who wants to live forever…

A inquilina da minha guest house veio pagar o aluguel no domingo e me pegou, como ela sempre me pega, fazendo o rango. Ela tem 21 anos e está no seu junior year na UC Davis. Eu já a conhecia antes dela virar minha inquilina. Ela não cozinha, o que pra mim é até certo ponto um alivio, pois a cozinha da guest house é minuscula e tem que investir num esquema para se cozinhar lá. Mas toda vez que ela vem pagar o aluguel ou só perguntar algo ou me falar algo, nós conversamos sobre comida. Ela me acha no mínimo o máximo porque eu cozinho e acha que eu sou uma mulher de sucesso porque eu tenho um blog de culinária. Ela é muito engraçada e fala umas frases engraçadas, sempre elogiosas e carinhosas, ela é bem querida. Às vezes eu convido ela pra puxar um rango. No meu aniversário ela veio e comeu a brandade de bacalhau, que ficou um pouco sem sal, então ela colocou—sem brincadeira—uma colher de SOPA de flor de sal no meio do prato. Uma vez ela me perguntou—você sabe que existem comidas prontas que você pode comprar e colocar no microondas? Minha resposta foi uma sonora gargalhada! Foi idéia do Uriel iniciar o processo de desova do bolo de laranja com tâmaras que ficou muito doce pro nosso gosto. Ele ofereceu o bolo pra ela, que aceitou prontamente, então eu cortei quatro fatias gigantes e embrulhei numa folhona de papel aluminio, enquanto explicava que o bolo só estava um pouco doce pra nós, mas era coisa fina—usei os melhores ingredientes, ovos fresquíssimos, manteiga orgânica, as tâmaras são locais e estão na temporada, tudo que eu uso é da melhor qualidade. Ela fez aquela cara de encantamento que ela sempre faz quando eu falo de como eu cozinho e nas coisas que eu acredito, e enquanto segurava cuidadosamente o pacote de bolo soltou mais uma das suas pérolas—oh, vocês comem tão saudável, você e o Uriel vão viver pra sempre!

27 comentários sobre “who wants to live forever…”

  1. Adoro cozinhar também e já me perguntaram coisas do gênero, como: “ai, mas você faz o molho de tomates, que coisa antiqüada; já vendem o molho em latinhas”. Ou a pior: “como assim você não usa leite longa vida? Você tem uma vaca?”
    Eu rio um pouco, mas minha vontade é de dar uma de Norman Bates… rs!

  2. Oi Fe,
    Estou sempre lendo o seu blog e morro de dar risadas com as suas estorias na terra do tio Sam. Eu atualmente moro em Orlando, FL e eu adoro cozinhar. Essa estoria da sua inquilina me fez lembrar do meus companheiros de trabalho que sempre me perguntam: Pq vc sempre traz comida feita em casa, se no supermercados existem tantas opcoes prontas?
    Bjs
    Tania

  3. Olá… não conhecia seu blog, peguei hoje a indicação da Folha.. fiquei sabendo dele de manhã, e são 23h e não consigo parar de ler!!! Uma delicia.. Parabéns.

  4. Fer, você é ótima!!! De mal-humorada da foto de um outro post você não tem nada!!! Seus posts são super cômicos!!! A sua inquilina deve pensar que você é um ser de outro planeta, e vice-versa!!!rsrsrs
    Beijocas e parabéns pela indicação como um dos melhores blogs culinários!
    Vamos seguindo os seus passos e suas desovas 😉 rsrs

  5. Oi Fer,
    Adorei esta história. Fico imaginando esta personagem colocando a colher de sal…
    Fico furiosa com está idéia de que existem ótimas comidas congeladas e para isso serve o microndas. É óbvio que num momento correria, é uma boa, embora o coringa massa com alho sempre é mais interessante que um arroz 3 delícias com gosto igual ao salteado de gambas com setas (clássico de uma linha de comidas espanholas congeladas).
    Um beijo e boa semana

  6. Prezada Fernanda
    Hoje me deparei com a grata surpresa, no caderno Ilustrada da Folha, onde Tereza Novais assina uma matéria sobre Blog culinários. Porque quem estava lá? Come-se e Chucrute com salsicha, é claro.
    Parabéns!
    Um abraço
    Rubén Duarte

  7. e uma mulher cada vez mais famosa!
    hoje tem uma indicação do chucrute na folha de são paulo, na reportagem sobre o livro da blogueira Julie Powell.
    beijos doces da fã
    p.s.: espero que vocês vivam para sempre 😉

Deixe a sua pitada: