antes nunca do que tarde

A falta de pontualidade dominante na convivência entre as pessoas virou praticamente um pet peeve pra mim. Minha sina de ser deixada esperando é inexorável. Tenho muitos episódios nos arquivos da minha vida social. Mas o pior foi sem dúvida um que aconteceu quando eu habitava as planícies canadenses. Minha sogra estava nos visitando e para entreter a donzela eu organizei mil cházinhos, jantares, encontros, pequenos regabofes. Foi quando eu convidei esse casal mezzo brasileiro/mezzo canadense para jantar. Preparei o rango, a mesa, e sentamos na sala, eu e a minha sogreta, esperando pelos convivas. Meu marido não participou dessa, olha a sorte do gajo, porque naqueles anos ele era um enlouquecido estudante de PhD. Meu filho também cascou fora, foi fazer algo com os amigos. Ficamos lá, nora e sogra, esperando a tal família. Meia hora, uma hora, uma hora e meia, começei a pensar que o carro da turminha deveria ter rodopiado no gelo e caído no rio, matando a família inteira. Só uma coisa dessas pra desculpar um atraso de uma hora e meia. Liguei pra casa deles tremendo, pensando que também podiam estar todos mortos devido à um vazamento de gás na casa. Outra boa desculpa para o atraso de uma hora e meia. O marido canadense atende o telefone todo esbaforido. O que vocês estão fazendo, não vem jantar com a gente, a comida já está fria e seca? Ah, respondeu o husband, decidimos mudar uns móveis de lugar e fazer uma arrumação geral na casa, esquecemos do jantar! Bom, depois disso tudo perdeu a graça, Eles não estavam mortos, mas morreram pra mim. Vieram jantar a comida fria e ressecada, chegaram tão tarde que tiveram que ir embora rápido. Não deu nem pra falar o jargão, é cedo ainda, porque não era. Minha sogra ficou bravíssima. Eu fiquei putíssima. Nunca mais convidei essa gente pra nada. Se tivesse, mereceria receber um espancamento de chicote em praça pública, por ostentar tanta falta de noção e vergonha na cara.

12 thoughts on “antes nunca do que tarde”

  1. Já convidei pessoas que chegaram quase no fim da festa, mas como havia outros amigos, nem me chateei tanto. Agora imagino vocês duas esperando SÓ este bendito casal… caracas! Acho que ia falar que não precisa mais vir!

  2. Que horror! Sua sogra deve ter ficado com uma péssima impressão dos seus “amigos”.
    Odeio esperar pessoas para reuniões que envolvam comida, acho um desrespeito com quem ficou horas no fogão cozinhando, arrumando a casa, deixando tudo bonito e limpinho.
    Mas tem o outro lado: canso de ir a jantares, reuniões etc, que chego na hora marcada e não tem nada pronto.
    Bjs

  3. Olha FER sou como você DETESTO atrasos. Sempre chego adiantada e, quando algo imprevisível acontece como um acidente eu ligo imediatamente pra avisar que me atrasarei. Infelizmente, é costume dos brasileiros essa estória de se marcou o jantar para as 8:00 é para eu chegar às 9:00hs.
    Beijão

  4. isso aqui no Rio é assim: vc convida seus 100 amigos pro seu aniversario às 22h. os primeiros 20 casais chegam depois das 23h, e vc fica ali, até meia noite e meia, sem saber se vai ter gente pra comer e beber aquilo tudo que vc passou dias preparando! e se vc é realmente querido pelos seus amigos… loucura total! viemos sem o chip do horário. blam!

  5. Deixa eu contar minha historia:
    Convidei um casal de franco-brasileiros, mais um casal de brasileiros. O casal de brazucas chegou e ficamos esperando o outro. Bem, eles tém filhos pequenos (três), talvez fosse isso. Ledo engano. Liguei pra casa dela como você, umas nove e tanta da noite, imaginando um acidente de carro qualquer, e o marido atende dizendo: ah, estavamos na praia, as crianças (digo, reizinhos mandoes da casa) dormiram na volta no carro e preferimos nao acorda-los, tadinhos (a mais nova tem 6 anos)… Detalhe: pra ir pra casa da praia eles passavam por onde eu morava na epoca… E nem uma ligaçao pra avisar! Até hoje esta engasgado na minha garganta e basta me lembrar pra ficar p da vida! 🙂

  6. Fer, fala sério! Dava para escrever uma sitcom!!!! Muita falta de educação, ou como diz minha mãe, falta de respeito social! Eu também acho o cúmulo ficar esperando os outros, sempre chego na hora pois odeio esperar e fazer os outros me esperarem…mas sempre tem aqueles containeres que nos deixam na mão…chá de cadeira é o ó!
    Um beijo,
    Verena

  7. Eu tb vivo a esperar. Algumas abusam. No meu grupo de amigos, havia dois que sempre exageravam. Mas tb não gosto de quem chega 20 minutos antes e me encontra todo suado e maltrapilho na cozinha. Eu mesmo prefiro chegar 10 ou 15 minutinhos depois pra não pegar os anfitriões desprevenidos. Agora, uma hora, duas horas é o fim da picada!

Deixe a sua pitada: