Seasons em Davis

seasons_1.jpg
seasons_2.jpg seasons_3.jpg
seasons_5.jpg
seasons_6.jpg seasons_7.jpg
seasons_8.jpg
seasons_9a.jpg seasons_10.jpg

O restaurante Seasons faz parte da nossa lista de frequentáveis aqui em Davis. É um lugar bem agradável, sem muitas firulas, mas que serve uma comida feita com ingredientes sazonais de qualidade, adquiridos de produtores locais. Fomos lá no último sábado para jantar com nossos amigos Eliana e Andres, que tinham chegado de viagem e com quem queríamos nos encontrar antes da minha viagem. O Andres levou o vinho, um Chardonnay da vinícola Kendall Jackson de Santa Rosa. O Uriel foi o único que pediu sopa, um creme de aspargos, afinal estamos na instável e geniosa primavera. Depois ele pediu um spaghettini com tomates frescos, azeitonas e um chiffonade de manjericão com azeite que estava com uma cara deliciosa de verão. Eu e a Eliana arriscamos nas codornas recheadas com amêndoas, figos e bacon e servidas sobre uma sopa de couscous israelita. O Andres foi de ossobuco de carneiro com polenta e um relish de alcachofra, tomate seco e azeitonas. Todos gostaram dos pedidos. Eu fiquei um pouco perturbada quando vi o tamanho do bichinho no meu prato, ainda mais quando o Uriel começou a repetir—parece um passarinho, é igualzinho a um passarinho! As coxinhas da codorna eram comoventes, tão pequenininhas que pareciam peças de algum joguinho de tabuleiro macabro. Mas elas tinham sido assadas na brasa e estavam realmente saborosas. Eu comi, com toda a culpa do mundo pesando nos meus ombros, mas comi. Na hora da sobremesa, me encantei com um sorbet de morango com Zinfandel feito na casa, mas tive a maior decepção da minha carreira de comedora de sobremesas. Achei o sorbet muito doce e ele veio acompanhado de dois cookies que eram uma aberração. Um deles, de chocolate, tinha a grossura de dois dedos. Nota ZERO! Já os meus amigos, que optaram por um pudim de banana, gostaram muito do que pediram.

6 thoughts on “Seasons em Davis”

  1. Nossa Fer, me identifiquei totalmente com o episódio da codorna… Eu já sabia que não teria coragem de comer um bichinho tão pequenininho e fui arbitrariamente enganada… Pedi uma organic chicken e quando chega o prato duas codorninhas! Oh que dó! Eu até que tentei comer para não ficar feio, mas foi um tormento, um dos piores jantares da minha vida. E a culpa? Se eu como, sou conivente, se eu não como, o fato da bichinha ter morrido para me alimentar vai por água abaixo. Aff! Que tormento! Codorninhas, nunca mais!

  2. Fer:
    Também tenho essas reações. Outro dia foi com o coelho no blog da Elvira. Aí eu mesma me pego pensando: mas eu como frango, como boi…que são animais que também são fofos e que gosto.
    Uma vez vi um programa feito na Coréia e lá existe até um cara famoso que inventou não sei quantas mil receitas com carne de cachorro….Nossa até passei mal.
    Mas, a gente é assim ué !!!!
    Mesmo com peninha das das pequerruchas cochinhas, que pratos maravilhosos vc nos mostrou….as always.

  3. Confesso que já comi mas agora recuso-me. É pequeno demais e faz-me confusão. Assim como pombos e outras aves de porte pequeno. Essa coxa parece um brinquedo…Lol
    Mas não se sinta mal Fer! Não vale a pena! Até porque, em condições especiais eu até era capaz de voltar a comer mas não em casa ou como hábito. As sobremesas ficaram com excelente apresentação (apesar da desilusão, né?)
    Beijinhos

  4. Confesso que já comi mas agora recuso-me. É pequeno demais e faz-me confusão. Assim como pombos e outras aves de porte pequeno. Essa coxa parece um brinquedo…Lol
    Mas não se sinta mal Fer! Não vale a pena! Até porque, em condições especiais eu até era capaz de voltar a comer mas não em casa ou como hábito. As sobremesas ficaram com excelente apresentação (apesar da desilusão, né?)
    Beijinhos

  5. ai Fer, também morro de pena de comer certos bichos,aliás, de comer qualquer bicho e alguns,os de aspecto mais mimoso,como os coelhos ,aí não como mesmo. Acho que as codornas também não teria coragem..beijo!

  6. Quando eu era criança, codornas eram alguns dos meus bichinhos de estimação. Não consigo vê-las como comida, e meu estômago embrulha só de ver as embalagens de codornas congeladas no mercado. São tão miudinhas e frágeis…

Deixe a sua pitada: