Julia comprando verduras

O nome dela é Joanne e ela é amiga antiquíssima da sogra do meu filho. Ela nos recebeu para um thanksgiving na casa dela já faz alguns anos. Naquela ocasião Joanne cozinhou um menu vintage dos anos 50, usando livros da época, que eu folheei numa linda biblioteca que ela tem na cozinha. No papo de hoje, também na cozinha, bebendo champagne e falando de comida, ela começou a contar que o marido tinha sido AMIGO da Julia Child e que tinha TODOS os livros dela. Como ele cozinhava muito e usava os livros o tempo todo, eles estavam todos manchados de vinho, molhos, e começaram a despencar. Ela então descobriu uma pessoa que fazia encadernação e mandou reformar os livros todos. Como surpresa para o marido, ela procurou a Julia Child e pediu que ela autografasse os livros com a dedicatória — “com carinho, para fulano de tal, o melhor cozinheiro do mundo!” e Julia replicou que nem pensar que ela iria escrever “o melhor cozinheiro do mundo”, e escreveu somente “com carinho, para o fulano”, afinal de contas não é qualquer um que pode ter esse título de melhor do mundo, além DELA e mais alguns privilegiados! Joanne também contou que apesar de viver no sul da Califórnia, Julia tinha uma irmã, que ainda está viva, morando em Sausalito e estava sempre aqui pelo norte, onde podia ser vista às vezes comprando legumes e verduras no supermercado local. Joanne também fofocou que Julia bebia, também em cena no seu programa de tevê, por isso ela fazia tanta trapalhice, como derrubar coisas no chão. Eu queria saber mais sobre a Julia Child, mas a conversa rumou pra outras direções, e não consegui mais retornar. Mas depois do almoço eu e a Joanne fomos xeretar a biblioteca da sogra do meu filho, e encontramos muitos exemplares dos livros da Julia, vários deles repetidos, em edições vintage e originais, publicadas nos anos 60, quando ela fazia o seu inovador programa culinário na televisão, The French Chef.

5 thoughts on “Julia comprando verduras”

  1. Que bacana, Fer! Teus olhinhos devem ter brilhado com essas histórias, hein? Pena que ela não te repassou os livros repetidos, hehehe. Agora essa da dedicatória foi ótima! rs

  2. Oi, Fer
    tenho dois idolos culinarios: Julia Child e Jacques Pepin
    se por acaso voce nao leu ainda, recomendo o livro “The Aprentice” – uma autobiografia magnifica do Pepin. Ele comenta muita coisa sobre Julia Child no livro.
    Espero que Davis esteja com uma temperatura mais primaveril do que minhas paragens aqui….

Deixe a sua pitada: