sábado é dia de…

pizza_de_sabado_S.jpg

As minhas mais remotas lembranças dos jantares de sábado sempre me remetem para a pizza. Raramente tínhamos um menu diferente neste dia. A presença da pizza era absoluta, sempre de mozarela e aliche/anchova. A empregada deixava a massa pronta, semi-assada. Minha mãe preparava rapidinho um molho simples com alho, tomates e orégano. Meu pai gostava da pizza com aliche e sempre dizia—pizza tem que ser de mozarela e aliche! Foi assim que eu cresci, comendo pizza todo sábado. E quando casei, trouxe essa tradição comigo. Portanto, a pizza continua a estrela dos sábados à noite na minha casa. Durante todos esses anos tentei replicar a pizza da minha mãe, às vezes com sucesso, outras vezes não. Já fiz pizzas ótimas, já fiz pizzas meia-boca. Tentei todo tipo de massa, variei aqui e ali no molho, saí um pouco dos parâmetros estabelecidos pelo meu pai, inovando nas coberturas. Também já comprei muita pizza pronta nos dias de preguiça e meu veredito nesses anos todos, especialmente com relação à pizza norte-americana, é que não existe pizza melhor que aquela da minha infância.

Uma boa receita de massa de pizza que sempre dá certo, é essa da Heleninha Kostyra que a Paula também fez e gostou.

O meu molho é bem básico, mas fica sempre muito bom. Refogue alho picadinho a gosto em bastante azeite. Junte tomates frescos picados, ou molho de tomate feito com tomates cozidos, ou tomate em lata picado—esse item pode ser adaptado conforme a estação. Eu não me incomodo do molho ter pele e sementes, mas se você se incomodar é só passar tudo na peneira ou no food mill antes de refogar. Junte orégano fresco ou seco, sal e pimenta do reino moída a gosto, deixe engrossar por uns minutos e então use, espalhando sobre a massa que foi pré-assada, uns dez minutos no forno, só pra ela firmar—eu acho que isso ajuda na crocância final. Depois monte a pizza, com bastante mozarela e a cobertura que quiser. A minha é sempre azeitonas pretas e quando é temporada, rodelas de tomates frescos e orgânicos.

14 thoughts on “sábado é dia de…”

  1. Fer, neste sábado também teve pizza. Inauguramos o forno de pizza do prédio… Tudo de bom! Descobrimos uma moça que faz a massa bem fininha. Pensa como ficou? Delícia!

  2. Fer: também cresci com um cardápio típico e imutável aos sábados. Era uma rosca de coco e uma salada de músculo cozido, temperado com azeite, azeitonas, tomates e cebolas que comíamos gelada com pão caseiro. Ninguém nunca fará nada igual, claro !!

  3. Eu tenho uma amiga que morou muito tempo na frente de um McDonald’s e ao lado de uma pizzaria…
    Eu ainda me lembro do tempo em que pizza so’ podia ser de mozzarella, calabresa ou, para gostos mais exoticos, portuguesa. Depois apareceram a quatro queijos (que ate’ hoje e’ a minha preferida) e depois os sabores se multiplicaram, mas ainda lembro vividamente do azeite com o qual a gente cobria a pizza (azeite Carbonnel ou Gallo, se nao me falha a memoria). Infancia paulista sem pizza nao pode ser chamada de infancia, meu!

  4. Cá em casa o dia da pizza era ao domingo à noite, quando vinhamos da quinta, e a especialidade era a calzone. Muito boa mesmo, cozida em forno de lenha e comida numa pequena pizzaria de vila. Agora cansamos e demos um tempo. Eu às vezes faço mas confesso que não é a minha especialidade.

  5. Na minha casa, a pizza é a tradição do Domingo à noite. 🙂
    Já experimentei muitas massas, mas agora, faço sempre a mesma, que tanto fica fofa como “crostata”, dependendo do tempo que se amassa.
    Também adoro a simples combinação de mozzarella, tomate fresco e azeitonas pretas.
    Beijão saudoso.

  6. Fer aqui em casa também é tradicional a pizza de sábado, mas aqui reina absoluta a de milho com mussarela.Amamos, com o milho cozido passadinho na manteiga. fica uma bomba de calorias eu sei, mas é tão bommm!
    Bjs

  7. Ai, Fer, voltei:)Eh que eskecih de dar uma dica do meu pai que (na minha opiniao) fazia a melhor pizza do mundo: pre-assar a massa em forno bem-quente e usar molho fresco, sem ser cozido.
    bjs!
    bri

  8. Fer, eu AMOOO Pizza e em casa rola uma vez por semana tb:)) Mas nao no Sabado. Qdo nao faco a massa, compro no TJoes umas bem levinhas (da marca Trader Giotto, if I’m not wrong:)
    Bjs amiga
    bri

  9. Fer
    Nunca fomos de fazer pizza em casa, mas na hora e pedir era sempre mozzarela com cebola, coisa de meu pai (levou um tempão apra os atendentes da pizzaria se acostumarem com o pedido…).
    😉 Elena

  10. fer, tambem adoro pizza, mas ainda nao achei a massa perfeita. Vou testar essa massa que deste de dica e esse truque de pre-assar e ver como fica. As minhas ate hoje ficaram meia-boca, mas nao treinei tanto a ponto de me descabelar por isso. =) beijos

  11. Fer , também adoro pizza ! E para mim neste quesito sou tradicional somente tomate , mozzarela e aliche.
    Nada de pizza de frango , calabreza e outtas coisinhas que colocam por aí , lógico que eu respeito o gosto alheio , mas para mim não ! Sem falar na pizza de sorvete , que ao meu ver é simplesmente uma sobremesa , que não pode ser chamada de pizza ! Olha aí meu lado tradicional italiano de novo ! Agora essa sua foto esta de matar qualquer um de vontade !!!
    Beijos

Deixe a sua pitada: