apenas um cacho de uva

umcachodeuva.jpg

A uva nunca ocupou uma posição elevada na minha lista de frutas favoritas. Mas eu gostava bastante da variedade vermelha que comia na minha infância e adolescência. Uva pra mim sempre teve gosto de Natal. E a uva que consumíamos durante as festas de final de ano era aquela com casca firme, que tinha que mastigar e cuspir, muito caldo e muitas sementes. Alguém me disse que aquela variedade é mais comum pra se fazer vinho. Aqui é praticamente impossível achar daquele tipo de uva pra comprar. Encontrei uma semelhante quando estive na França. Era a variedade Moscatel. As que eu compro aqui na Califórnia são doces demais, com casca finíssima, carnudas e com pouco caldo e sem sementes, como essa que comprei no Farmers Market. Não têm gosto de Natal e me fazem arrepiar pelo seu excesso de doçura.

10 thoughts on “apenas um cacho de uva”

  1. E eu que jurava que a Moscatel era mais doce?
    Literalmentem, um destemperado. Hehehe.
    Amo uvas. Ainda mais o vinho.
    Mas confesso que elas me lembram mais Reveillon que Natal.
    Bjos
    Diego

  2. Amo uvas também (a exemplo das moças aí)… quando chega a época, compro muitas, muitas, muitas… hihihi
    Tô aqui, procurando uma receitinha tua prá preparar aqui em casa, amanhã.
    Adoro seu blog!
    Boa semana!

  3. Pois é, menina uvas me lembram o Natal quando era pequena, especialmente as verdes. Antigamente, eram caríssimas no nordeste. Hoje em dia são cultivadas por lá e estão baratas. Lembro que de vez em quando passava um carro com autofalante na rua vendendo uvas de “Som Paulo”. Vinham numa caixa de madeira branca. Eram vermelhinhas e cheias de caroço, mas meio azedinhas. Eu prefiro me arrepiar com o doce em vez do azedinho.

Deixe a sua pitada: