uma pizza improvisada

tortillabread.JPG
molhopizzaJPG.JPG

Sábado é dia de pizza pra mim. Sempre foi, sempre será. Essa é uma tradição da minha família da qual não consigo escapar. Todo santo sábado estou eu às voltas com o dilema da pizza. Já fiz muita massa, na mão ou na máquina de fazer pão. Mas hoje ando terrívelmente preguiçosa, então improviso. Compro uma massa pronta, que não é a melhor mas quebra um galho, ou improviso – uso flat bread, pitta bread, o que tiver cara de que vai se transformar numa massa de pizza razoável. Procurando uma massa de pizza feita em casa, que às vezes tem pra vender no Co-op, me deparei com esse saquinho de tortilla bread. São tortillas gorduchas, macias, numa consistência muito mais adequada ao feitio de pizza do que as tortillas regulares – que não servem e pronto. Comprei e usei! Fiz as pizzas de ontem com as tortillas bread e ficaram bem gostosinhas!
A razão que me faz odiar as pizza daqui da North America é o molho. Pra mim eles não sabem fazer molho e ponto final. Tenho asco de certos molhos que são apresentados como molho de pizza. Por isso gosto de fazer o meu em casa. Pra mim o segredo da boa pizza está no molho. O meu é a coisa mais simples – tomate, alho, orégano, azeite, sal, pimenta do reino. Na safra dos tomates uso os próprios frescos. No resto do ano uso tomates em lata – prefiro os inteiros, que bato no liquidificador. Frito bastante alho em fatias em bastante azeite. Jogo o tomate, o orégano – fresco ou seco, tempero e deixo engrossar. Ontem fiz um montão, com uma bacia de tomates frescos, que cozinhei na água, bati no liquidificador, passei pela peneira e usei.
E minha pizza é sempre de queijo – mussarella, rodelas de tomate, azeitonas pretas, folhas de basilicão, raramente fatias de aliche, quando é tempo de rúcula, faço a pizza salada, com a verdura e tomates secos, que eu adoro, apesar de considerar isso uma aberração!

10 comentários sobre “uma pizza improvisada”

  1. Que improviso interessante, pena que estes tipos de pães não sejam facilmente encontrados aqui. Tenho que partir para a massa caseira mesmo, pois as crostas pré-prontas aqui são intoleráveis! Também queria saber se vc deixa o molho apurando muito tempo!

  2. Uau, primeira vez no blog, e adorando tudo. Já vi que vou ganhar boas horinhas vasculhando suas receitas e histórias. Parabéns pelo presentão aos internautas amantes de bons textos, boa informação, comida gostosa e papo deliciosamente furado. Já virei fã!

  3. Molho de tomate caseiro nao tem igual! Seja de pizza, macarrao, sou como vc, gosto de fazer o meu!! (mas as vezes uso um comprado q gosto bastante, sabe como eh, as vezes a gente tem pressa, ne… hehe!)

  4. Caramba! Pra mim, rúcula e tomate seco é uma das melhores combinações culinárias ever! Um dia fui jantar num pub aqui da cidade cujo dono é irlandês e comi um sanduíche num pão bem simples, um pouquinhozinho de molho à base de maionese, queijo e muita rúcula com tomate seco. Com uma guiness pra acompanhar, claro! Uma delícia! \o/

  5. Fer, quando vc usa tomates frescos você primeiro retira a pele, bate e peneira para depois cozinhar?
    Estava com essa idéia de fazer pizzas de tortillas desde ontem, descobri que colocando um pouco de farinha de arroz na massa das tortillas, elas ficam bem mais macias, talvez sirvam para pizzas.

  6. Tenho uma amiga francesa que foi quem me iniciou nesta de usar flat breads pra pizza. Tinha uma vendinha do oriente médio perto de onde remava (ela era amiga do remo) e sempre iamos lá comprar azeitonas deliciosas.Ela sempre pegava os paes e iamos para a casa dela fazer pizza com as crianças dela.Realmente é uma ótima ídeia.Vivo buscando uma ótima receita de molho de tomate.Vou tentar o teu.Cozinhas por muito tempo? as vezes vejo molhos de 10 minuntos e fico cabreira pois sempre ouvi que os tomates tem que cozinhar por muito, muito tempo.Bjs e bom domingo.

Deixe a sua pitada: