O Ano do Porco Dourado

Fomos até San Francisco para quebrar um pouco a nossa rotina. Nós adoramos visitar a The City, que é para mim uma das cidades mais encantadoras e charmosas do mundo. Como era o dia do Ano Novo Chinês, resolvemos dar uma passadinha em Chinatown. San Francisco tem o maior bairro chinês fora da Ásia. A segunda maior Chinatown do mundo fica em Vancouver, Canadá. Elas são muito semelhantes – borbulhante de gente, comércio e uma imundice desgraçada. Sinceramente, o que me desanima de visitar Chinatown é a nojera. É chocante, mas faz parte do show. Eu gosto de entrar nas lojinhas, de comprar cacarecos e de olhar as pessoas apressadas fazendo as suas comprinhas, toneladas de frutas, verduras, legumes, raizes, carnes, aves, peixes.

chinesenewyear1.JPG chinesenewyear2.JPG
chinesenewyear3.JPG chinesenewyear4.JPG
chinesenewyear5.JPG chinesenewyear6.JPG

O Ano do Porco [Dourado] tem tudo para ser um ano muito especial, com ênfase em atitudes de honestidade e bondade. Estamos muitíssimo precisados de um ano assim. Mas para a entrada do ano de 4704, não houve nenhuma celebração pública especial na Chinatown de San Francisco. Vimos muitas crianças e adultos estourando traques e até algumas bombinhas, e havia papel vermelho picado pelas calçadas – aumentando a sujeirada – e muitos cookies e chocolates em embalagens douradas e vermelhas à venda, além de todos os apetrechos típicos do dia, para boa sorte e fortuna. Eu comprei um quimono, um xale, colheres de porcelana e uma garrafa térmica com peneirinha para chá. Caminhamos muito, estava uma muvuca horrível, nós sempre comentamos das filas nas padarias, casas de chá e restaurantes em geral. Tudo sempre está abarrotado. É tanto cacareco e tanta comida pra vender, tanta gente, tanto movimento. Destoa um pouco do resto da cidade, lotada de figuras sofisticadas e modernex, turistas e mendigos. Aliás não se ve um mendigo em Chinatown – e olha que eles abundam no resto da cidade. Acho que é porque em Chinatown não tem espaço para os carrinhos de supermecado, que são as casas ambulantes dos homeless, e não dá pra dormir naquelas calçadas. Ninguém, nem mesmo os junkies no fundo do poço se arriscam.
Enquanto eu entrava nas lojinhas e me divertia olhando os cinco milhões de opções de badulaques inúteis e coloridos, o Uriel entrava nas vielas, obcecado em encontrar o ex-barbeiro do Frank Sinatra. Ha Ha Ha! Só o meu marido mesmo! O que ele encontrou foi um muquifo cheio de indivíduos imersos numa jogatina danada. Dispersa, dispersa, e arrepia na geral!

9 thoughts on “O Ano do Porco Dourado”

  1. Fer, vá mais para SF, a cidade é muito linda. Passei um Natal/Ano Novo lá e foi inesquecível – inclusive os mendigos. Caraca, como tem gente dormindo na rua!!! Parece o centrão de SP. Mostra mais fotos, plis! Bj.

  2. Fer, conhecer esta cidade é o meu sonho mais profundo… sonho com isso quase todos os dias… preciso realizar mas ainda está muito difícil. Deve ser realmente linda! Beijão, :o)

  3. Fer, eu também acho SF uma das cidades mais legais que conheço, faz um tempinho que não vou até lá, mas achei que a geografia e arquitetura eram um must! Não me lembro de Chinatown tão suja, mas acho que não é muito diferente de NY… que eu achei uma nojeira mesmo, tinha cheiro de comida podre, uma pena, fiquei desencantada…a gente vai esperando uma coisa e se vê outra completamente diferente. Também sou louca pelas lojinhas de cacarecos!!!
    Beijos!

  4. Luciana, quando eu visitei a Chinatown de Vancouver no inicio dos anos 90 [94, eu acho], ela era bem imundinha. Talvez nao seja pareo para a de SF, que tambem eh maior. Eu li em varios lugares, que este eh o ano do porco dourado. Ele so acontece a cada 600 anos e por ser muito prospero e auspicioso, vai com certeza causar um baby boom asiatico. Dah uma googlada, voce vai achar muitos jornais asiaticos comentando o ano do porco dourado. bjos,

  5. Fer, eu ja fui a Chinatown em Vancouver e nao estava tao sujo quanto voce descreveu em Sao Francisco. Eles tinham uma feirinha de rua que estava bem legal, cheia de comidas estranhas, hehe. Ontem eu estava saindo de casa e pertinho da minha rua tem um templo oriental (nao sei o que e porque esta tudo escrito na lingua nativa). Estava LOTADO por causa do ano novo, tinha carro estacionado pra tudo quanto e lado, uma confusao. Mas uma coisa que eu fiquei confusa: eu tinha lido uma materia falando que esse Ano do Porco seria vermelho, mas voce escreveu dourado, onde e que se ve essa informacao? Beijos!

  6. Meninas, sim, ele viu num programa de tv que o Frank Sinatra so cortava o cabelito nesse barbeiro em Chinatown… Ficou procurando… as if…! :-)))) beijos,

  7. Fezoca, eu adorava ir a um sitio desses, por aqui não há…sempre que ouço falarem Chinatown, a minha imaginação começa a funcionar e imagino-me a passear por essas ruas e sentir os cheiros, os sons e comprar muitas coisas!!!!
    Essa…do seu marido procurar o ex-barbeiro do Frank Sinatra é demais!!!! :0)
    Beijos
    Cris

  8. Por aqui, ou melhor, em Londres teve uma festa enorme para comemorar o ano novo chines. Sempre tem comemorações mas este ano foi a maior que ja fizeram. Quando estudava chines gostava de ir ao Soho para comprar pincéis e papel. Me sentia a tal apesar de falar mal..e sempre ter que fazer os pedidios em ingles.

Deixe a sua pitada: