Foi só elogiar…

Eu estava recomendando o meu serviço de web hosting, que era um dos melhores que havia. Digo, era! O negócio está despencando morro abaixo desde que eles começaram a vender hospedagem por cinco mangos mensais. Quem quer um serviço profissional, tem que pagar um preço decente. Por cinco mangos ninguém está esperando perfeição. Mas eu não pago cinco mangos e já sou clente há muitos anos, com um pacote profissional. Quando se compra um pacote profissional, se espera profissionalismo. Mas não é o que anda acontecendo com o meu servidor. Desde domingo que está tudo um horror. Foram dois dias de serviço interrompido intermitentemente. Na segunda-feira foram sete horas em que não pude acessar meu publicador e ninguém pode comentar nos blogs. Ficou tudo fora do ar também. Depois voltou. Saiu, voltou, saiu, voltou. Os comentários estão soluçando, eu tenho que esperar pacientemente para entrar no publicador. Educada que sou, escrevi duas mensagens delicadas para o suporte técnico, que primeiramente me respondeu que tinha alguém com um website tosqueira hospedado no mesmo servidor que o meu, e que o programa mal escrito do website tosco era o causador do problema. Como nada foi resolvido e depois de sete horas sem conseguir acessar nada, escrevi outra mensagem, desta vez já menos educada, pedindo uma explicação. Ela veio dois dias depois, dizendo que ELES NÃO SABEM O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O MEU SERVIDOR!!!! Já comecei a olhar outro serviço. Eu levo muito a sério tudo o que eu faço, mesmo que seja um mero blog de culinária e quero tudo funcionando normalmente, por mim e também por respeito a quem entra aqui, quer comentar, fazer uma busca ou apenas olhar e ler.
* vamos ver quantas horas de maratona da paciência vou precisar pra publicar este texto.

8 thoughts on “Foi só elogiar…”

  1. Ah Fer, nem brinca! Eu planejando migrar pra Dream esse fds porque não aguento mais a GoDaddy 🙁
    E agora? Vamos levar nossas cozinhas pra onde?
    🙁
    Bjuca!
    Faby

  2. Fer: você fala de evangelizar, meu irmão usa o termo “catequizar” em relação à música.
    Estou amando os orgânicos e me divertindo com o desafio de descobrir o que fazer com aquilo que vem na cesta.
    Meta número 1: não deixar nada ir para o lixo. E estou conseguindo, o que já é muito.

  3. Ei, Fernanda,
    já algum tempo leio o seu blog, e fico impressionada com a sua capacidade de criação. Às vezes tenho dificuldade de acompanhar seu ritmo, e olha que apenas me encarrego de ler os posts rs. Quero te elogiar pelo blog divertido, espontâneo, interessante e sofisticado que vc tem. E sempre me pergunto se vc é parente do João Guimarães Rosa??rs Um dos meus escritores preferidos. Maravilhoso. Um beijo, Fernanda, conte sempre com as minhas visitas por aqui. Sara.

  4. Fer, sabe q aqui no meu trabalho rolou um “bug do milênio” nos servidores na semana passada?
    Ficamos 3 dias sem internet, sem e-mail, sem impressoras, sem nenhum serviço de informática.
    E ninguém sabe o q aconteceu (ou assim dizem). Será q é uma onda mundial? Ouvi falar de outras 2 empresas q voltaram à Idade da Pedra nos mesmos dias também.

  5. Poxa, q saco isso ne Fer…?!!
    Tomara q tudo se resolva logo no seu servidor. Eu tbem fico meio brava com essas palhacadas, acho q assim como vc levo a serio tudo q eu faco (as vezes ate demais…!).
    Tem sido meio dificil mesmo de comentar aqui, espero q eles resolvam.
    Afinal eh como voce disse, voce merece profissionalismo e nos aqui vamos ter uma crise se nao pudermos “chucrutar”!
    Adooro seu blog Fer!
    Beijos!
    Ana

  6. Espero que a coisa tenha melhorado. Tecnologia, quando não funciona, é um porre, pois nos deixa na mão!
    Adoro ler seu blog (faço isso todos os dias, é bem melhor que ler notícias tristes no jornal) e espero poder continuar assim.
    Beijocas e muita paciência,
    Elena sem H

Deixe a sua pitada: