dias assim são assim mesmo

Não é que a comida ficou ruim ou incomível. Ela só não ficou maravilhosa, e nem deve ter sido erro de receita ou má escolha dos ingredientes, mas sim efeito moral de final de segunda-feira agitada e cansativa, regada com um pinguinho de mau humor. Fui fazer o jantar usando uma estratégia impraticável para uma pessoa sozinha—usar o forno na cozinha e a churrasqueira lá no fundo do quintal ao mesmo tempo. E fui falar ao telefone, fui lavar os legumes e verduras da cesta orgânica, além de organizar os ingredientes pras receitas. Assim é querer demais, não? No interim o garbage disposer entupiu com alguma coisa e uma das bacias da pia ficou inusável, com aquela água suja boiando. Mesmo assim consegui terminar tudo, sem queimar nada e servi o jantar na mesa do quintal, como sempre—com tudo arrumado, pratos, copos bonitinhos, guardanapos de pano. Mas não rolou aquele excitamento de receita nova feita com ingredientes frescos. O clima do jantar foi de vamos apenas forrar o bucho. Nem as fotos que tirei prestaram. Dias assim acontecem e são assim mesmo, fazer o quê?

Salada de abobrinha grelhada
Cortei duas abobrinhas amarelas grandes em fatias grossas e temperei com sal marinho grosso, pimenta do reino, sálvia seca e azeite. Coloquei na churrasqueira em fogo baixo—pode ser feita na grelha. Grelhei dos dois lados, coloquei numa vasilha, deixei esfriar e salpiquei com cebouletes picadinha e cubinhos de queijo feta. Servi com um molhinho feito com duas partes de iogurte natural, uma parte de maionese, azeite, suco de limão e sal, tudo muito bem emulsificado pelo batedor de arame.

Tabuli de tomate assado
Ponha o trigo de quibe de molho na água—uma xícara de trigo, uma xícara de água. Deixe absorver toda a água. Mexa com um garfo. Acrescente bastante hortelã, manjericão e salsinha picados. Asse uns tomates no forno, temperados com sal, pimenta, azeite. Deixe esfriar e misture no trigo com as ervas. Tempere com sal, pimenta, azeite e suco de limão a gosto. Sirva.

9 comentários sobre “dias assim são assim mesmo”

  1. Fernanda,
    tenho certeza que tudo ficou gostosíssimo. 🙂
    Agora me explica, o tomate vai ao forno inteiro, com sementes e tudo? Você não corta em pedaços menores? E na hora de misturar com o trigo, você pica ele em pedacinhos?
    Bjs

  2. Mesmo que não tenha dado certo, o que me parece charminho de moça aborrecida, saber de mulheres à churrasqueira é reconfortante! Essas abobrinhas como acompanhamento de um churrasquinho, sei não…Acho que vou aproveitar essa receita no Ceguinho.

  3. ai Fer…se o seu meia boca produziu essas saladas lindas….acho que foi o clima que não permitiu o total aproveito de seus feitos(ii até rimou…heheh) mas bola pra frente e amanha vc terá um lindo dia! BJOS

  4. Que coincidencia feliz!!!!
    Ontem fiz quibe de bandeja e estou com mais de um copo de trigo ja’ amolecido esperando na geladeira por uma receita brilhate…. Essa com tomates assados sera’ perfeita!
    THANK YOU!

  5. Menina, há dias e dias. Minha mãe sempre diz que “dois sentidos não assam milho” ou seja, uma coisa de cada vez. Devo confessar que, como baiana, não consigo tal proeza mas admiro as pessoas que têm esse jogo de cintura. Isso aí é a perfeita ilustração da capacidade de “multi-task”, uma virtude. Eu fico impressionada que você trabalha fora e ainda tem energia pra fazer, produzir e conciliar tanta coisa. Como é que você faz?

  6. Hum, tem dias que realmente merecem acabar rápido, em que nada fica tããão bom, memso que feito com um mínimo de entusiasmo.
    Mas passa, e isso acalenta e prepara para a revanche no dia seguinte…
    Agora vamos ver o que rolou no day after!
    🙂
    Bjos!

Deixe a sua pitada: