frango assado com páprica

Nem sempre as receitas que eu vejo e gosto em outros food blogs e que tento replicar na minha cozinha, dão certo. Às vezes nem é realmente uma questão de dar certo, mas de não agradar muito ao meu paladar, ou o do meu mariido. Eu sou incrivelmente “picky” e ele é incrivelmente ‘weirdo”. São tantas as coisas que ele nem experimenta. E eu, quando me dá aquele bleargh, não tem jeito.
Então, gostei muito dessa receita de frango assado com páprica da Elise e resolvi que precisava fazê-la. Olha só que coisa perfeita, crocante, sequinha—com certeza vai agradar a uma chatonilda como eu, que vira o nariz pra frutos do mar, porco, frango, ovo, leite, eteceterá_eteceterá.

frangocaipira.jpg
smokedpaprika.JPG frangopaprica.JPG

Mãos a obra, descongelei um frango caipira que tinha comprado no mês passado, desencalhei aquela páprica defumada espanhola do fundo da gaveta de temperos e fiz EXATAMENTE como a receita manda fazer—só acrescentei um limão de recheio. Até lavei o frango e causei um pandemônio na pia, que depois desinfetei frenéticamente com toalhinhas anti-bactericidas. Temperei o franguete com as mãos, como se estivesse passando protetor solar no dito cujo. Outra coisa é que tenho um pouco de horror de manusear os defuntinhos, virá-los, remexer muito aqui e ali, especialmente o frango inteiro, que ainda tenho que tirar os miúdos da cavidade interna, tudo isso é deveras nojento na minha opinião. Mas fiz tudo direitinho e coloquei o bicho pra assar. No interim, resolvi sair pra comprar um negocinho pro meu gato e era pra ser um pulinho, uma trajeto de cinco minutos pela estrada, mas de repente me vi num congestionamento MONSTRO na I80, fazendo o trajeto de cinco minutos em quarenta, enquanto o franguinho assava lentamente na casa vazia – eu sei, não devo fazer isso nunca, só que às vezes piso no tomate e faço. Felizmente o frangolino assou em forno baixo, e apesar de ficar com umas pontinhas tostadas, não virou carvão!
Mas o resultado simplesmente não agradou. Nós comemos, não estava ruim nem nada, mas não foi aquele tchans. O sabor do defumado é um pouco dominante e impregnou demasiadamente. Acho que vai demorar um tempinho até eu resolver me aventurar a fazer outro frango assado ou usar essa páprica novamente.

14 comentários sobre “frango assado com páprica”

  1. Que pena que nao estava bom de gosto, porque de “imagem” foi suficiente para me dar agua na boca!
    Na minha humilde opiniao, e’ culpa da paprica. Eu comprei a dita cuja depois de ouvir tremendos elogios no forum de culinaria que participo (Fine Cooking magazine).
    nao gostei. Eu gosto de praticamente tudo, mas essa paprica nao combinou comigo. Muito forte, overpowering.
    Acho que vou fazer essa receita usando paprica normal… e creio que pode ficar muito bom em pedacos de frango ao inves do defuntinho inteiro…
    🙂

  2. Nossa menina, a sua descrição parece uma operação de guerra… Você teve que superar suas dificuldades e ainda por cima comer sem achar maravilhoso. Fiquei com peninha… Beijo, Cláudia.

  3. Aqui o frango orgânico está quase o mesmo preço, acho que paguei 13 reais, menor que o seu, mas Fer, vale a pena, comprei um peito de frango normal outro dia… estava cheio de tumores, eeeecaaaaaa! Nunca mais…

  4. ai Fe… sou bastante nojentinha pra mexer com carnes tbm..rs..rs… eu me reconheci totalmente no seu texto inclusive na neura da pia … rsrs).
    Beijocas
    MH

  5. Olha Fer, não compro frango inteiro não, aqui em casa os meninos gostam de peito e marido gosta de peito,coxa e sobrecoxa, então prefiro comprar cortado e dá menos má impressão…rs…nunca vi páprica em pasta como essa, só em pó…e pra não queimar as pontinhas devia ter coberto com papel alumínio e cuidado quando sair de casa e deixar algo no forno,viu!
    beijo e bom domingo

  6. Fer!! Adoro todo tipo de toalhinhas molhadas, inclusive as de bolso (WetOnes) pras maos. Clorox, Lysol..you name it!!:)) Ja experimentou as da Windex pra limpar espelhos?? Sao otimas:))
    Qto ao franguinho, ateh eu que nao como pensaria em fazer..saiu bonito na foto:)) soh que nao tenho sua coragem..hehe:))
    Bjs
    Bri

  7. A melhor parte: manusear o defuntinho! hehehehe
    Calma minha gente, Vitamina S tem em todo, eu digo, todo lugar. Em tempo, vitamina s = s de sujeira.
    Fer, uma pergunta nada a ver com o post, mas eu fiquei curioso quanto uma coisa. Ai nos EUA, os americanos não tem o hábito de fazer a higienização de frutas e legumes/hortliças?

  8. Muito divertidas suas aventuras culinárias, estou me viciando em lê-las.
    Vou fazer este defuntinho assado, quero testar o bolo de gengibre parece bem gostoso.
    Continue a escrever e cozinhar porque tá tudo muito gostoso.
    Abraços
    Ana Laura

  9. Que pena nao ter ficado como voce gostaria Fer, estava bonito o seu franguinho, e realmente o da Elise tinha uma cara muito boa tbem.
    Dei risada com a passagem q vc descreveu lavar o frango na pia, eu tbem fico meio neurotica em limpar tudo muito bem depois de usar frango cru assim na pia, parece q nem com todas as toalinhas desinfetantes as bacterias irao sair… fico meio q na paranoia ate o dia seguinte! hehe! Felizmente ate hoje ninguem ficou doente aqui em casa, vale a pena ser meio neura de vez em quando, ne!
    Ana

Deixe a sua pitada: