Amar é…

esperar pacientemente na frente da porta ou já dentro do carro, enquanto ele resolve no último minuto antes de sair dar snack pro gato, pôr as latas de lixo na calçada ou dar uma meditadinha no banheiro.
suportar com firmeza, sem engasgos de vômito, a visão dele passando maionese numa fatia de panetone, devorando um romeu e julieta de goiabada com polenguinho sabor alho, misturando gelatina com sour cream ou sorvete de baunilha com abacate e aveia.
não se irritar quando ele estiver dirigindo e um velhinho passar vocês na freeway, pela direita.
responder novecentas e quarenta e sete vezes a mesma pergunta.
resistir à tentação de atear fogo naquela jaqueta de nylon que ele ganhou quando fez estágio numa empresa em 1983 e que ainda usa.
escrever sobre os defeitos dele, fazendo tudo parecer singelo e simpático.

25 comentários sobre “Amar é…”

  1. Minha Nossa Senhora dos Estômagos Fracos, maionese no panetone é o pior…rs…mas nem posso falar muita coisa, afinal, eu comia pão francês com banana amassada e maionese, ou pão , maionese e açúcar…nunca mais…
    Bjs
    Ah, e linda a declaração, pior é aguentar meu marido com uma camiseta cinza que tem, que não joga de jeito nenhum, que tem um buraco tão grande, que uma vez enfiou a cabeça por ela…horrível..

  2. Fer, começo a pensar se o seu querido não será parente de um conhecido meu, que eu vi com esses olhinhos, lambrecar pedaços (isso mesmo, no plural) de bolo de chocolate com maionese de atum e comer satisfeito!!!
    Tem coisas que até traumatizam…
    Bjs

  3. Fer, nunca me esqueço na fita do meu casamento (foi uma cerimônia ecumênica) na hora em que a pessoa que estava falando disse: “Amar é ter muita paciência para lidar com o outro” a expressão que minha avó fez…ô verdade dura de aceitar…Haja paciência, não??? Mas também devo confessar que não sou muito fácil…Aquariana com taurino…
    Beijos e ótima Páscoa!!!

  4. O texto ficou lindo!!
    O problema é que eu sempre me irrito com tudo.. Mas tudo bem, fico quietinha contando até 10.. rsrssr
    Beijos

  5. Que bonito isso. Eu costumava falar que amar uma pessoa é perceber que os defeitos dela a tornam perfeita. Apesar de às vezes querermos mudá-los.
    Ainda tô esperando o cara q vai me fazer os defeitos dele assim. 🙂

  6. Vou completar:
    Amar, para mim, também é, vê-lo colocar no prato: uma fatia de pão de forma, uma boa camada de feijão (isso mesmo), muito azeite e pimenta do reino por cima. Levar ao micro e comer. E ainda dizer que isso é muito normal….. Pode?????
    Bjs
    Andréa

  7. Fer, que poético e tocante é o seu texto. O “senhor” tem muito o que agradecer por ter uma mulher que desencantou o príncipe e mesmo assim teve certeza que o amava. Um beijo, Cláudia.

Deixe a sua pitada: