Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

quandoumacoisa.jpg

Será que é culpa do trânsito de Marte retrógado pegando a minha lua?

Primeiro a caixa da quinoa vazou e zilhões de sementes se espalharam rapidamente pelas prateleiras e frestas da geladeira. Depois o triturador da pia entupiu e subiu aquela água borbulhante amarelada, que gira em falso como se fosse um redemoinho gago. Liguei rapidamente pro Uriel pedindo socorro, pois apesar da pia ter duas bacias, a que tem o triturador é a mais útil, a mais fácil, e eu não posso cozinhar sem usar a torneira. Ele veio e a meleca estava realmente grande. Depois de remover tudo o que fica guardado em baixo da pia, desligar o aparelho, remover o cano, drenar a água escura cheia de pedaços semi-moídos de casca de mexirica, apareceu o grande causador do estrago: uma tampinha de plástico, que deve ter caído lá por acidente. O jantar saiu, mas antes tive que trocar os tapetes da cozinha e me descabelar na frente do fogão, pois justamente naquele dia a lentilha que estava na panela tentando virar sopa, não amolecia de jeito nenhum.

E no dia que resolvi fazer uma receita de tuna melt porque iria jantar sozinha e comecei a não achar os ingredientes—um atrás do outro. No final das contas a única coisa que eu tinha era mesmo um lata de um maravilhoso atum espanhol, que eu compro lá no Corti Brother’s. Bom, pelo menos isso, eu tinha um atum de excelente qualidade preservado no azeite, que compensou a falta de TODOS os outros ingredientes. Não tinha pita bread, não tinha salsão, não tinha pickles, nem queijo cheddar e a maionese até que tinha, mas quando eu abri o pote ela estava com uma camada amarela e um cheiro de ranço. Foi pro lixo. Fiz então o tuna melt à minha maneira, usando um pão indiano e temperando o atum com salsinha picada. Usei também uns tomates meio sem gosto, fora de época, que ainda teimam em chegar na cesta orgânica, cobri com queijo manchego ralado e assei. Não ficou nada igual a um verdadeiro tuna melt, mas ficou bom e eu comi assim, como sempre como quando estou sozinha, com uma bandeja no colo vendo um filme, na sala de tevê.

10 comentários sobre “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”

  1. Querida Fer,
    Acho que a estoria ficou nos confins da mente, pois tive pesadelo com isso..hahaha..
    A coisa ta weird por akih..depois escrevo..
    But, wait..It’s Friday!!:)) Happy Firday:))
    Bjs
    Bri

  2. rapariga…. mas que grande filme!!! dá uma raiva danada quando os canos entopem não dá? e essas coisas acontecem sempre quando estamos com o tempo curto!!! porque será????
    ainda bem que tudo se resolveu.. beijos e bom fim de semana

  3. Apesar dos contratempos, o resultado não saiu nada mau! Pelo contrário! :o) Também voltei a fazer as refeições sozinha. O meu companheiro de refeições já viajou para Portugal à uns dias. Também faço assim, como a Fer. No sofá, a ver televisão (por aqui mais o noticiário português). Detesto fazer refeições sozinha! :o(
    Beijinhos

  4. Oi, Fer!
    Não tem jeito, não? Tem uns dias que dá vontade de se benzer! Tudo dá errado! Pense nisso em termos de karma: de repente é para compensar um dia por vir em que tudo vai dar incrivelmente certo…!
    (Já tendo tido acidentes semelhantes, eu costumo colocar a quinua num saquinho bem fechado e voltar o saquinho para a caixa…)
    Abraços!

  5. Fer,você acredita se eu te disser que parece que estive a ler tudo o que se passou comigo há uns duas atrás? Por isso sei bem o que isso é, dá cá uma neura!!!! A diferença é que no meu caso não foi o triturador, foi mesmo o cano da pia que entupiu, e no caso do atum foi ao contrário. Preparei uma receita cujo ingrediente principal é o atum mas que só é acrescentado no final, conclusão, quando tudo estava feito e cozido ao lume, na hora de colocar o atum, qual quê… não havia nem uma latinha! Buááááá´! 🙁

  6. ah Fer…muitos acidentes seguidos são inevitais em alguns dias…mas fazer oq…é assim smepre né?
    qdo começa a dar errado, vai errado ate o fim…um horror!!!
    mas sua comidinah te salvou nao?
    bjos

  7. Eu também até sou capaz de inventar alguma coisinha legal para comer quase sem nada na geladeira ou despensa mas….de profundo mal humor…Porque as coisas não se compram sozinhas????
    beijo

  8. Eh!! Fer
    Isso é mesmo ma lua, levantar com o pé esquerdo ou ai é Sexta Feira 13? Aqui é Quinta Feira. Olhe so lhe faltava para completar o cenario ai uma crinça ao pé bem irrequieta!
    Beijos A.

Deixe a sua pitada: