Bitki

bitki_s.jpg

Outra receitinha da Judith Jones, a editora da Julia Child, entre outros astros da culinária norte-americana, que eu estava esperando ansiosa pra fazer. No final da sua autobiografia—The Tenth Muse, Judith coloca algumas das suas receitas favoritas, umas da sua infância, como o levíssimo pudim de pão, que eu já refiz usando cerejas secas invés de passas, outras da sua juventude e maturidade, até as receitas que ela cozinha hoje, aos 83 anos. Não são muitas, afinal o livro é uma biografia, mas a vida dela esteve sempre intimamente ligada à comida, de todas as maneiras possíveis, portanto achei muito legal que ela nos deu a oportunidade de experimentar algumas das receitas que marcaram a sua brilhante trajetória gastronômica.

Uma das receitas que chamaram a minha atenção foi a desses bolinhos de carne, que ela chama de Bitki. Judith conta que costumava fazer essa receita quando estava na universidade, lá pela década de 40, e queria convidar amigos para jantar e num orçamento de estudante, impressioná-los. Ela diz que a receita é fácil e barata, pode ser feita com antecedência e fica uma delicia. Eu quis experimentar. Achei realmente muito fácil e extremamente saborosa. Um outro prato simples e festivo.

6 fatias de pão branco amanhecido, sem a casca
1 xícara de leite
3 cebolas grandes em fatias
3 colheres de sopa de manteiga
700 gr de carne moída—do boizinho feliz, se possível
1 colher de chá de mostarda
Algumas gotas de molho inglês—Worcestershire
3 colheres de sopa de salsinha fresca picada
Sal e pimenta moída a gosto
1 xícara de sour cream
Paprica doce para polvilhar

Pique o pão e coloque numa vasilha, molhe com o leite e deixe absorver. Numa panela, derreta a manteiga e frite a cebola em fogo baixo e panela tampada, mexendo sempre até que a cebola fique macia e dourada. Numa outra vasilha coloque a carne, a mostarda, o molho inglês, sal, pimenta e o pão espremido com as mãos. Não use as sobras do leite, se houver, na receita. Misture bem com as mãos, Junte a salsinha e incorpore. Faça bolinhas e coloque na panela com a cebola. Tampe e cozinhe em fogo baixo com a panela tampada por 20 minutos, virando as bolinhas uma vez. Coloque o sour cream e deixe esquentar. Desligue o fogo e sirva os bolinhos polvilhados com páprica, acompanhados de arroz branco, macarrão largo de ovos [noodles] ou purê de batatas.

*fiz metade da receita. E deu uma quantidade para umas 4 pessoas. Então a receita inteira dá mesmo para um jantarzinho com amigos.
**como não tinha sour cream, usei creme fraiche.
***servi com arroz.
****tirei a foto sem polvilhar com a páprica—ê, cabeção! mas na hora de servir polvilhei e realmente acrescenta um tchanran extra.

14 thoughts on “Bitki”

  1. Olá Fe…….tenho uma outra alternativa p/ os seus Bitkis. Eu li num livro que falava sobre a Russia. Depois da sua receita pronta, coloque num refratário, polvilhe os Bitkis com um pouco farinha de rosca, queijo e floquinhos de manteiga e coloque no forno bem quente e gratine por mais ou menos 5-8 minutos. Abraços

  2. …momentos de mutação….
    adoro essas letrinhas verdinhas que tu bota nos textos e que levam a gente pra outros caminhos, um desvio interessante….assim, como o teu jantar. Tem nada não, nega, eu ainda boto essas letrinhas lá……….no meu também, pra indicar o blog que mais adoro ler!!!! e que mais me deixa com fome!!!!

  3. Bem diferente das que eu faço. Vou então fazer a sua receita pois estou com água na boca só vendo as fotos. De fácil preparo, não tem como errar! bj

  4. Fer, uma receita bem fácil do jeitinho que eu gosto. Ontem eu fiz uma receita que você postou (pão bolo com cranberries), eu não tinha cranberries então fiz com mirtilos, amei, ficou bem fofinho, uma delícia de massa, assim que puder vou postar.
    Bjos, Lú.

  5. Fer, adorei essa de colocar os bolinhos junto com sour cream. Vou fazer, mas sem a paprika, que eu não gosto muito…
    Quando eu fizer, com certeza vou postar! O prato ficou lindo!

  6. Oi Fernanda,
    Tudo bom?
    Aqui é a Francine da Salem Guerrilha (www.salem.com.br), e estou trabalhando na divulgação do novo filme de Marcos Jorge, o “Estômago”, que foi premiado no Festival uruguaio de Punta del Este.
    Gostaria de convidá-la para uma data que preparamos para alguns blogueiros.
    Eu prefiro passar mais detalhes, como dia e horário, por e-mail. Você pode entrar em contato comigo pelo francine@salem.com.br?
    Se quiser, assista a uma palhinha do filme no site da produção, o http://www.estomagoofilme.com.br.
    Aguardo seu retorno! 🙂

  7. Fer:
    Maravilhosos os cogumelos e essa receita de bolinhos vou experimentar logo, logo. E’ a primeira receita que conheco sem uso de ovos, estou muito curiosa, a foto ja’ me deu fome.
    Beijo,
    Maria

Deixe a sua pitada: