cassoulet de grão de bico

cassouletdegraodebico.JPG

Meu irmão é um apreciador da boa mesa e já comeu de tudo, em muitos lugares do mundo. Ele contando de um cassoulet de feijão branco com pato que comeu na França me deu uma idéia para o jantar. Nesse frio, queremos comer coisas quentes e substanciosas, para aquecer o corpo, dar sustância. O cassoulet é uma comida perfeita pro inverno. Fiz com grão de bico, que cozinhei “from scratch”, a partir do grão seco, porque os de lata se fesfazem durante o cozimento. Usei bacon, uma dessas linguiças com recheio de tomate seco e sei lá mais o que, e uma peça de smoked pork shank, que dá um sabor especial ao guisado. Alho refogado, louro e salsnha fresca no final. Sal e pimenta do reino a gosto. Voilá!

macarrão integral com limão, rúcula e pistacho

Fui imediatamente fisgada por essa receita da edição de janeiro de 2007 da revista Martha Stewart Living. Estamos na temporada desses limões deliciosos e rúcula e pistachos são ingredientes fabulosos. Decidi fazer esse macarrão para o jantar do dia seguinte ao Natal. Até as minhas sobrinhas comeram. Meu irmão comentou que essa receita ficaria ótima num dia de verão—pena que no verão é difícil achar meyer lemon e rúcula, mas ele tem razão, o prato é leve e refrescante e por isso ficou perfeito depois da comilança do peru.

Whole-wheat spaghetti with meyer lemon, arugula, and pistachios
Sal marinho ou grosso
1/2 xícara de pistachos descascados e torrados
1 enchalota [shallot] pequena cortada em pedaços
1 meyer lemon [a.k.a. limão cravo, rosa, vinagre, china] cortado em fatias e sem sementes
3 colheres de sopa de azeite aromatizado com limão, ou o comum extra-virgem
300 gr de spaghetti integral
2 xícaras de rúcula
Pimenta do reino moída na hora

Numa panela grande, ferva bastante água com sal. Enquanto isso pulse os pistachos e a enchalota no processador até ficarem bem moídas. Retire para uma vasilha. Moa o limão no processador e coloque o limão moído na mistura de pistacho e enchalota. Coloque 2 colheres de sopa de azeite. Cozinhe o macarrão al dente. Escorra e reserve 1/2 xícara da água do cozimento. Misture o macarrão com a mistura de pistacho, adicione a água do cozimento, para o tempero se espalhar por igual. Coloque a rúcula, 1/2 colher de chá de sal, o resto do azeite e tempere com pimenta do reino a gosto. Sirva imediatamente.

um dia de inverno

Rouxnoquentinho.JPG
Roux no melhor lugar da casa

Depois de dias de chuva gelada, abriu o sol, fez um dia azul de inverno que eu adoro. Frioooo, um ventooooo. Meu irmão, minha cunhada e minhas sobrinhas foram esquiar em Lake Tahoe. Eu fiquei pra organizar mil coisas na casa, ir ao correio, fazer umas compras [mais! afe!]. O Uriel está trabalhando, preparando o material pra classe que ele vai ensinar neste quarter de inverno, que começa dia três. Eu estou de folga do trabalho, iaruuu! Está sendo bom pra fazer coisas com minha família e também pra fazer outras coisas que normalmente não faço. Tenho cozinhado uma vez por dia. Hoje estou fazendo um minestrone. Ando usando muito o meu panelão de ferro que comprei em novembro, porque ele dá conta de quantidade para mais de seis pessoas. Essa é a primeira vez em anos que eu curto o break de final de ano. Já estou pensando no rango da virada do ano!

Raspberry Trifle

Uma sobremesa do jeito que eu gosto, deliciosa e fácil de fazer! Veio na edição de dezembro da revista Everyday Food. Foi um sucesso absoluto!

raspberrytrifle1.JPG raspberrytrifle2.JPG
raspberrytrifle3.JPG raspberrytrifle4.JPG

1/2 xícara de flocos de coco
1/2 xícara de dry sherry [eu usei Cointreau]
2 pacotes de framboesa congelada [350gr cada]
2 colheres de chá de raspas de limão
2 xícaras de creme de leite fresco [heavy cream]
1/4 xícara de açúcar
2 pound cake [350 gr] cortado em fatias – eu usei 2 liqueur cakes com Cointreau de 400gr cada]
1/3 xícara de amêndoas em fatias

Pré-aqueça o forno em 350ºF/176ºC. Torre os flocos de coco por 6 minutos. Reserve. Numa vasilha misture as framboesas descongeladas, o limão e o sherry [eu usei Cointreau]. Reserve. Bata o creme e o açúcar na batedeira até ficar bem firme. Reserve. Forre uma vasilha de vidro com uma camada de fatias de bolo, coloque por cima uma camada da mistura de framboesa, cubra com uma camada do creme batido, coloque outra camada de bolo, outra da framboesa, outra do creme e salpique com o coco em flocos tostado e as amêndoas. Cubra com um filme plástico e leve à geladeira. Quanto mais tempo ficar gelando, mais gostoso fica. Pode ser servido dois dias depois, se acaso sobrar….

Baked Polenta with Mushrooms and Gorgonzola

Estava procurando freneticamente uma receita vegetariana diferente para ser o prato principal dos que não fossem comer o peru e encontrei essa de polenta na edição de novembro de 2006 da revista Real Simple. Ficou ótima e todo mundo comeu e elogiou.

Refogue 1/2 quilo de cogumelos crimini no azeite com 2 echalotas [shallots] picadas. Acrescente sal, pimenta do reino e tomilho e reserve. Faça a polenta na quantidade desejada, acrescentando um pouco mais de água na receita básica [eu usei a da embalagem da polenta], pois ela deve ficar molinha. Aqueça o forno em 350ºF/176ºC. Quando a polenta ficar pronta, acrescente, 1/2 xícara de cream cheese e 1 xícara de queijo gorgonzola em pedaços. Teste o sal e acrescente mais, se achar que precisa. Acrescente os cogumelos refogados e leve ao forno por uns 15 minutos, até o gorgonzola derreter. Eu fiz tudo numa panela só, de ferro, do fogão ao forno e também à mesa, que essa panela tem cacife pra subir ao palco!

Menu do Natal

Quiche de carangueijo – sem receita, massa pronta, 1 xícara de leite integral, 1 xícara de creme de leite fresco [heavy cream], 3 ovos, sal, nos moscada, misturar meio quilo de carne de carangueijo, decorar com tomatinhos, colocar na massa pré-assada, assar até o recheio ficar dourado.

Quiche de aspargos – sem receita, massa pronta, 1 xícara de leite integral, 1 xícara de creme de leite fresco [heavy cream], 3 ovos, sal, nos moscada, colocar os pedaços do aspargos frescos [usei uns bem gordinhos] na forma com a massa pre-assada e colocar o creme, assar até o recheio ficar dourado.

Salada de batata – feita pela Marianne – norwegian style.

Salada de rúcula com tomates secos.

Carpaccio de abobrinha – usei abobrinhas verdes e amarela, salpiquei com um pouquinho de coentro fresco, ralei queijo asiago fresco por cima.

Stuffing – arroz selvagem cozido, tomates secos, salsinha picada, tâmaras picadas, uvas passas brancas, sal, pimenta – rechear o peru com essa mistura, servir separado depois que destrinchar o peru. Como eu tinha uma convidada vegetariana, fiz parte do stuffing fora do peru.

Peru – receita tradicional da minha família, temperado por dois dias no vinha d’alho e coberto com bacon, assado por 4 horas no forno médio.

Polenta com gorgonzola e cogumelos. Como uma das convidadas era vegetariana, eu fiz essa polenta, que vi por acaso numa revista. Fiz de última hora e agradou a todos, ficou um ótimo acompanhamento pro peru. Receita a seguir.

Sobremesas: gelatina de vinho branco com suco de romã e uvas – imitei da Karen – usei 3 xícaras de suco puro de romã fervendo, 1 xícara de vinho branco espumante onde eu dissolvi 4 pacotinhos de gelatina em pó sem sabor, joguei o suco fervendo, um pouco de mel, mexi bem com um batedor de arame, acrescentei uvas brancas cortadas ao meio. Também fiz um Raspberry trifle, receita a seguir.

Ufa….

estava tudo muito bom

 

comidanatal1JPG.JPG comidanatal2.JPG
comidanatal3.JPG comidanatal4.JPG
comidanatal5.jpg

Foi um trabalhão, mas ficou tudo bom. Na hora de destrinchar o peru rolou uma pequena confusão, dado à inexperiência dos cortadores, mas ficou tudo muito saboroso e todos comeram bem. Eu fiz tudo sozinha, mas eu gosto dessa preparação. O duro é limpar, mas isso não é minha tarefa. Foi uma noite feliz e a semana está muito ocupada com visitas. Receitas seguirão em breve! Espero que todos tenham tido um ótimo Natal e que já estejam engatando segunda para a passagem do ano.