os olhos de Berenice Abbott

abbott_automat.jpg
abbott_blossorestaurant.jpg
abbott_bread_store.jpg abbott_cheese_store.jpg

Fotos da maravilhosa fotógrafa norte-americana Berenice Abbott, que eu peguei num blog sobre cinema da era pré-código [antes de 1934] que eu adoro. Os detalhes dessas fotos é o que mais me fascina. Me encanta olhar o cotidiano do passado através da comida, dos hábitos alimentares, dos preços, dos ingredientes, pormenores que fazem uma grande diferença, pois muitos deles não existem mais, nem são mais praticados. Eu assisto muito filme antigo—mind you, estou ali na fronteira da obsessão, quase em território freak, e tenho o costume de observar as minúcias das roupas, cabelos, sapatos, mobília, ruas, lojas, restaurantes e o que as pessoas estão comendo em cenas de comida. Fico tão compenetrada nessa esmiuçação que muitas vezes deixo de prestar atenção nos diálogos. Num filme de 1933 chamado Double Harness, que eu já revi 567889 vezes, os protagonistas William Powell e Ann Harding estão num restaurante num dos piers do Porto de San Francisco e estão tomando um clam chowder, que é uma sopa de mariscos muito típica e que até hoje se pode tomar na cidade. Fiquei tentando reconhecer o lugar, mas convenhamos que setenta anos passados é muito, muito tempo…

12 comentários sobre “os olhos de Berenice Abbott”

  1. Cara Fer,
    Tenho dois restaurante e sou chef de cozinha…enfim vivo procurando sites e blogs legais sobre o assunto. E através de um link conheci o seu e adorei.
    Acabo de voltar de San Francisco e quero muito reproduzir a Clam Chowder que tomei no Boudin. Você tem alguma receita bacana desta sopa maravilhosa?
    Beijos e prazer em “conhecê-la”.
    Vanessa

  2. Fer, eu amo esse tipo de foto, na minha última viagem a NY trouxe uns postais de fotos antigas tipo sépia e preto/branco e fiz uns quadrinhos que enfeitam meu corredor. Tem uma padaria judia que me deixa pensando….deve ser uma maravilha esse site, vou bisbilhotar depois. Eu também amo esse tipo de filmes antigos, pena que aqui não passam com muita frequência e eu não tenho tempo para locar DVDs… quando morei por aí via sempre um canal chamado Nostalgia…adolescente e amava!
    Beijos e ótimo final de semana. Que sua dor de cabeça vá embora!

  3. Fer, tem muita carne e batata nos filmes antigos. Impressionante como os habitos nao mudaram ate hoje, nas familias americanas mais tradicionais, carne e batata sao a base da alimentacao.

  4. Caramba,eu também tomei clam chowder em Monterrey muitos anos atrás, e não fazia idéia que era de mariscos! Só lembro de ser uma delícia de sopa bem encorpada, servida dentro do pão.
    Já visito o seu blog há alguns meses, mas nunca havia comentado, adoro ler sobre sua vida que parece ser ótima, e adoro ver as suas invenções culinárias.
    Beijos

  5. Fer, nos tempos de Europa adorava visitar os museus de pintura,principalmente os das pinturas medievais justamente para mergulhar na vida das pessoas daqueles tempos, que roupas vestiam, o que comiam, como era o lazer, em que acreditavam,podia ficar horas olhando aqueles quadros como te encanta olhar estas fotos, adorava descobrir nos quadros as cerâmicas que eles usavam,com que finalidade, enfim, é fascinante.beijo!

Deixe a sua pitada: