Waldorf Salad

waldorf_salad.JPG

A famosa salada criada em 1896 por Oscar Tschirky, maître do hotel Waldorf-Astoria em New York, não tem segredo. Corte quatro talos de salsão [aipo/celery] em cubinhos. Descasque e pique em pedacinhos duas maçãs pequenas. Eu usei a gala e reguei com suco de limão. Misture tudo numa saladeira, crescente um punhdo de nozes torradas ou cruas. Eu usei as caramelizadas. Envolva tudo numa excelente maionese. Eu fiz a minha com duas gemas de ovo COZIDAS [vá de retro, salmonela!!], que bati no mini-processador com 1 colher de chá de mostarda dijon, 1/2 colher de chá de suco de limão, uma pitada de sal, uma pitada de pimenta do reino moída e azeite o quanto baste. Se não tiver um processador ou mini-processador, pode usar liquidificador, batedor de arame, o importante é misturar bem, emulsificar. A minha maionese ficou com uma cor bem amarela, porque eu uso ovo caipira.

17 comentários sobre “Waldorf Salad”

  1. cara Fer
    gostaria muito de aprender como fazer as nozes carameladas. Procurei na internet, mas nada achei.
    Antecipadamente agradeço. Ah! Adoro seu blog e o visito diariamente. Obrigada
    M Célia

  2. A sua salada Waldorf parece deliciosa!
    Eu faço uma Waldorf diferente: vai cubinhos de pão torrado salpicados com ervas, alface cortadinha, umas folhas de rúcula e um molho de azeite, vinagre balsâmico, um dente de alho amassado e mostarda. E salpica queijo ralado por cima.
    Obrigada pela visita! Adoro levar uma cadeirinha e me sentar embaixo dessa árvore! Ela é linda mesmo. Os galhos são retorcidos e quando ela perde as folhas, fica impressionante!

  3. Fer, essa salada é uma delícia mesmo, eu tenho várias receitas que sofrem algumas variações e nunca fiz, apesar de gostar muito… agora você é muito chique, nozes caramelizadas???? Comoéquiéisso???? Você compra ou faz em casa???
    Hummmmmmmmmmm!
    Um beijo grande!
    Ótimo final de semana!
    Essa maionese assim é mais segura e acho que o gosto fica mais suave…
    http://www.mangiachetefabene.wordpress.com

  4. Ainda sobre a salmonela – a pastry chef Shuna Lydon explicou na classe de clara de ovo que a maioria dos ovos, pelo menos aqui nos EUA, sao semi-pasteurizados, pois passam por uma leve chama antes de serem embalados. Isso deveria tomar conta da salmonela. Ha mais chances de encontrar um ovo salmonelado se voce usar os da galinhas do seu quintal ou de algum pequeno produtor. Mas no meu caso, eu nao quero nem saber! Tenho NOJO HORRORENDUS de ovo desde que eu era uma piá, desculpem. Ovo cru simplesmente não dá pra mim… Eh paranoia total, além do nojo… :-)) beijos,

  5. Pena que eu tenho aversão a aipo, já tentei encarar, mas não dá. A salada está linda.
    Já a respeito da salmonela, vade retro, kkk, é só lavar bem os ovos com esponja e sabão, pois ela fica na casca e pode contaminar o ovo na hora em que quebramos a dita. Feita a higienização, não há mais perigo de usar o ovo cru.
    Beijinho

  6. adoro salada waldorf mas nunca meti nozes caramelizadas, deve ser bom! também nunca fiz maionese com gemas já cozidas, nem sabia que funcionava, estamos sempre aprendendo!
    beijo enorme

  7. Fer, quando era pequena meu tio fazia uma maionese com gemas cruas e cozidas que ficava muito gostosa, não sabia que dava certo assim só cozida e tinha receio de fazer a outra… Valeu!

Deixe a sua pitada: