alguma coisa está fora da ordem

7:30!!!!
Cacilda, o relógio não tocou!
Carvalho, eu não armei o relógio!

Meu mau humor matinal é conhecido e notável. Por causa dele eu acordo muito mais cedo do que precisava, para ter tempo de me recompor e chegar no trabalho com uma cara apresentável e um ânimo mais apropriado para me integrar civilizadamente com outros humanos. Eu não faço nada antes de beber uma xicarazona de café com leite morno e sem açúcar, depois ler e-mails, mordiscar uma bolacha, tudo feito no escuro e em silêncio. Só depois desse período de reajustamento no planeta dos acordados, com os neurônios reconectados, é que eu vou tomar banho, decidir roupa, depois fazer a lancheira, porque meu café da manhã não é suficientemente robusto para me sustentar até a hora do almoço. Meu ritual matinal leva quase uma hora e meia, até que eu finalmente possa montar na minha bicicleta e pedalar pelo campus para iniciar o meu dia.
O que acontece quando a rotina é interrompida e invertida, numa fatídica manhã quando o relógio não tocou, porque o cabeção esqueceu de armá-lo na noite anterior? Correria, pânico, caos, incredulidade, amargura! Invés de descer pra beber tranquilamente o meu café, entrei no chuveiro e depois desci correndo para preparar a lacheira—e donde estava a lancheira? ela tinha passado a noite na bicicleta, com um pote de iogurte dentro e a casca da banana congelada—pra poder tomar café no trabalho. Montei na minha bicicleta e pedalei pela neblina densa e gelada, de cara amassada, estômago vazio, um humor que já tinha apodrecido de tão amargo, os olhos lacrimejantes de estupor e insatisfação. Não sei como cheguei no trabalho, não sei como estacionei a bike, não sei como consegui articular um good morning pros meus colegas, não sei como lembrei da senha para entrar no meu sistema, não sei como encontrei uma caneca maior no armário, não sei como enchi ela de água quente e fiz o café com leite morno e sem açúcar. Não sei como desembrulhei e mordi as torradas—eu consegui colocar duas fatias de pão de passas com canela na torradeira e embrulhar em papel alumínio?
Uma hora depois, uma xícara de café com leite sorvida, duas torradas mastigadas, a amargura foi desaparecendo, fui abrindo os programas e iniciando minhas tarefas, liguei a música, olhei pela janela, vi as bicicletas passando, o sol que começava a despontar por detras dos prédios, a neblina finalmente tinha se dissipado, da cidade e da minha cabeça.

22 comentários sobre “alguma coisa está fora da ordem”

  1. Lendo seu texto eu estava me vendo cedo pela casa.Meus amigos e parentes ja conhecem este detalhe,afinal quase todos ja provaram do que sou capaz pela manhã.
    Não sei se somos anormais, ou quem levanta com aqueles chic-choc na mão e falando pelos cotovelos são normais !!!
    Gina

  2. Seu post me fez pensar que às vezes o que a gente acha que é terrível, teme, previne e evita com tanto afinco acaba não sendo tão terrível assim, e no final, no final mesmo, tudo acaba bem. Se não acabar é porque não terminou!

  3. Oi Fer!!
    Eu estou todos os dias atrasada… então tenho q correr sempre. Ainda bem que acordo cantando!!!
    O pior dia foi dia 02 de janeiro… prometí pra mim que começaria o ano acordando as 6 da manhã e fazendo uma caminhada de 45 minutos toooooodos os dias, depois voltaria, tomaria banho e viria p/ o trabalho – entro as 7:45.
    Pois bem, não ouví nenhum dos 3 alarmes que coloquei, acordei assustada 7:40 e ainda cheguei atrasada.
    Bom, né!!!

  4. Onde voce trabalha Fe? Faz o que? Eu ate que tenho bom humor de manha, mas acostumei a ter as primeiras horas da manha so pra mim. Quando o marido inventa de acordar cedo, estraga meu dia. Tinha visitas essa semana, e, meu cunhado, que “precisa” fumar assim que acorda, assim que ouve barulho, levanta e tambem mess up minha rotina.

  5. É feio rir da desgraça dos outros,mas é impossivel não dar umas belas gargalhadas ao ler seu relato!!Irresistivel!!!E compreendo muito bem:sem café logo ao acordar,tambem não ´funciono´!!!
    AnaN.

  6. Fer, eu entendo muito bem o que vc passa!!! Total support! Eu preciso de + de 1hr de ritual para poder sair de casa, feliz e pegar o meu metro. Beijocas e have a nice day! Karla

  7. Ai o que eu me identifico com esta narrativa!
    Não me dirijam palavra, olhar ou nem sequer se cruzem no meu caminho enquanto eu estou naquele malvado “limbo” do acordada-adormecida ou o contrário, sei lá eu!
    Bjs

  8. Também acordo mais cedo para poder comecar com um pouco mais de apresentabilidade meu dia e nao sou niguem sem meu ritual muito parecido ao ceu, acordo vejo meus e mails , no escuro bebendo café com leite, só assim posso comecar meu dia.
    Me identifiquei muito
    Beijos

  9. tambem acordo cantando! não perco o meu humor por nada, aliás, adoro essas situaçóes assim inesperadas… fico calma e no fim dá tudo certo!

  10. Fer, eu sou como tu, que tristeza esse ranso matinal. Exatamente, o que preciso de manhã, é que me deixem chegar tranquila no mundo dos acordados. Meu marido implica: mas por que esse mal humor? A questão não é esta… só me deixa quieta que daqui um pouco serei eu mesma.
    Como consegues andar de bici com o frio que faz aí? Aqui, faz frio suportável que quase prefiro me deslocar de bici no inverno que no verão.
    Um beijo e bom dia!!!

  11. Fer, que inveja do teu timming… cara, eu acordo que nem um zumbi, me arrasto até o chuveiro e só lá, debaixo de uma ducha fria, que eu consigo olhar pro relógio e ver que horas são…
    O meu SONHO é acordar a tempo de tomar café e ler jornal. Um dia eu chego lá 🙂

  12. Cada um tem o seu tempo, tem gente que precisa dormir 8 horas por noite, outras 4 horas, alguns nunca tomam café da manhã, outros precisam de um banquete cedinho…eu não gosto de mudar nem o que costumo comer no café da tarde, que dirá no da manhã?!
    bjoca.

  13. Fer,
    Ao acordar preciso: silêncio, café e pão.
    Não se trata de mau humor…exceto quando insistem em conversar/falar alto, comigo ou perto de mim.
    Hoje, em especial, por motivos de TPM, estou com raiva do mundo e da vida. Ler seu post me ajudou a encarar este momento de fúria com algum humor. Obrigada. Meu marido também agradece.

  14. O hábito de acordar cedo e o facto de não gostar de dormir muito faz-me (quase sempre) acordar antes do despertador (quando estou no meu estado normal). Mas das piores coisas que me pode acontecer é mesmo não o ter posto a tocar e acordar à pressa! Por isso para além deste coloco também o meu rádio, sei que estes dois não falham… E nos dias em que estou muito cansada/quase em falência ponho ainda um relógio velhinho em cima da cómoda (longe da cama) que me obriga a levantar (estão todos programados com 5 min de diferença).
    Fer, eu também sou assim, não gosto de quebrar a rotina matinal, é importante para a minha convivência com o resto da população…
    bjs e boas manhãs!

  15. Seria cômico se não fosse tr´ágico!!!Morri de rir.
    O mau humor e a moleza matinais só pioram com a idade.Sorry. E o Mauro acorda cantando!!!!
    beijo

  16. Minha filha é assim, como você…… então, não acordo ela, DE JEITO NENHUM, mesmo que o despertador dela não tenha tocado, 1h antes do meu… quero preservar meu bem-estar!
    Beijinhos,

  17. Olá, Fernanda. Tudo bem ?
    Não sei se lembra de mim, pq quase não deixo recado aqui, mas quero que saiba que estou todos os dias, o dia inteiro olhando o seu blog, que diga-se de passagem é maravilhoso !!!! Eu achei que era a única no mundo que gostava de um certo silêncio na parte da manhã. Fico feliz de não ser um grão de areia no oceano. Olha, seu blog está cada vez mais bonito, suas fotos cada vez mais maravilhosas, e eu estou cada dia mais apaixonada por este lugar. Um grande abraço.
    Lilian.

  18. Olá, Fernanda. Tudo bem ?
    Não sei se lembra de mim, pq quase não deixo recado aqui, mas quero que saiba que estou todos os dias, o dia inteiro olhando o seu blog, que diga-se de passagem é maravilhoso !!!! Eu achei que era a única no mundo que gostava de um certo silêncio na parte da manhã. Fico feliz não ser um grão de areia no oceano. Olha, seu blog está cada vez mais bonito, suas fotos cada vez mais maravilhosas, e eu estou cada dia mais apaixonada por este lugar. Um grande abraço.
    Lilian.

Deixe a sua pitada: