para ler e comentar

pollan_jones1.jpg

Mais dois livros novos, que vão me entreter um bocado nas minhas horinhas antes de dormir e talvez me inspirem para algum papo firme por aqui. O novo do Michael Pollan, que já é figurinha carimbada e a biografia da editora Judith Jones, que foi o livro que realmente me encantou—sorry, Mr. Pollan.

Judith tem hoje 83 anos e ainda trabalha para a editora Knopf, que na década de 60 publicou o revolucionário Mastering the Art of French Cooking e colocou Julia Child nos livros de história da gastronomia norte-americana. Amiga de Julia Child, James Beard, M.F.K. Fisher, Marcella Hazan, Claudia Roden, Edna Lewis e Marion Cunningham, entre muitos outros grandes nomes do mundo culinário, Jones é um ícone, a mulher que publicou os grandes livros de receitas nos EUA.

Em The Tenth Muse: My Life in Food, ela vai contar todas as histórias dos seus cinquenta anos trabalhando com publicações culinárias. No primeiro capítulo, que já devorei, Judith descreve os hábitos alimentares e comidas da sua infância na década de 20 e 30. As histórias de Judith me fizeram lembrar um pouco as da infância da Margaret Rudkin, ainda no século 19, mas com algumas similaridades, senão apenas pelo encanto de nos propiciar uma viagem pelas cozinhas e salas de jantar de antigamente.

9 thoughts on “para ler e comentar”

  1. Olha que coincidência, comprei o In Defense of Food esta semana, junto com o Omnivorer’s dilema que, apesar do hype, ainda não tinha lido. Estou sentindo que vou gostar muito dos dois. Terminei o My Life in France da Julia Child, e fiquei ainda mais apaixonada por ela. É lindo!
    Beijos

  2. Oi Fe! Peguei esse livro na biblioteca essa semana, “In Defense of Food” e o outro dele tambem, The Omnivores Dilemma”. Parecem ser otimos.

  3. oii Fer, como sempre, a leitura do blog está deliciosa.
    É impressionante como é prazeroso entrar aqui.
    Eu adoro quando vc mostra sua casa… porque além do fato que eu amo bisbilhotar tudo a respeito de “casa”… a gente vê esses seriados americanos, com aquelas casas gostosas… onde se usa muita madeira, onde há mesas como a sua…. flores… aquela cozinha, cheia de amor…
    adoro….
    Parabens!!!!

  4. Fernanda,
    descobri o seu blog no finzinho de 2007 porque adoro cozinhar e ia sempre ao Panelinha, onde achei o seu link.
    Agora, além de ler a sua página diária, tenho ido também aos anos anteriores, coletando receitas e lendo o seu delicioso texto nos intervalos do trabalho, enquanto dou uma folga pros meus neurôniozinhos.
    Tenho 50 anos e morei toda a minha infância em uma pequena cidade nos arredores de Campinas e porisso as suas referências são tão familiares, tão confortáveis.
    Assim pude voltar às Lojas Americanas, onde provei o primeiro misto quente em pão de forma tostadinho e a primeira geladíssima Coca-Cola em copo de base de inox e cone de papel. E à Sears de onde sairam tantos vestidos e blusinhas adoráveis! Finalmente, subindo a 13 de Maio, lembrei a Estação da Companhia Paulista que mais parece (felizmente ainda está lá) um jogo de bloquinhos coloridos com tijolinhos. Boas lembranças! Obrigada. Um abraço.

Deixe a sua pitada: