Braciola

Fácil de fazer, usa alguns ingredientes inusáveis em outros pratos, como o resto duro do bloco de parmesão, me faz lembrar da minha infância e é deliciosa! Braciola, manacha! Manja, manja!!
Minha receita de brachola é bem variável. Eu uso o que tenho na geladeira. Sempre restos de queijo, presunto, salame ou bacon, cenoura, pimentão, cebolinha, cebola e até azeitona.
Hoje estou fazendo a brachola. Usei quatro bifes bem largos e finos. Temperei com pimenta do reino e sal grosso. Às vezes eu passo uma camada de mostarda em cada bife. Hoje não fiz. Coloquei em cima de cada bife um quarto de cenoura cortada de comprido, um belo naco de pimentão vermelho, fatias de bacon, um pedaço de queijo parmesão – aquela parte duranga que não dá mais pra ralar. Enrolei, fritei no azeite numa panela de pressão, acrescentei tomates “roasted” em cubos, molho inglês, vinho tinto, um pouquinho de água e fechei a tampa da panela. Deixo cozinhar por uns 15 minutos, ou até o ouvido dizer quando a pressão está diminuindo. Cozinhar com panela de pressão é prático, mas requer um pouco de atenção.
Braciolas vão bem com tudo: macarrão, arroz, purê de batata, pão…. e salada de alface e tomate.

2 comentários sobre “Braciola”

  1. Nunca fiz braciola, mas sempre tive vontade. Eu preciso é me aventurar mais nas carnes vermelhas. Acabo recorrendo muito mais às aves e aos peixes. Valeu pela dica.
    Bjs,

  2. Ops, receita utilíssima para aproveitar o restante de queijos e presuntos que sobraram das tábuas que fiz no sábado. Só não tenho muito traquejo com a panela de pressão. Mas, vamos lá. Aprecio este site por causa das suas criatividades e da sua generosidade em compartilhar conosco.
    Bjs

Deixe a sua pitada: