portais de culinária e até em e-book eu já peguei foto nossa. É comadre, a coisa tá pretíssima e sinceramente eu não vejo muita solução não.
    Fico fula da vida porque, além de cozinhar, eu muitas vezes me embolo toda só para fotografar um passo-a-passo (tão bacana pra quem ainda é insegura na cozinha), monto um parto bonito, penso na luz, nas cores…vou pro computador, descarrego foto, edito para botar a marca, escrevo um texto atencioso e pimba! Em um segundo iss tudo está circulando na net como se fosse de outra pessoa. É, no mínimo, revoltante.
    No Rainhas nossa opção foi pelas fotos em tamanho pequeno sempre. Não há fotos em alta e todas levam a marca d’agua que agora passamos a colocar bem no meio da imagem, a fim de eviatr que os canalhas pudessem cortar as bordas e se livrarem do crédito. Tudo isso ajuda, claro, mas não resolve o problema que é basicamente de caráter né gata?
    Enfim, eu me aborreço demais com esse assunto e já pensei em desistir de fotos muitas vezes. Mas, sabe o que é muito pior? É descobrir que blogueiros que FREQUENTAM seu blog também fazem isso, na maior cara de pau, cmo se nada estivesse acontecendo. Copiar uma idéia, uma receita, e não dar crédito para o autor, vá lá…eu até engulo porque as vezes a gente nem sequer se lembra de onde pescou a idéia (embora no nosso caso específico a gente saiba que a pessoa faz de sacanagem MESMO, para não dar crédito para o Rainhas…coisa de mente doida e sem noção…abafa), agora… dar CtrlC + CtrlV, copiar ipsis literis e sequer mencionar que aquilo veio de outro blog? Ah, fala sério né? Eu piro Fer, p-i-r-o-o-o-o-o-o!!!!
    rs
    Bom, é isso nêga… esse mundo é isso aí que a gente tá vendo e a Netiqueta já era, ficou lááááá em tempos remotos, onde tudo começou. Saímos do BBS e caímos na rede mundial pra que o pior do lado humano aparecesse.
    É triste.
    bjo,
    Faby

  15. Fer, segura aqui na minha mãe gata…
    Olha só, lá no Rainhas tivemos inúmeros, incontáveis problemas com o ROUBO de fotos. Sim, porque a pessoa que pega uma foto COM MARCA D’ÁGUA e edita (corta) para retirar o crédito…bem, essa pessoa não é outra coisa, é?
    Mas o que eu quero mesmo te dizer é que a coisa tomou uma proporção inimaginável. Algumas fotos de várias receita com passo-a-passo publicadas no Rainhas foram parar em um portal do jornal de uma cidade de Minas Gerais. Uma leitoa viu, me avisou e eu fui lá no e-mail reclamar. Eles tiraram aquela e botaram OUTRA foto nossa sem crédito no lugar!!!! Dá pra acreditar? O mesmo já aconteceu em outros pseudo-portais de culinária e até em e-book eu já peguei foto nossa. É comadre, a coisa tá pretíssima e sinceramente eu não vejo muita solução não.
    Fico fula da vida porque, além de cozinhar, eu muitas vezes me embolo toda só para fotografar um passo-a-passo (tão bacana pra quem ainda é insegura na cozinha), monto um parto bonito, penso na luz, nas cores…vou pro computador, descarrego foto, edito para botar a marca, escrevo um texto atencioso e pimba! Em um segundo iss tudo está circulando na net como se fosse de outra pessoa. É, no mínimo, revoltante.
    No Rainhas nossa opção foi pelas fotos em tamanho pequeno sempre. Não há fotos em alta e todas levam a marca d’agua que agora passamos a colocar bem no meio da imagem, a fim de eviatr que os canalhas pudessem cortar as bordas e se livrarem do crédito. Tudo isso ajuda, claro, mas não resolve o problema que é basicamente de caráter né gata?
    Enfim, eu me aborreço demais com esse assunto e já pensei em desistir de fotos muitas vezes. Mas, sabe o que é muito pior? É descobrir que blogueiros que FREQUENTAM seu blog também fazem isso, na maior cara de pau, cmo se nada estivesse acontecendo. Copiar uma idéia, uma receita, e não dar crédito para o autor, vá lá…eu até engulo porque as vezes a gente nem sequer se lembra de onde pescou a idéia (embora no nosso caso específico a gente saiba que a pessoa faz de sacanagem MESMO, para não dar crédito para o Rainhas…coisa de mente doida e sem noção…abafa), agora… dar CtrlC + CtrlV, copiar ipsis literis e sequer mencionar que aquilo veio de outro blog? Ah, fala sério né? Eu piro Fer, p-i-r-o-o-o-o-o-o!!!!
    rs
    Bom, é isso nêga… esse mundo é isso aí que a gente tá vendo e a Netiqueta já era, ficou lááááá em tempos remotos, onde tudo começou. Saímos do BBS e caímos na rede mundial pra que o pior do lado humano aparecesse.
    É triste.
    bjo,
    Faby

  16. Já passei por isso não só no virtual mas no real.
    Descobri que um ser medíocre por sinal estava usando minha apostila deGarde Manger lá em Goiás.
    Vê se pode!
    Me mato de trabalhar para criar uma aula decente com qualidade, gastando os tubos em livros e pesquisas enquanto a maioria só que moleza. Mal de brasileiro.
    Uma coisa que eu faço é nunca mais deixar as fotos do blog em alta resolução para todos, só a fotinho do post mesmo.
    abs.

  17. Oi Fernanda, bom dia.
    Caramba que coisa mais chata. Eu cópio suas receitas, mas não as coloco na net, eu ponho todas elas no meu livro e depois tento fazê-las. É horrível ficar pegando as coisas dos outros, ainda mais coisas que vc faz com tanto esmero, e vão distribuindo como se fossem panfletos de campanha eleitoral, é falta de escrupulo mesmo. Esse é o retrato da atual sociedade de hoje. Espero muito, que isso não afete seu modo de escrever no seu blog, pois eu ficaria muito triste se deixasse de ver suas receitas e suas fotos tão bonitas que me deixam com a boca cheia de água. Um grande abraço. Lilian.

  18. Oi Fer! Acho que vou escrever muito neste comentário. Estou já a avisar :o)
    Confesso que quando comecei com o blog, não dava muita importância a esta questão de plágios/cópias. Achava que, se alguém copiava, no mínimo gostava do que via (refiro-me a fotos). Tinha pontinha de maldade, é certo, o facto de não se referir fontes mas no fundo, achava que era um tema exageradamente tratado pelos bloggers. Com o tempo achei que, quem rouba um texto está a fazer algo muito feio logo, as fotos estarão também no mesmo patamar. Mudei de opinião, portanto. Não que me tenha afectado directamente porque nunca tive ninguém a copiar-me (que eu saiba) mas, porque eu vejo que alguns bloggers têm um trabalho de qualidade, esforçam-se por tirar boas fotos que, não é assim tão fácil como se julga. Já para não falar na pesquisa das receitas. Ou seja, é o produto final de um trabalho que se faz com gosto. E na nossa vida real também não gostamos que o colega tome o nosso trabalho como seu, né? Por isso, sabe que concordo com tudo o que disse e espero que esse episódio não se reflicta no seu trabalho do Chucrute. Agora, referindo-me à blogoesfera e sobretudo aos foodblogs, não podia estar mais desencantada. Não é só a ilusão que se fotografa bem, que se cozinha bem ou que se escreve bem que é criada. A de que somos todas boas pessoas e amiguinhas, também. E eu sinceramente pude comprovar isso, da pior forma. Depois de uns acontecimentos absurdos que se passaram comigo nos últimos tempos, decidi que só comento quem eu realmente acho que vale a pena. Não só pelo que cozinha ou fotografa. Mas também pelo que realmente é. Não procuro nos blogs apenas receitas ou fotografias bonitas para me encantar os olhos. Procuro histórias, ideias, pessoas originais e sem falsas simpatias, com quem possamos partilhar mais do que umas linhas de ingredientes e modos de preparação caso contrário, comprava só revistas e livros.
    Porque a vida real já traz dissabores suficientes para entristecer o nosso quotidiano, escolhi apenas visitar quem me faz feliz. E aqui no Chucrute sou feliz quando vejo as suas fotos, receitas, histórias ou gatonildos como o Roux – o artista! Tudo isto, sem faltas simpatias, claro!
    Beijão e estou de volta aos blogs! :o)

  19. Que coisa né?E sabe que como estou passando por uma semaninha bem light e estou evitando criar tentaciones na cozinha,comecei a pensar sobre como colocar nome em minhas fotos do blog,pque como ainda sou novata nisto de publicar minhas receitas e tal nao sei como funciona.Mas me parece tao triste alguem viver na mentira,dizer que viajou ou fez alguma coisa sem nem ter ideia do que esta falando…internet é bam mas muita gente de má fé faz com que seja um meio pouco confiavel!!
    Nao se estressa ,teu trabalho é lindo !!!
    beijinhos

  20. O mundo virtual é um espelho do mundo real, tal como você refere no seu texto, mas o pior é que no mundo real as aparências iludem, no mundo virtual as aparências manipulam-se e muitos tentam (e conseguem) fazer passar-se por bons cozinheiros, bons escritores, bons fotografos, e até boas pessoas….
    Beijo

  21. Fer, se as pessoas tem cara para copiar, musica, filmes que e’ considerado crime, nao precisa dizer mais nada. A sopa e’ maravilhosa, ja’ aviso que vou copiar!!!! Beijos

  22. Eu sei, por experiência própria, o (pior) que as pessoas conseguem fazer escondidas pelo anonimato que a internet permite…
    é uma vergonha e não pode ser admissível.
    Podes sempre agir, se todos nós o fizéssemos, estas situações tenderiam a acabar.
    Se precisares de algo, eu estou dsiponível para ajudar no que puder.

  23. Fer, sou novata nos blogs de culinária e gastronomia, e por isso me assustei com seu post. Realmente, assim como a Noémia disse, isso vem de berço, vem da escola. Já vi pessoas serem jubiladas da universidade por terem a cara de pau de apresentarem uma monografia completamente copiada de outros trabalhos… É vergonhoso e triste, e infelizmente, não é novidade. Mesmo assim, não desanime. Não se prenda às coisas ruins porque elas sempre acontecerçao. Tome as providências e continue com seu blog porque ele é lindo e inspira muita gente!

  24. Fer, fiquei super preocupada, porque não navego tanto como vc para descobrir estas coisas e nunca coloquei nenhum tipo de proteção nas minhas fotos, uma vez que nem sei como fazer…acho que você devia colocar nome aos bois para desmascarar quem vc descobriu, assim é um a menos para a gente se preocupar e, de resto, é só vigiar mesmo e se revoltar…não sei mais o que fazer. O bom é que nós…que nos frequentamos direto, sabemos quem é quem aqui e conhecemos os trabalhos alheios.
    Beijos

  25. Fer,
    essa não é a primeira vez, lembra da outra fulana que usou fotos suas…?
    Também acho o cúmulo da cara de pau…qual a graça? Falar que é seu o que não é e um dia o dono vai descobrir, botar a boca no trombone e a pessoa (pessoa???) vai ficar com cara de paisagem. Ou não…já que esse povo usa muito óleo de peroba.
    Enfim, sei que desanima, dá vontade de largar tudo, mas como já escreveram acima, continue firme e forte e mande esses “bucaneiros internéticos” caçarem sapo!
    Força amiga!
    Beijos!

  26. Oi Fer,
    fiquei tantos dias sem passar pra te ver e encontro logo essa notícia chata. É verdade que a net está terrível, mas, na minha opinião, isso apenas reflete o que está acontecendo fora do mundo virtual. Quem não se apropria do que não é seu no mundo real, com certeza não fará isso na rede, vc não acha?
    Mas não desanime, pense que para cada pessoa desonesta e cara de pau dessas, existem centenas de pessoas legais, que te respeitam e te dão o maior valor, pode acreditar. Inclusive eu, óbvio!
    Bj grande e uma xícara de chá de camomila, para relaxar.

  27. É Fernanda, infelizmente existe essa gente sem tempero… eu também já fui vítima dessa total falta de caráter e criatividade. o pior é que é pra ticamente impossível rastrear esse tipo de crime. As vezes é melhor nem sabermos pra evitar a chateação.

  28. Fer, creio que se roube tudo na net. Aqui no sul existe um jornalista que desvenda textos creditados a Mário Quintana mas que não são de sua autoria,e divulga,e assim acontece com tantos outros autores conhecidos.Os larápios da rede colocam em seus textos,poemas e frases mal escritas autores importantes para valorizar aqueles powerpoints sacais que disseminam na rede.O truque é velho mas muita gente ainda cai. Isto tudo só reforça a minha convicção de que a internet é um imenso cortiço. Porém se tu te divertes e gosta do que fazes aqui em teu blog tens mais é que continuar e de vez em quando botar a correr estes malassombros para que eles vejam também que não passam em branco,beijo!

  29. Que N-O-J-O.
    Fer… já vi tanta coisa ridícula, até fotos minhas (e olha que nem foto direito eu tiro!!!) andam copiando, é mole???
    Sinceramente, é muita incomodação e nenhum pingo de educação… em todos os lugares, as pessoas não têm o mínimo de classe!
    Eca!
    Quero distância, sempre!

  30. Fer,
    É lamentável essa situação. É muito chato tudo isso que está acontecendo. Hoje mesmo, a querida Laurinha estava muito triste pois está passando pela mesma coisa. Copiaram as fotos dela com o nome do blog dela e tudo mais. Assim como você também me empenho muito com minhas receitas, pesquiso, leio, me descabelo. O mesmo com minhas fotos. Pulso firme Fer…estamos aqui para nos ajudar.
    Bjcas e força.

  31. Fer,
    entendo completamente o que vc está passando. Outro dia mesmo me avisaram de um copy-paste de um texto meu sobre ovo-poché. Mandei um e-mail prá descarada, e ela acabou tirando do ar, sem um pio. É fogo… Não desanima não. Pense que tem gente legal por aí que se importa o suficiente para te avisar dessas sacanagens!
    🙂
    Abraços! Manda a tosca da pessoa tomar banho e espalha por aí a safadeza dela!

  32. Fer, compreendo a sua revolta e tristeza perante o descaramento e o abuso, a que assistimos hoje em dia, de algumas pessoas que indevidamente se apropriam do trabalho dos outros. Infelizmente fazer copy/paste, é uma prática que começa logo nos bancos da escola e que se estende a pessoas bem conhecidas da nossa praça, que têm a “lata” de apresentar trabalhos como seus e que desmascarados ou não, publicamente, ficam impunes e são os maiores.Que feio!

Deixe a sua pitada: