consumismo e invencionices

O último final de semana foi prolongado, com o feriado do dia dos veteranos – aqui só tem feriado cívico, com exceção do Natal. Então tive tempo para ir às compras. Precisava ir ao Trader Joe’s e terminar minhas compras da viagem. Fiz todas as coisas de loja que tinha que fazer – incruzive consegui catucar e sangrar o zóio enquanto experimentava casualmente uns óculos escuros numa loja. Por causa desse trancetê todo, não exercitei minhas fascinantes e refinadas técnicas culinárias. Mas inventei bastante moda.
Na sexta-feira, um Farfalle com molho de Roquefort.
Cozinhei os farfalles na água e sal. Fiz um molho branco, receita de um livrinho antigo de comida italiana. Numa panela derreta uma colher de sopa de manteiga. Acrescente uma colher de sopa de farinha de trigo e mexa bem com o batedor de arame. Junte 1 xícara de leite, vai batendo bem rápido para não encaroçar. Pode colocar uma colher de chá de noz moscada ralada. Cozinhe mexendo sempre até engrossar. Desligue o fogo e acrescente um triangulo grande de queijo roquefort picadinho, mexa bem até o queijo derreter completamente e o molho ficar bem grosso. Misture ao Farfalle cozido e sirva com uma salada verde, que foi o que eu fiz.
No domingo um Purê de Abóbora e Batata Doce, que acompanhou um lombinho assado.
Cozinhe a abóbora e batata num pouquinho de água. Quando elas estiverem bem molinhas, escorra a água, amasse bem com um amassador perfurado. Acrescente meia xícara de creme de leite fresco, uma colher de sopa de queijo parmesão ralado, sal e pimenta do reino a gosto e ciboulette picadinha. Misture meia xícara de queijo Gouda – ou qualquer queijo de consistência firme e sabor forte. Misture bem até o queijo derreter e sirva.

2 comentários sobre “consumismo e invencionices”

Deixe a sua pitada: